A construção de um programa de letramento informacional e arte educação

Palavras-chave: Letramento Informacional. Multiletramento. Arte Educação.

Resumo

Analisa a interligação dos conteúdos de letramento informacional aos conteúdos de Arte no ensino médio por meio de pesquisa descritiva realizada com arte-educadores da secretaria de educação do Distrito Federal, regional de ensino do Recanto das Emas. Os docentes pesquisados participaram de curso básico de formação em letramento informacional com intuito de subsidiar a etapa posterior que consistiu em responderem rodadas de questionários intercaladas por feedbacks. O estudo utilizou o método Delphi, os instrumentos de pesquisa foram questionários estruturados com perguntas fechadas e abertas. Os resultados revelaram a viabilidade de aplicação da proposta, apesar dos desafios a serem superados, relacionados principalmente à incipiência na formação em letramento informacional dos docentes em geral, à deficitária infraestrutura das escolas e à organização curricular vigente.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alexandra César Zinn, Universidade de Brasília
Mestranda em Ciência da Informação na Universidade de Brasília - PPGCinf/UnB
Kelley Cristine Gonçalves Dias Gasque, Universidade de Brasília
Doutora em Ciência da Informação na Universidade de Brasília - PPGCinf/UnB

Referências

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS; ASSOCIATION FOR EDUCATIONAL COMMUNICATIONS. Information power: Building partnerships for learning. American Library Association, 1998.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: Uma perspectiva cognitiva, Lisboa: Plátano, 2003.

BARBOSA, Ana Mae. Utópicos, Tópicos. Belo Horizonte: C/Arte, 1998.

BERNARDINO, Maria Cleide Rodrigues; SUAIDEN, Emir José. O papel social da biblioteca pública na interação entre informação e conhecimento no contexto da ciência da informação. Perspectivas em ciência da informação, v. 16, n. 4, p. 29-41, 2011. Disponível em : <http://www.scielo.br/pdf/pci/v16n4/v16n4a04>. Acesso em: 11 mai 2016.

BEVILAQUA, Raquel. Novos estudos do letramento e multiletramentos: divergências e confluências. REVLET– REVISTA VIRTUAL DE LETRAS, v. 5, n. 01, 2013.

BHATTACHERJEE, Anol. Social Science Research: Principles, and Practices. Flórida: Textbooks Collection, 2012. Disponível em: <http://scholarcommons.usf.edu

/oa_textbooks/3> Acesso em: 16 jun. 2014.

BRASIL. Lei nº 12.244/ 2010: Universalização das bibliotecas nas instituições de ensino do País de 24 de maio de 2010. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12244.htm > Acesso em : 7 mar. 2016.

BRASIL. Lei nº 13.278/2016: Diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte de 2 de maio de 2016. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Lei/L13278.htm> Acesso em : 7 mar. 2016.

CAMPELLO, Bernadete. O movimento da competência informacional: uma perspectiva para o letramento informacional. Ciência da Informação, Brasília, v.2, n.3, p.28-37, set./dez. 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v32n3/1902 1.pdf>. Acesso em: 26 de dez. 2015.

CAMPELLO, Bernadete Santos. Perspectivas de letramento informacional no Brasil: práticas educativas de bibliotecários em escolas de ensino básico. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 15, n. 29, p. 184-208, 2010.

DEMO, Pedro. Política Social, educação e cidadania. Papirus, 1994.

DISTRITO FEDERAL. Secretaria de Educação. Currículo em movimento da Educação Básica: Ensino Médio. 2013.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Competência em Informação: Melhores práticas educacionais voltadas para a information literacy. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação, 21., 2005.Curitiba, Anais... Curitiba: Federação Brasileira de Associação de Bibliotecários, 2005. Disponível em: <http://eprints.rclis.org/6876/1/166_DUDZIAK_CBBD_2005b.pdf > Acesso em : 23 jun. 2014.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, Brasília, v. 32, n. 1, jan./abr. 2003

FERREIRA, Francisco. Os determinantes da desigualdade de renda no Brasil: luta de classes ou heterogeneidade educacional?. Pontifícia Universidade Católica de Rio de Janeiro, Departamento de Economia, 2000.

FIALHO, Janaina. Experiência com estudantes do ensino médio através da pesquisa escolar orientada. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.18, n.1, p.15-25, Jan./Mar. 2013.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. 3.ed. Porto Alegre, RS: Artmed, 2009. 405p.

