A (r)evolução digital e os dilemas para a catalogação: os cibertecários em atuação

Autores

  • Jorge Santa Anna Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v13i2.8634632

Palavras-chave:

Tecnologia da informação. Organização da Informação. Catalogação. Formação continuada. Cibertecários. Preservação digital

Resumo

A (r)evolução digital se apresenta como um dilema impactante nos serviços biblioteconômicos da pós-modernidade. Diante das complexidades que apresentam o ambiente virtual, especificamente ao processo de organização da informação, este estudo objetiva refletir sobre as transformações acometidas ao fazer do catalogador em meio à revolução digital da pós-modernidade. Com esse propósito, por meio de revisão na literatura biblioteconômica da atualidade, discute-se alguns aspectos relacionados a essas transformações, como: o impacto da revolução digital e seus reflexos aferidos à prática da Catalogação; a evolução da biblioteca em meio ao desenvolvimento tecnológico; os novos desafios elencados na organização da informação, e por, fim, discute-se o novo espaço de trabalho do bibliotecário diante das novas tecnologias, sobretudo os impactos condicionados aos fazeres do catalogador. Por fim, evidenciou-se que o catalogador deve sofrer uma metamorfose profissional, adquirindo o perfil de cibertecário, sendo necessário para consumação desse feito, sua formação continuada e o desenvolvimento das qualidades de um moderno profissional da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jorge Santa Anna, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduado em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Professor de Departamento de Biblioteconomia da UFES. Pesquisador atuante no ramo da Consultoria Informacional e Normalização de Trabalhos Científicos.

Referências

ALVARENGA, Lidia. Organização da informação nas bibliotecas digitais. In: NAVES, Madalena Martins Lopes; KURAMOTO, Hélio (Org.). Organização da informação: princípios e tendências. Brasília: Briquet de Lemos, 2006.

ANDRADE, Maria Eugênia Albino. Um olhar sobre representações no universo do conhecimento: o caso das micro e pequenas empresa. In: NAVES, Madalena Martins Lopes; KURAMOTO, Hélio (Org.). Organização da informação: princípios e tendências. Brasília: Briquet de Lemos, 2006.

BORGES, Jorge Luis. Ficções. São Paulo: Abril Cultural, 1972.

BAPTISTA, Sofia Galvão. As oportunidades de trabalho existentes na internet na área de construção de páginas de unidade de informação. In: BORGES, Jorge Luis; MUELLER, Suzana Pinheiro Machado (Org.). Profissional da informação: espaço de trabalho. Brasília: Thesaurus, 2004.

CAMPOS, Luiz Fernando de Barros. Metadados digitais: revisão bibliográfica da evolução e tendências por meio de categorias funcionais. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, n. 23, n. 1, 2007. Disponível em: < www.brap ci.ufpr.br/download.php?dd0=11673‎>. Acesso em: 20 ago. 2013.

CHARTIER, Roger. Os desafios da escrita. São Paulo: UNESP, 2002.

CUNHA, Murilo Bastos da. A biblioteca universitária na encruzilhada. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v.11, n.6, dez. 2010. Disponível em: < http://www.datagramazero.org.br/dez10/Art_07.htm>. Acesso em: 20 fev. 2013.

CURRÁS, Emilia. Ontologias, taxonomia e tesauros: em teoria de sistemas e sistemática. Brasília: Thesaurus, 2010.

DIAS, Eduardo Wense; NAVES, Madalena Martins Naves (Org.). Análise de assunto: teoria e prática. Brasília: Thesaurus, 2007.

DIAS, Eduardo Wense. Organização da informação no contexto das bibliotecas tradicionais e digitais. In: NAVES, Madalena Martins Lopes; KURAMOTO, Hélio (Org.). Organização da informação: princípios e tendências. Brasília: Briquet de Lemos, 2007.

DRABENSTOTT, Karen; BURMAN, Celeste. Revisão analítica da biblioteca do futuro. Ci. Inf., v.26, n.2, 1997. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci /v26n2/v26n2-11.pdf>. Acesso em: 20 ago. 2013.

GONÇALVEZ, Julia; SOUZA, Renato Rocha. Relações e conceitos em ontologias: teorias de Farradane e Dahlberg. In: Seminário de pesquisa em ontologia no Brasil. Universidade Federal Fluminense. Departamento de Ciência da Informação. Niterói. 2013. Disponível em: < http://www.uff.br/ontologia/artigos/15.pdf >. Acesso em: 20 ago. 2013.

KURAMOTO, Hélio. Sintagmas nominais: uma abordagem no processo de indexação. In: NAVES, Madalena Martins Lopes; KURAMOTO, Hélio (Org.) Organização da informação: princípios e tendências. Brasília: Briquet de Lemos, 2006.

LANCASTER, F. Ameaça ou Oportunidade?: o Futuro dos Serviços de Biblioteca à Luz das Inovações Tecnológicas. Revista da Escola de Biblioteconomia UFMG, Belo Horizonte, v. 23, n. 1, p.7, jan./jun. 1994.

LEVACOV, Marília. Bibliotecas virtuais: (r)evolução? Ci. Inf., v. 26, n. 2, 1997. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci/v26n2/v26n2-2.pdf>. Acesso em: 1 abr. 2013.

LIMA, Gercina Ângela Borem. Organização da informação para sistemas de hipertextos. In: NAVES, Madalena Martins Lopes; KURAMOTO, Hélio (Org.). Organização da informação: princípios e tendências. Brasília: Briquet Lemos, 2006.

MADUREIRA, Helaina Oliveira; VILARINHO, Lucia Regina. A formação do bibliotecário para atuar em bibliotecas digitais: uma questão a aprofundar. Perspectivas em Ciência a Informação, v.15, n.3, p.87-106, set./dez. 2010.

NAVES, Madalena Martins Lopes. Estudo de fatores interferentes no processo de análise de assunto. Perspect. Cienc. Inf., Belo Horizonte, v. 6, n. 2, p. 189-203, jul./dez. 2001.

OHIRA, Maria Lourdes Blatt; PRADO, Noêmia Schoffen. Bibliotecas virtuais e digitais: análise de artigos de periódicos brasileiros (1995/2000). Ci. Inf., Brasília, v. 31, n. 1, p. 61-74, jan./abr. 2002.

SANTA ANNA, Jorge; GERLIN, Meri Nadia; SIQUEIRA, Poliana. A tecnologia da informação e seus reflexos no serviço de referência da Biblioteca Central da UFES. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 25, Florianópolis, Anais Eletrônicos..., 7 a 10 de julho de 2013. Disponível em: < http://xx vcbbd.fe bab.org.b r/programa cao/>. Acesso em: 2 out. 2013.

SILVA, Eliana Barboza de Oliveira. Conceituação e aplicação do novo padrão para descrição bibliográfica. CRB-8 Digital, São Paulo, v. 1, n. 5, p. 113-123, jan. 2012. Disponível em: < http://revista.crb8.org.br>. Acesso em: 20 ago. 2013.

VIDAL, Luciane Paula; CAFÉ, Lígia Maria Arruda. Ontologias e taxonomias: diferenças. Perspectivas em Ciência da Informação, v.16, n.2, p.115-130, abr./jun. 2011. Disponível em: < http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/inde x.php/pci/article/view/200/927>. Acesso em: 21 ago. 2013.

Downloads

Publicado

2015-05-31

Como Citar

SANTA ANNA, J. A (r)evolução digital e os dilemas para a catalogação: os cibertecários em atuação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 13, n. 2, p. 312–328, 2015. DOI: 10.20396/rdbci.v13i2.8634632. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8634632. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)