Banner Portal
A cultura como elemento agregador para as unidades de informação: pluralizando manifestações culturais
PORTUGUÊS
ENGLISH
XML

Palavras-chave

Cultura. Bibliotecas. Arquivos. Museus. Unidades de Informação. Diversidade Cultural

Como Citar

SANTA ANNA, Jorge. A cultura como elemento agregador para as unidades de informação: pluralizando manifestações culturais. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 82–98, 2017. DOI: 10.20396/rdbci.v15i1.8641700. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8641700. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

A cultura manifesta-se como um segmento inerente às práticas humanas e sociais, fator determinante para a identidade social de uma nação. Embora se consolide de formas múltiplas, a diversidade cultural é característica marcante das sociedades, sendo considerada, ao longo dos tempos, produto social construído e valorizado. Sua importância é justificada ante as inúmeras formas de preservação e manutenção de tipos culturais específicos, sendo sustentados por diferentes instituições. As bibliotecas, os arquivos e os museus representam as principais instituições nas quais são desenvolvidos métodos e técnicas de armazenamento e conservação dos produtos culturais produzidos pelas sociedades. Sendo assim, este artigo traz à baila reflexões acerca da relação existente entre a cultura com as principais unidades de informação, aqui representadas pelas bibliotecas, arquivos e museus. Conceitua cultura no âmbito social; discorre o papel das bibliotecas, dos arquivos e dos museus quanto à cultura no decurso da história; apresenta a função social relacionada à cultura inerente no fazer dos profissionais da informação. Expõe a participação e valorização do poder público quanto aos investimentos realizados nessas instituições, considerando aspectos culturais. Após análise e discussão na literatura, constatou-se que as unidades de informação representam centros armazenadores e disseminadores da cultura. No entanto, percebeu-se que, a realidade ainda carece de esforços haja vista aproveitar as potencialidades dessas instituições quanto à preservação e disseminação da memória cultural. Esse fato desperta maior reflexão acerca da participação da sociedade e do poder público na gestão desses espaços, haja vista garantir o reconhecimento e respeito da diversidade cultural existente.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i1.8641700
PORTUGUÊS
ENGLISH
XML

Referências

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da Informação. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2014.

BAHMAN, Zygmnut. Ensaios sobre o conceito de cultura. Rio de Janeiro: ZAHAR, 2012.

BATISTA, Jefferson Alves. Reflexões sobre o conceito antropológico de cultura. Revista saber eletrônico, ano 1, v. 1, nov./jun. 2010. Disponível em: http://www.unifaj.edu.br/NetManager/documentos/reflexoes%20sobre%20o%20conceito%20antropologico%20de%20cultura.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

BRANDÃO, C. R. Pesquisa participante. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 2002.

BRASIL. Constituição Federal. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 19 ago. 2015.

BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento: de Gutenberg a Diderot. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003.

CALDAS, Rosângela Formentini. Bibliotecas, arquivos e museus como centros de referência na dimensão cultural das comunidades. Inf. & Soc.:Est., João Pessoa, v. 21, n. 3, p. 57-69, set./dez. 2011. Disponível em: file:///H:/Docu ments%20a nd%20Settings/ Convidad o/Des ktop/11052-17669-1-PB.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

CESNIK, F. S.; BELTRAME, P. A. Globalização da cultura. Barueri: Manole, 2005.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Conformismo e resistência: aspectos da cultura popular no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1986.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Cultura política e política cultural. São Paulo: Estudos Avançados, v. 9, n. 23, p. 71-84, 1995.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Natureza, cultura, patrimônio ambiental. In: LANNA, Ana Lúcia Duarte (coord.). Meio ambiente: patrimônio cultural da USP. São Paulo: Editora de Universidade de São Paulo Imprensa Oficial do Estado de São Paulo/Comissão de Patrimônio Cultural, 2003. p. 52.

CUCHE, D. A noção de cultura nas ciências sociais. Bauru: Edusc, 1999.

FIORETTI, Elena Campo; FLORISSI, Stefano. Políticas culturais e desenvolvimento socioeconômico: alternativas de produtores e articuladores culturais em Boa Vista, no estado de Roraima. 2015. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/dados/DOC/palestras/Politicas_Culturais/II_Seminario_Internacional/FCRB_Elena_Fioretti_e_outros_Politicas_culturais_e_desenvolvimento_socieconomico.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

FORQUIN, J. C. Escola e Cultura: As bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

JOSÉ FILHO, Baltazar. Ação cultural: atuação do bibliotecário como agente cultural na sociedade contemporânea. 2009. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Curso de Biblioteconomia, Universidade Federal de Minas Gerais. 2009. Formiga, 2009. Disponível em: http://bibliotecadigital.uniformg.edu.br:21015/jspui/bitstream/123456789/56/1/Balt azarJose-Biblio.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico 24 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar ed., 2009.