GASQUE, Kelley Cristine G. D. Letramento informacional: pesquisa, reflexão e aprendizagem. Brasília: FCI/UNB, 2012. 178p. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/13025/1/LIVRO_Letramento_Informacional.pdf>. Acesso em: 25 mar. 2014.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias; TESCAROLO, Ricardo. Desafios para implementar o letramento informacional na educação básica. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 1, p. 41-56, abr. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/edur/v26n1/03.pdf>. Acesso em: 22 maio 2015.

HARRIS, Benjamin. Communities as necessity in information literacy development: challenging the standards. The Journal of Academic Librarianship, v.34, n. 3, p.248-255, mai 2008. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/

article/pii/S0099133308000402>. Acesso em: 22 mai. 2014

JUMONVILLE, Anne. The role of faculty autonomy in a course-integrated information literacy program. Reference Services Review, v. 42, n. 4, p. 536-551, 2014.

KAUARK, Fabiana; MANHÃES, Fernanda Castro; MEDEIROS, Carlos Henrique. Metodologia da pesquisa: guia prático. Itabuna: Via Litterarum, 2010. 88p.

KOVALIK, Cindy L.; YUTZEY, Susan D.; PLAZA, Laura M. Assessing change in high school student information literacy: using the tool for real-time assessment of information literazy skills. Contemporary Issues in Education Research, v.5, n.3, 2012. Disponível em:<http://search.proquest.com/docview/141850482/fulltextPDF/EAEF22F66AAF44CPQ/1?accountid=26646. Acesso em: 05 Set. 2015.

LIMA, Alberto José Ferreira de. Letramento digital e letramento informacional na literatura nacional e internacional em língua inglesa. 2012. 204 f. Dissertação (mestrado em Educação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2012.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed.34, 2000.

MACKLIN, Alexius Smith; FOSMIRE, Michael. A blueprint for progress: Collaborating with faculty to integrate information literacy into the curriculum at Purdue University. Resource sharing & information networks, v. 17, n. 1-2, p. 43-56, 2005. Disponível em: <http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1300/J121v17n01_05#.V1V4Cc6cF0s> Acesso em: 06 jun. 2016.

MATA, Marta Leandro da. A inserção da Competência Informacional nos currículos dos cursos de Biblioteconomia no Brasil e nos cursos de Informação e Documentação da Espanha. 197fl. Tese. (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, SP, 2014.Disponível em: <http://www.marilia.unesp.br/Home/PosGraduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/mata_ml_do_mar.pdf> Acesso em: 29 mar. 2015.

PERES, Mônica Regina. Competência informacional: educação e sociedade. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, v. 4, n. 1, 2012. Disponível em: < http://www.periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/6159/5079 >. Acesso em: 19 de fev. 2015.

RODRIGUES, Rubson Marques. A escola e a desigualdade. Educativa, v.12, n.2, p. 371-375, 2009. Disponível em: <http://mosaico.ucg.br/index.php/educativa/

article/viewFile/918/654> Acesso em: 13 jun. 2014.

ROJO, Roxane. Letramentos múltiplos, escola e inclusão social. São Paulo: Parábola Editorial, p. 128, 2009.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo. Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola, 2012.

SEKARAN, Uma. Research methods for business: a skill-building approach. 4.ed. Nova Iorque: John Wiley & Sons, 2003.

SOARES, J. F. O efeito da escola no desempenho cognitivo de seus alunos. Revista Electrónica Iberoamericana sobre Calid, Eficácia y Cambio en Educación, Madrid, v. 2, n. 2, p. 83-104, 2004. Disponível em: <https://repositorio.uam.es/handle/10486/660750>. Acesso em: 10 mar. 2016.

THOMPSON, Miles. Considering the implication of variation within Delphi Research. Family Practice, Oxford, UK, v.26, p. 420-424, 2009. Disponível em: <http://fampra.oxfordjournals.org/content/26/5/420.full >. Acesso em: 7 maio 2015.

WRIGHT, J. T. C.; GIOVINAZZO, R. A. Delphi: uma Ferramenta de apoio ao planejamento prospectivo. Cadernos de Pesquisa em Administração, São Paulo, v.1,n.12, p.54-65, 2000. Disponível em: <http://www. iea. usp. br/iea/tematicas/futuro/projeto/delphi. pdf.>. Acesso em: 14 jun. 2015.

WRIGHT, James TC. A técnica Delphi: Uma ferramenta útil para o planejamento do Brasil. III Encontro Brasileiro de Planejamento Empresarial - “Como Planejar 86”, v. 86, p. 199-207, 1985.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Penso Editora, 2015.

Publicado
2017-01-31
Como Citar
Zinn, A. C., & Gasque, K. C. G. D. (2017). A construção de um programa de letramento informacional e arte educação. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 15(1), 171-188. https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i1.8646067