Perspectivas futuras para a demanda de profissionais da informação e a organização da informação jurídica nos escritórios de advocacia de Campinas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v3i2.2043

Palavras-chave:

Informação jurídica, bibliotecário jurídico, Profissional da informação

Resumo

Analisa do ponto de vista dos advogados a necessidade de um profissional da informação para gerir as informações dentro de escritórios de advocacia, de modo a agilizar a tarefa de pesquisa, manutenção e controle dessas informações e otimizar o trabalho dos advogados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Camila Barleta Fullin, Universidade Estadual de Campinas

Graduada em Ciência da Informação com habilitação em Biblioteconomia e Biblioteconomia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Especialização em Gestão Avançada de Pessoas pela Universidade Estácio de Sá. Bibliotecária do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

AMARAL, S. A. Serviços bibliotecários e desenvolvimento social: um desafio profissional. Ciência da Informação, Brasília, v. 24, n. 2, 12 p., 1995.

ARAÚJO, V. M. R. H.; FREIRE, I. M. Conhecimento para o desenvolvimento: reflexões para o profissional da informação. Disponível em: http://www.informacaoesociedade.ufpb.br/919903.pdf>. Acesso em: 20 set. 2004.

ATIENZA, C. A. Documentação jurídica: introdução à análise e indexação de atos legais. Rio de Janeiro: Achiamé, 1979. 103 p.

BARRETO, A. A. A transferência da informação para o conhecimento. Disponível em: < http://www.alternex.com.br/~aldoibct/transfIK.htm>. Acesso em: 05 set. 2004.

CARDOSO, O. F. Introdução ao estudo do Direito. 3. ed. Belo Horizonte: Del Rey,1998. 696 p.

COSTA, R. F. F. P. Uso de meios eletrônicos em bibliotecas jurídicas: comparação entre bibliotecas acadêmicas e comerciais. Disponível em: < http://www.biblioestudantes.hpg.ig.com.br/texto_107.pdf >. Acesso em: 28 out. 2003.

FERREIRA, R. F. Uso de meios eletrônicos em bibliotecas jurídicas: comparação entre bibliotecas acadêmicas e comerciais. 1999. 113 f. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas.

GUERREIRO, R. N. Automação de serviços da área jurídica. In: CONGRESSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E ENCONTRO NACIONAL EM INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO JURÍDICA, 4., São Paulo, 1992. Anais... São Paulo: ABP, 1992. p. 242-249.

GUIMARÃES, J. A C. Formas da informação jurídica: uma contribuição para sua abordagem temática. Rev. Bras. Bibliotecon. e Doc., São Paulo, v. 26, n.1/2, p. 41-54, jan./jun. 1993.

LE COADIC, Y. A ciência da informação. Brasília : Briquet de Lemos, 1996.

MACHADO, M. T. F. Relacionamento bibliotecário/usuário: fator relevante no processo de disseminação de informação jurídica. In: ENCONTRO NACIONAL DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO JURÍDICA, 7., 2000, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre, 2000.

Downloads

Publicado

2006-03-16

Como Citar

FULLIN, C. B. Perspectivas futuras para a demanda de profissionais da informação e a organização da informação jurídica nos escritórios de advocacia de Campinas. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 31–42, 2006. DOI: 10.20396/rdbci.v3i2.2043. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/2043. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos