Cenário petrolífero: sua evolução, principais produtores e tecnologias

  • Marcela Taiane Schiavi Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Wanda Aparecida Machado Hoffmann Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Palavras-chave: Inovação. Empreendedorismo. Cenário Petrolífero. Análise de Patentes. Petróleo

Resumo

O setor Petrolífero é um dos maiores e mais amplos empreendedores do mundo. E vem crescendo a cada ano, com novas tecnologias e novas perspectivas de inovação. Esta pesquisa envolve os seguintes objetivos: apresentar um breve histórico da origem do petróleo e seu desenvolvimento com o passar dos anos; apresentar uma análise do segmento petrolífero, indicando quais são os principais países que detém as maiores reservas e as maiores empresas petrolíferas do mundo; e, uma análise de patentes onde apresenta-se o número anual de documentos de patentes na respectiva área em um determinado período, as áreas de foco tecnológico e as empresas que mais depositam documentos de patentes neste setor no Brasil. O método de pesquisa constituiu na seleção de artigos para que se tornasse possível à contextualização da história do petróleo e também na seleção de dados estatísticos que indicassem sua evolução através de tabelas e gráficos que comprovasse a produção e o desenvolvimento no decorrer dos anos. Uma analise na base de dados da Derwent Innovation Index julgou-se necessária e importante na utilização de documentos de patentes como uma fonte de informação, pois registram os avanços tecnológicos. Com o estabelecimento de uma estratégia de busca no período de 1994-2013 foi possível destacar a Procter & Gamble, empresa americana, como sendo a empresa que mais deposita documentos de patentes dentro desta área no Brasil. Ainda apresenta o cenário petrolífero e os avanços tecnológicos nos últimos anos. Quanto às descobertas de reservas petrolíferas recentes tanto no Brasil quanto em outros países a tendência é de que esta área se fortaleça implementando suas tecnologias e aumentando suas reservas produtivas e se destacando cada vez mais no cenário mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Taiane Schiavi, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Cursando Mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade na Universidade Federal de São Carlos (2014). Graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação na Universidade Federal de São Carlos (2013).
Wanda Aparecida Machado Hoffmann, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade, Professora do Departamento de Ciência da Informação e Pesquisadora do Núcleo de Informação Tecnológica em Materiais da UFSCar

Referências

ABITANTE, K. G. Co-integração entre os mercados spot e futuro: evidências dos mercados de boi gordo e soja. Rev. Econ. Sociol. Rural. vol.46, n 1, p. 75-96, 2008.

ARAÚJO, E. F.; BARBOSA, C. M.; QUEIROGA, E S.; et al. Propriedade Intelectual: proteção e gestão estratégica do conhecimento. Revista Brasileira de Zootecnia, v.39, p.1-10, 2010.

BAETA, A. M. C.; BORGES, C. V.; TREMBLAY, D. Empreendedorismo nas incubadoras: Reflexões sobre tendências atuais. Revista Comportamento Organizacional e Gestão, vol. 12, n 1, p. 7-18, 2006.

BARBOSA, D. As 10 maiores petroleiras do mundo; Petrobrás é a nona. Exame.com, 08 maio 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 nov.2014.

BARBOSA, V. Os 15 países com as maiores reservas de petróleo do Mundo. Revista Exame: Negócios, 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2014

BEZERRA, P. As 20 maiores empresas de petróleo segundo a.Forbes. Revista Exame: Negócios, 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2014.

BRANDÃO, G. B. Incubadoras e o Empreendedorismo Tecnológico. In: SEMIPI: SEMINÁRIO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E EMPREENDEDORISMO TECNOLÓGICO – UFPI, 4., Natal. Anais... Natal: UFRN, 2012.

CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA – CEPA USP. Origem do Petróleo. 1999. Disponível em:. Acesso em: 29 abr. 2014.

DIRETÓRIO DE PATENTES. Importância do petróleo exige proteção do conhecimento. Propriedade Intelectual. Inovação Uniemp. vol.2, n.4, Campinas, 2006. p. 22-24. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2014.

EPSTEIN, G. Novas descobertas achatam preço do petróleo e mudam forças do mercado. 2014. The Wall Street Journal. Disponível em: . Acesso em: 16 jun. 2014

FOLHA ONLINE. Lula anuncia auto-suficiência do Brasil em petróleo amanhã. 2006 Disponível em: . Acesso em: 27 fev. 2014

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS - FGV PROJETOS. O mercado do petróleo: oferta, refino e preço. A nova oferta do Petróleo. n. 15, 2012.

GASPARETTO JUNIOR, A. Crise do Petróleo. 2014. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2014.

GOLDEMBERG, J.; LUCON, O. Energia e meio ambiente no Brasil. Estudos avançados, v. 21, n. 59, 2007. Disponível em: . Acesso em: 27 fev. 2014.

GOUVEIA, F. Tecnologia nacional para extrair petróleo e gás do pré-sal. Agencia Iberoamericana para La difusión de La ciência y La tecnologia. Ciência Brasil. 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2014.

GRUPO DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO. Conceito de indicador. 2012. Disponível em: . Acesso em: 2 maio 2014.

GUERRANTE, R. D. S. Estratégia de inovação e tecnologia em sementes. 270 f. Tese de doutorado (Doutorado). Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2011. Disponível em: . Acesso em: 28 Julho 2013.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL – INPI. Guia – Informação Tecnológica. 2014. Acesso em: 19 maio 2014. Disponível em: IPIRANGA. Nossa História. 2006. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2014.

MANUTENÇÃO SUPRIMENTOS. Poli inova tecnologia de extração de petróleo. 2005. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2014.

MARTINS, D. Ipiranga: a trajetória de uma refinaria em Rio Grande (RS) rumo à consolidação de um grupo empresarial (1930-1967). 2008. 140 f. Programa de pós-graduação (Dissertação de Mestrado)-Faculdade de filosofia e Ciências humanas. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2008.

NIJHOF, E. Subject analysis and search strategies: has the searcher become the bottleneck in the search process. World Patent Information, Oxford, v. 29, n. 1, p. 20-25, 2007.

O GLOBO. Choques e descobertas do petróleo. O Globo Economia, 2014. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2014.

OCDE. Rumo a um desenvolvimento sustentável: indicadores ambientais. Paris: OCDE, 2002. p. 224. (Cadernos de referência ambiental, v. 9).

OPEC. OPEC share of Word crude oil reserves, 2013. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2015.

PEIXINHO, F. C. Proposta de aplicação do modelo de gestão estratégica baseado no “balanced scorecard - bsc” para uma empresa pública. Gerência Estratégica da Informação, 2003.

PENROSE, Edith Tilton. The large international firm developing countries: the international petroleum industry. London: G. Alien & Unwin, 1968.

PETROBRAS. Tecnologia Petrobras 2012. Relatório de tecnologia Petrobras. 2013a.

PETROBRAS. Relatório de sustentabilidade 2013. 2013b Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2015.

PIRES, F. Brasil tem 14ª maior reserva de petróleo do mundo. RankingBrasil. 2012. Recordes Brasileiros. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2014.

PROCTER & GAMBLE. História. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2014.

RAO, I. K. Métodos quantitativos em biblioteconomia e ciência da informação. Brasília: ABDF, 1986.

SANTOS, R. N. M. dos; KOBASHI, N. Y. Aspectos metodológicos da produção de indicadores em ciência e tecnologia. In: ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais... Salvador: Cinform, 2005.

SCHÜFFNER, C. Statoil quer gerar energia em Peregrino com petróleo. Petróleo etc. Valor Econômico. 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2014.

SHANE, S.; VENKATARAMAN, S. The Promise of Entrepreneurship as a Field of Research. Academy of Management Review, vol. 25, n 1, p 217-228, 2000.

SIMÕES, A. J. F. Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis: desafios estratégico no mundo e no Brasil. IN: O BRASIL NO MUNDO QUE VEM AÍ. Conferência Nacional dePolítica Externa e Política Internacional. 1, 2006. Disponível em: . Acesso em 25 abr. 2014.

SOUSA, R. História do petróleo no Brasil. Brasil escola. 2014. Disponível em: . Acesso em: 19 abr. 2014.

SUA PESQUISA. Petróleo. 2014. Disponível em: . Acesso em: 1 maio 2014.

TERRA, B. Inovação, empreendedorismo e negócios tecnológicos em universidades e institutos de pesquisa públicos -ipps no cenário pós-lei de inovação, no Brasil – uma breve revisão bibliográfica. J Bras Tele. 2012, vol. 1, n. 2, p. 25-34

UNILEVER. Sobre a Unilever. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2015.

YERGIN, D. O petróleo. Uma história de ganância, dinheiro e poder. São Paulo: Scritta, 1994.

ZHU, D. et al. A process for mining science & technology documents databases illustred for the case of knowledge discovery and data mining. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 28, n.1, jan. 1999.

Publicado
2015-05-31
Como Citar
Schiavi, M. T., & Hoffmann, W. A. M. (2015). Cenário petrolífero: sua evolução, principais produtores e tecnologias. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 13(2), 259-278. https://doi.org/10.20396/rdbci.v13i2.2104
Seção
Artigos