Análise do padrão RDA: um estudo aplicado em teses e dissertações em literatura e cinema

Raquel Bernadete Machado, Ana Maria Pereira

Resumo


O Resource Description and Access (RDA) é a nova diretriz para a catalogação desenvolvida para substituir o Código de Catalogação Anglo-Americano, segunda edição (AACR2), com a finalidade de melhorar a recuperação da informação. Nesse sentido, a presente pesquisa objetiva analisar como os registros bibliográficos de teses e dissertações das áreas de literatura e cinema serão modificados com os padrões do código RDA. A pesquisa caracteriza-se como qualitativa aplicada de caráter exploratório e descritivo, e utiliza como método o estudo de caso. Os resultados do estudo apontaram que a descrição bibliográfica apresenta modificações significativas correspondentes ao formato, conteúdo e mídia de um recurso. Com base na análise dos registros e dos resultados obtidos, pode-se concluir que o catalogador precisa despender mais atenção, conhecimento e tempo na sua prática, o que sugere a esse profissional a necessidade de educação continuada.


Palavras-chave


Regras de catalogação. Representação da informação. Registro bibliográfico. Tese e dissertação.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH XML

Referências


ALMENDRA, G.; GOMES, J. N.; TOLENTINO, V. de S. A análise do grupo 1 dos FRBRs na obra Gabriela, cravo e canela. In: ENCONTRO NACIONAL DE CATALOGADORES, 1.; ENCONTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CATALOGAÇÃO, 3., 2012, Rio de Janeiro. [Trabalhos publicados]... Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2015.

ASSUMPÇÃO, F. S.; SANTOS, P. L. V. A. C. Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolvimento do novo padrão para a descrição de recursos e acesso. In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNESP, 21., 2009, São José do Rio Preto. Trabalhos... São Paulo: UNESP, 2009. Disponível em: . Acesso em: 30 jan. 2015.

______. A utilização do Resource Description and Access (RDA) na criação de registros de autoridade para pessoas, famílias e entidades coletivas. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 18, n. 37, p. 203-226, maio/ago. 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p203. Acesso em: 30 jan. 2015.

CÓDIGO de Catalogação Anglo-Americano. 2. ed. São Paulo: Febab, 2005. 2 v.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em ciências sociais. 13. ed. Rio de Janeiro: Record, 2013.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Study Group on the Functional Requirements for Bibliographic Records. Functional requirements for bibliographic records: final report. 2009. Disponível em: http://www.ifla.org/files/assets/cataloguing/frbr/frbr_2008.pdf. Acesso em: 10 dez. 2013.

LE BOEUF, P.; TILLETT, B.; RIVA, P. O admirável mundo novo do FRBR. 2007. Disponível em: http://www.imeicc5.com/download/portuguese/Presentations2c_BraveNewFRBRWorld(PR)_Port.pdf. Acesso em: 3 mar. 2013.

MAXWELL, R. L. FRBR: a guide for the perplexed. Chicago: American Library Association, 2008.

MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Catalogação no plural. Brasília: Briquet de Lemos, 2009.

MORENO, F. P.; MEDEIROS, M. B. B. Requisitos funcionais para registros bibliográficos – FRBR: um estudo no catálogo da rede bibliodata. R. Ibero-Americ. Ci. Inf., Brasília, v. 1, n. 1, p. 137-158, jan./jun. 2008.

MÜLLER, A. Além da literatura, aquém do cinema? Considerações sobre a intermidialidade. Outra Travessia, Florianópolis, n. 7, p. 47-53, 2008. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/Outra/article/view/11974/11239. Acesso em: 20 out. 2014.

OLIVER, C. Introdução à RDA: um guia básico. Brasília: Briquet de Lemos, 2011.

PICCO, P.; ORTIZ REPISO, V. RDA, el nuevo código de catalogación: cambios y desafíos para su aplicación. Revista Española de Documentación Científica, Madrid, v. 35, n. 1, p. 145-173, ene./mar. 2012.

RDA Toolkit: Resource Description & Access. 2010. Disponível em: http://access.rdatoolkit.org/. Acesso em: 16 mar. 2015.

SANTANA CHAVARRIA, E. Aplicación de RDA en la Biblioteca Nacional de México: avances y perspectivas. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE CATALOGADORES, 9.; ENCONTRO NACIONAL DE CATALOGADORES, 2., 2013, Rio de Janeiro. [Trabalhos publicados]... Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 2013. Disponível em: http://www.enacat.ufscar.br/index.php/eic-enacat/eic-enacat. Acesso em: 24 mar. 2015.

TILLETT, B. Requisitos funcionais para registros bibliográficos: o que é FRBR?: um modelo conceitual para o universo bibliográfico. Tradução: Lidia Alvarenga e Renato Rocha Souza. 2003. Disponível em: http://www.loc.gov/catdir/cpso/o-que-e-frbr.pdf. Acesso em: 15 ago. 2012.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. [Catálogo eletrônico]. Disponível em: http://150.162.1.90/pergamum/biblioteca/index.php. Acesso em: 23 mar. 2015.




DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i1.8645396

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




Direitos autorais 2017 RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

(c) RDBCI: Rev. Digit. Bibliotecon. e Cienc. Inf. / RDBCI : Digit. J. Libr. and Inf. Sci., Campinas (SP) - ISSN 1678-765X.