Banner Portal
Sistema de Gerenciamento de Conteúdo: proposta de um catálogo bibliográfico 2.0 no Wordpress
PDF

Palavras-chave

Sistema de Gerenciamento de Conteúdo.Web 2.0. Representação da Informação. WordPress. Catálogo bibliográfico 2.0.

Como Citar

RIBEIRO, D. S.; SILVA, M. B. da. Sistema de Gerenciamento de Conteúdo: proposta de um catálogo bibliográfico 2.0 no Wordpress. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 14, n. 1, p. 144–163, 2015. DOI: 10.20396/rdbci.v14i1.8640820. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8640820. Acesso em: 1 mar. 2024.

Resumo

Objetiva, a partir das pesquisas aplicada (prototipagem), explicativa e bibliográfica, e de abordagem qualitativa, apresentar uma proposta de catálogo bibliográfico 2.0 na perspectiva dos sistemas gerenciadores de conteúdo (CMS), em consonância com os preceitos da Web 2.0 e com as ações de representação da informação da biblioteconomia (catalogação e indexação). Resulta em um catálogo bibliográfico 2.0 desenvolvido no CMS WordPress mediante o uso do template Fashionista, e dos plug-ins Book Review Library, que possibilita a realização de ações de representação da informação; e Rating-Widget: Star Rating, que permite avaliar os itens do catálogo. Conclui-se que a proposta apresenta um ambiente dinâmico e intuitivo que permite e incentiva a participação ativa dos usuários mediante avaliação dos registros, sugestão de livros cujos gêneros sejam similares e rotulação livre, diferentemente das propostas dos tradicionais catálogos públicos de acesso em linha, sem participação do usuário, dificuldades na navegação e insatisfação nos processos de busca.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v14i1.8640820
PDF

Referências

BENTO, F. M. S; SILVA, L. O. Portal de Descoberta: um OPAC com vida social e algo mais. In: ACTAS DO CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS. 2010. Disponível em:< http://www.bad.pt/publicacoes/index.php/congressosbad/article/view/180>. Acesso em: 20 nov. 2014.

BRANDT, M. B; MEDEIROS, M. B. B. Folksonomia: esquema de representação do conhecimento? 2010. Disponível em: < http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/12891/1/ARTIGO_FolksonomiaEsquemaRepresentacao.pdf>. Acesso em: 13 fev. 2015.

BRAZELL, A. WordPress Bible. John Wiley and Sons, 2011.

CASTRO, M. V; MORENO, F. P. Catálogo 2.0: um estudo de caso em bibliotecas universitárias do centro-oeste brasileiro. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE CATALOGADORES, 9, 2013, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 2013. Disponível em: < http://www.abinia.org/catalogadores/44-227-1-PB.pdf>. Acesso em: 25 nov. 2014.

CHAN, L. M. Cataloging and classification: an introduction. New York: McGraw-Hill, 1981.

CIDADE, F. R. WordPress 2.9: guia do publicador para editores. 2010. 21.p. Disponível em: < http://issuu.com/thraspeed/docs/wordpress-manual-2-9-editor-v2>. Acesso em: 7 mar. 2015.

DA SILVA, M. B.; MIRANDA, Z. D. Estudos sobre a adoção da folksonomia em sistemas de informação: uma proposta de hibridismo. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 14, 2013, Florianópolis. Anais... Florianópolis: UFSC, 2013. Disponível em: < http://enancib2013.ufsc.br/index.php/enancib2013/XIVenancib/paper/viewFile/445/140>. Acesso em: 02 jul. 2015.

GABRIELI, L. C.; CORTIMIGLIA, M. N.; RIBEIRO, J. L.D. Modelagem e avaliação de um sistema modular para gerenciamento de informação na Web. Ciência da Informação, v. 36, n. 1, p. 35-53, 2007. Disponível em: < http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/881/1628>. Acesso em: 16 jan. 2015.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2012.

MACULAN, B. C. M. S [et al.]. Uso de gerenciador de conteúdos e hipertextos: gestão na biblioteca universitária. Revista ACB: Biblioteconomia, Florianópolis, v. 16, n. 1, 2011. Disponível em: < http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/747>.

Acesso em: 5 jan. 2015.

MAZETTO. G. Aprenda a desenvolver temas WordPress. 2010. Disponível em: < http://wpdeveloper.com.br/aprenda-desenvolver-temas-wordpress/>. Acesso em: 5 jan. 2015.

MELENDEZ FILHO, R. Prototipação de sistemas de informações. Rio de Janeiro: LTC, 1990.

MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

MODESTO, F. A cara da biblioteca na próxima geração o OPAC, 2010. Disponível em:< http://www.ofaj.com.br/colunas_conteudo.php?cod=564>. Acesso em: 14 jan. 2015.

PEREIRA, J. C. L.; BAX, M. P. Introdução à gestão de conteúdos. Revista Gestão & Tecnologia, [S.l.], v. 1, n. 1, set. 2010. ISSN 2177-6652. Disponível em:< http://revistagt.fpl.edu.br/get/article/view/104/103>. Acesso em: 10 dez. 2014.

RANGANATHAN, S. R. A. Heading and canons: comparative study of five catalogue codes. Madras, S. Viswanthan, 1955.

ROWLEY, J. A biblioteca eletrônica. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 2002.

RUFINO, F. M; JESUS, J. R. S.; DA SILVA, M. B. A Web 2.0 em bibliotecas: vertentes de estudo. In: SEMINÁRIO DE INFORMAÇÃO EM ARTE, 3, Rio de Janeiro, 2013. Anais...Rio de Janeiro: REDARTE, 2013. p. 19. Disponível em: < http://redarterj.com/wp-content/uploads/2014/11/A-WEB-2.0-em-Bibliotecas.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2015.

SANTOS, M. L. B.; FRANCO, C. E.; TERRA, J. C. C. Gestão de conteúdo 360: integrando negócios e tecnologia. São Paulo: Editora Saraiva, 2009.

SOARES, P. H. [et al.]. CUICA – Uma Ferramenta para Suportar a convergência da TV Digital com a WEB a partir de uma Análise de possíveis Situações de Uso. 2007. 105 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Informática Aplicada, Universidade de Fortaleza, Fortaleza, 2007. Disponível em: < https://uol11.unifor.br/oul/conteudosite/F1066348870/Dissertacao.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2014.

TOMAÉL, M. I. Fontes de informação na Internet. Eduel, 2008.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...