MACHADO, Gilmara de Kássia; DIAS, Reinaldo. Patrimônio cultural e turismo: educação, transformação e desenvolvimento local. Patrimônio: Lazer & Turismo, v. 6, n. 8, p. 1-11, out./nov./dez. 2009. Disponível em: http://www.unisantos.br/pos/revista patrimônio/ pdf/Artigo1_v6_n8_out_nov_dez2009_Patrimonio_UniSantos.pdf. Acesso em 20 ago. 2015.

MARTELETO, Regina Maria. Cultura informacional: construindo o objeto informação pelo emprego dos conceitos de imaginário, instituição e campo social. Ciência da Informação, v. 24, n. 1, 1995. Disponível em: file:///H:/Docum ents%20and% 20Settings/Con vidado /Meus%20documentos/Downloads/535-1163-1-PB.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

MARTINS, Carlos Wellington Soares. Política cultural, democracia e participação popular: o segmento Livro, Leitura e Literatura na construção do Plano Municipal de Cultura de São Luís – MA. Políticas Culturais em Revista, v. 1, n. 7, p. 155-171, 2014. Disponível em: file:///H:/Documents%20and%20Settings/Convidado/Meus%20documentos/Downloads/1 0561-34638-1-PB.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

MORAES, Ellen Cristiane Albacete de. Homem, cultura e sociedade cultura: um conceito antropológico. Conteúdo Jurídico, Brasilia, DF, nov. 2011. Disponivel em: http://www.conteudojuridico.com.br/?artigos&ver=2.33970&seo=1. Acesso em: 20 ago. 2015.

MUNHOZ, Deise. O bibliotecário enquanto agente cultural: promovendo a leitura por meio de ações recreativas. Biblos, Rio Grande, v. 1, n. 1, p. 9-16, 2010. Disponível em: www.brapci.ufpr.br/download.php?dd0=12365. Acesso em: 20 ago. 2015.

ORTEGA, Cristina Dotta. Relações históricas entre Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v. 5, n. 5, out. 2004. Disponível em: http://www.dgz.org.br/out04/Art_03.htm. Acesso em: 20 ago. 2015.

RIBEIRO, Alexsander. Bibliotecas públicas do Brasil: um novo olhar. Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, v. 27, n. 1, p. 55-69, jan./jun. 2013. Disponível em: file:///H:/Documents%20and%20Settings/Convidado/Meus%20docu mentos/Downlo ads/3544-11154-1-PB.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

SANTA ANNA, Jorge; GREGÓRIO, Elaine; GERLIN, Meri Nádia Marques. Atuação bibliotecária além da biblioteca. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.19, n.1, p. 77-88, jan./jun., 2014. Disponível em: file:///H:/Documents%20and%20Settings/Convidado/Meus%20d ocume ntos/Downloads/953-4415-1-PB%20(5).pdf. Acesso em: 17 ago. 2015.

SILVA, M. A. P.; SOUZA L. M. S.; MORAES, L. S. Biblioteca e ação cultural: apontamentos conceituais a partir da experiência na Universidade Federal de São Carlos. 2008. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/viewFile/418/339. Acesso em: 2 ago. 2000.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da. Biblioteca pública e identidade: percepções intersubjetivas enraizadas em torno da Luiz de Bessa. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 19, número especial, p.128-150, out./dez. 2014. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/viewFile/2283/1474. Acesso em: 17 ago. 2015.

SOUZA, Anita Helena Vieira de; SANTOS, Valdir Rodrigues dos. Educação para o patrimônio: mediação cultural na perspectiva dos museus e bibliotecas: uma experiência intersisciplinar na ciência da informação. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, v. 2, n. 2, 2012. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/moci/article/vie w/2234. Acesso em: 20 ago. 2015.

SUAIDEN. Emir José. A biblioteca pública no contexto da sociedade da informação. Ci. Inf., Brasília, v. 29, n. 2, p. 52-60, maio/ago. 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v29n2/a07v29n2.pdf. Acesso em: 20 ago. 2015.

WILLIAMS, Raymond. Marxismo e literatura. Rio de Janeiro: Zahar, 1977.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2017 Jorge Santa Anna

Downloads

Não há dados estatísticos.