Participação do bibliotecário na criação e planejamento de projetos de softwares

o envolvimento com a tecnologia da informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v2i1.2072

Palavras-chave:

Biblioteconomia, Tecnologia da informação, Gerenciamento da informação, Softwares para bibliotecas, Bibliotecários - Postura

Resumo

Evidencia a ausência de interdisciplinaridade entre a Biblioteconomia e Tecnologia da Informação (TI), no que tange tratamento de acervos digitais e híbridos, bem como a necessidade da participação do bibliotecário em projetos de softwares livres para bibliotecas. Aponta as mazelas relacionadas à aquisição de softwares proprietários pelas bibliotecas. Defende a redefinição de metodologias acerca das técnicas de indexação e a necessidade da ruptura contemplativa na postura do bibliotecário; o que agilizaria e modificaria processos, contribuindo na tomada de decisão em busca do tratamento e da qualidade na disseminação e recuperação da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gisele Vasconcelos Dziekaniak, Universidade Federal de Santa Maria

Doutora em Engenharia do Conhecimento pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC. Docente do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande.

Referências

ALMEIDA JUNIOR, O. F. de. Sociedade e biblioteconomia. São Paulo: Polis/APB, 1997.

ALVARENGA, L. A teoria do conceito revisitada em conexão com ontologias e metadados no contexto das bibliotecas tradicionais e digitais. Datagramazero, 1998. Disponível em: < http://www.dgzero.org/dez01/F_1_art.htm> Acesso em: 22 fev. 2002.

BARRETO, A. de A. O tempo e o espaço da ciência da informação. Transinformação, v. 14, n. 1, 17-24, 2002.

BARSOTTI, R. A informática na biblioteconomia e na documentação. São Paulo: Polis/APB, 1990.

BOURDIEU, P.; CHAMBOREDON, J.; PASSERON, J. A profissão de sociólogo: preliminares epistemológicas. Petrópolis: Vozes, 1999.

CORTE, A. R.; ALMEIDA, I. M. de (Org.). Avaliação de softwares para bibliotecas e arquivos. 2a ed. São Paulo: Polis, 2002.

GALVÃO, M. C. B. Construção de conceitos no campo da ciência da informação. Ciência da Informação, v. 27, n. 1, 1998. Disponível em: < http://www.ibict.br/cionline> Acesso em: 10 de out. de 2002.

GOMES, H. E. (Org.) Ciência da informação ou informática? Rio de Janeiro: Ed. Calunga, 1980.

LE COADIC, Y. A ciência da informação. Brasília: Briquet de Lemos, 1996.

LUCAS, C. R. A organização do conhecimento e tecnologia da informação. Transinformação, v. 8, n. 1, 1996.

ROWLEY, J. Informática para bibliotecas. Brasília: Briquet de Lemos, 1994.

ROWLEY, J. A biblioteca eletrônica. 2a ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2002.

SILVEIRA, S. A. da; CASSINO, J. (Org). Software livre e inclusão digital. São Paulo: Conrad, 2003.

SOUZA, F. das C. de. O sistema profissional bibliotecário brasileiro: sua capacidade de responder às mudanças do ambiente político e econômico no início do século XXI; uma abordagem sob a perspectiva da ação comunicativa. Encontros Bibli: Revista de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 10, 2002. Disponível em: < http://www.ced.ufsc.br/bibliote/encontros/bibli10/raimundo.rtf> Acesso em: 22 mar.

Downloads

Publicado

2004-12-15

Como Citar

DZIEKANIAK, G. V. Participação do bibliotecário na criação e planejamento de projetos de softwares: o envolvimento com a tecnologia da informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 2, n. 2, p. 37–56, 2004. DOI: 10.20396/rdbci.v2i1.2072. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/2072. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos