Implantação do Programa 5S para a conquista de um ambiente de qualidade na biblioteca do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo

  • Maria Alice de França Rangel Rebello USP/Hospital Universitário
Palavras-chave: Programa 5S. Gestão da qualidade. Programa da qualidade

Resumo

O trabalho relata a experiência da aplicação da metodologia do Programa 5S no Serviço de Biblioteca e Documentação Científica do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (SBDC-HU/USP) como ferramenta para implantação de um programa de qualidade. São descritas as estratégias utilizadas para a aplicação dos cinco sensos, que visam promover a alteração do comportamento das pessoas e transformar o ambiente das organizações. A implantação do Programa no SBDC-HU/USP proporcionou uma reorganização na Biblioteca, provocando uma mudança no ambiente físico, nas questões organizacionais, ajudando a melhorar a auto-estima do pessoal e auxiliando o relacionamento entre os setores do hospital. As ações implementadas apresentaram resultados efetivos, tais como: ambientes mais limpos e organizados, combate ao desperdício, motivação, flexibilização nas relações entre o chefe e a equipe, espírito de equipe, elevação do moral dos funcionários e maior comprometimento com a instituição. Percebeu-se que a mobilização de todos se deu mais pelo prazer do que pelo dever, resultando em um ambiente de qualidade com gestão participativa.

Biografia do Autor

Maria Alice de França Rangel Rebello, USP/Hospital Universitário
Especialista em gerência de sistemas e serviços de informação Bibliotecária - Hospital Universitário – USP

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Vade-mécum da acreditação hospitalar brasileira. Brasília, 1999.

BRITTO, M. de F. P. de; ROTTA,. C. S. G. A implantação do Programa 5S num hospital geral privado do interior do Estado de São Paulo como ferramenta para a melhoria da qualidade. RAS, São Paulo, v. 3, n. 11, p. 9-13, 2001.

CALEGARE, A. J. de A. Os mandamentos da Qualidade Total. 3. ed. Barueri: Inter-Qual International Quality Systems, 1999.

INSTITUTO ANTONIO HOUAISS. Dicionário eletrônico da língua portuguesa 1.0. Rio de Janeiro, 2001. 1 CD-ROM.

LONGO, R. M. J.; VERGUEIRO, W. Gestão da qualidade em serviços de informação no setos público: características e dificuldades para sua implantação. Rev. Dig. Bibliotecon. Ci. Inf., Campinas, v.1., n.1, p. 39-59, 2003.

REBELATO, M. G. A qualidade em serviços: uma revisão analítica e uma proposta gerencial. 1995. 148 p. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 1995.

REBELLO, M. A de F. R. Avaliação da qualidade dos produtos/serviços de informação: uma experiência da Biblioteca do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. Rev. Dig. Bibliotecon. Ci. Inf., Campinas, v. 2, n. 1, p. 80-100, 2004. Disponível em: < http://server01.bc.unicamp.br/revbib/sumario.php?vol=2&num=1&mes=jul./dez.&edit=3&ano=2004>. Acesso em: 22 set. 2004.

SEBRAE. D-Olho na qualidade. São Paulo, 2000. 1 videocassete (60min), VHS, son., color. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Reitoria. Comissão de Gestão da Qualidade e produtividade da USP. Programa de qualidade e produtividade na Reitoria. Disponível em: < http://adm2.recad.uspnet.usp.br/codage//quali/unidades.html>. Acesso em 19 nov. 2003.

Publicado
2005-09-30
Como Citar
Rebello, M. A. de F. R. (2005). Implantação do Programa 5S para a conquista de um ambiente de qualidade na biblioteca do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 3(2), 165-182. https://doi.org/10.20396/rdbci.v3i1.2059
Seção
Relato de Experiencia