Equipamentos de proteção individual (EPIs) para profissionais de bibliotecas, centros de documentação e arquivos

Fátima Aparecida Colombo Paletta, Marina Mayumi Yamashita, Débora Ferrazoli Penilha

Resumo


A conservação preventiva dos acervos das bibliotecas, arquivos e centros de documentação é realizada por profissionais que atuam em processos de higienização. Contudo, a falta de uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) traz sérios danos à sua saúde. Este trabalho visa alertar sobre a importância dos EPIs. A metodologia empregada envolve uma campanha ilustrada de conscientização através de vídeos, exposições práticas, palestras e treinamento. Como resultado, detectamos que a utilização correta destes equipamentos proporciona mais segurança e integridade física, garantindo melhor qualidade de vida a quem executa esta tarefa.

Palavras-chave


Bibliotecas - Higienização. Equipamentos de proteção Individual. Saúde do trabalhador. Conservação preventiva

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA JUNIOR, O. F. Roubo, depredação de materiais e campanhas educativas em Bibliotecas: proposta de um modelo de avaliação. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE

BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 9., 1996, Curitiba. Anais. Curitiba: PUCPR, 1996. p.1-20.

BASTOS FILHO, H. T. Comunicação visual em biblioteca: um sistema de sinalização para a Biblioteca da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1984. 87 p. Dissertação (Mestrado) – Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1984.

BELLUZZO, R. C. B. A comunicação visual como fator de qualidade em Bibliotecas Universitárias: uma experiência na Universidade de São Paulo. Interação, São Paulo, v. 2, n. 4, p. 1-8, dez. 1994.

CASSARES, N. C. Como fazer conservação preventiva em arquivos e bibliotecas. São Paulo: Arquivo do Estado, 2000. 80 p.

CIPA. Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo. Manual de treinamento. São Paulo FCF/USP, 1992. (Apostila)

HIRATA, M. H., et al. Manual de biossegurança. São Paulo: Manole, 2002. 496 p.

JÖNCK, R. H. Treinamento para operadores em ambientes assépticos proporciona segurança e qualidade. Controle de contaminação, São Paulo, v. 5, n. 32, p. 12-19, 2001.

MENGATTO, A. P. et al. Qualidade na segurança do acervo na biblioteca de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Paraná – estudo de caso. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 9., 1996, Curitiba. Anais...Curitiba: PUCPR, 1996. p. 1-12.

MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL. Doenças relacionadas ao trabalho: manual de procedimentos para serviços de saúde. Brasília: Ministério da Saúde do Brasil, 2001. p. 17-48.

NORMA REGULAMENTADORA no6 (NR6) Equipamentos de Proteção Individual - EPIs, Ministério do Trabalho e Emprego (http://www.mtb.gov.br)

TORREIRA, R. P. Manual de segurança industrial. [ s.l.] : Margus Publicações, 1999. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Conjunto das Químicas. Divisão de Biblioteca e Documentação. Relatório de atividades. São Paulo: DBDCQ-USP, 2001. 36p.




DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v2i2.2066

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2005 RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

(c) RDBCI: Rev. Digit. Bibliotecon. e Cienc. Inf. / RDBCI : Digit. J. Libr. and Inf. Sci., Campinas (SP) - ISSN 1678-765X.