Banner Portal
Internacionalização da produção científica do Brasil em Física de Altas Energias (1983-2013)
PORTUGUÊS
ENGLISH
XML

Arquivos suplementares

Declaração de originalidade

Palavras-chave

Produção Científica. Internacionalização. Bibliometria. Física de Altas Energias

Como Citar

ALVAREZ, Gonzalo Rubén; CAREGNATO, Sônia Elisa. Internacionalização da produção científica do Brasil em Física de Altas Energias (1983-2013). RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 37–52, 2017. DOI: 10.20396/rdbci.v15i1.8646321. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8646321. Acesso em: 17 abr. 2024.

Resumo

Este estudo bibliométrico analisa as dimensões da internacionalização da produção científica brasileira em Física de Altas Energias (FAE) a partir dos artigos publicados em revistas indexadas pela Web of Science (WoS) no período de 1983-2013. Com base na classificação proposta pelo Manual de Santiago da Red de Indicadores de Ciencia y Tecnologia Iberoamericana e Interamericana (RICYT), a internacionalização do Brasil em FAE é estimada através de Indicadores de Difusão, Colaboração e Impacto Internacional. Os indicadores de Difusão Internacional revelam a preferência pela publicação em periódicos estrangeiros de língua inglesa. A totalidade dos artigos analisados foi veiculada em 35 revistas de 11 países diferentes. Os indicadores de Colaboração Internacional mostram a prevalência da coautoria em FAE visto que 49,07% dos artigos foram assinados por mais de um país. Os indicadores de Impacto Internacional destacam o peso das publicações em periódicos estrangeiros de língua inglesa dentre os citantes. Os documentos citantes internacionais representam 87,78% do total, com destaque para os assinados por autores dos Estados Unidos. Os indicadores de internacionalização utilizados desvelam o perfil científico internacional da FAE no Brasil, acompanhando o padrão característico da área na esfera global.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i1.8646321
PORTUGUÊS
ENGLISH
XML

Referências

AGÊNCIA BRASILEIRA DE COOPERAÇÃO. Acordos vigentes. Brasília, DF: ABC, 2015. Disponível em: http://www.abc.gov.br/CooperacaoTecnica/AcordosVigentes. Acesso em: 13 jul. 2015.

AMAN, V. The potential of preprints to accelerate scholarly communication: a bibliometric analysis based on selected journals. arXiv preprint arXiv:1306.4856, 2013. Disponível em: http://arxiv.org/abs/1306.4856. Acesso em: 16 set. 2015.

BRAUN, T. et al. International co-authorship patterns in physics and its subfields, 1981-1985. Scientometrics, Amsterdam, v. 24. n. 2, 181-200, 1992.

CALERO, A. I. B. La colaboración e la visibilidad en las disciplinas de Física en Science Citation Index y arXiv (2000-2005). 2009. 476 f. Tese (Doutorado) - Universidad Carlos III de Madrid, Departamento de Biblioteconomía y Documentación, Getafe, 2009.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Documento de área 2013. Brasília, DF: CAPES, 2013a. Disponível em: http://www.capes.

gov.br/images/stories/download/avaliacaotrienal/Docs_de_area/Astronomia_Fisica_ATT27SET.pdf. Acesso em: 29 jun. 2015.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Relatório de avaliação 2010-2012 Trienal 2013. Brasília, DF: CAPES, 2013b. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4652-astronomiafisica. Acesso em: 24 ago. 2015.

CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS. Plano Diretor do CBPF 2011-2015. Rio de Janeiro: CBPF, 2011. Disponível em: http://portal.cbpf.br/attachments/o_cbpf

/pdfs/PlanoDiretor.pdf. Acesso em: 23 nov. 2015.

CHAVES, A. et al. Física para um Brasil Competitivo. Brasília, DF: SBF, 2007.

DUARTE, R. P. Cooperação Internacional para o Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia: a participação brasileira na Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN). Journal of Technology Management & Innovation, v. 3, n. 4, p. 133-151, 2008.

KRAUSE, J.; LINDQVIST, C. M.; MELE, S. Quantitative study of the geographical distribution of the authorship of High-Energy Physics journals. CERN-OPEN-2007-014, 2007. Disponível em: http://cds.cern.ch/record/1033099/files/cer002691702.pdf?origin

=publication_detail. Acesso em: 22 dez. 2015.

KRETSCHMER, H.; ROUSSEAU, R. Author inflation leads to a breakdown of Lotka’s law. Journal of the American Society for Information Science and Technology, New York, v. 52, n. 8, p. 610-614, 2001.

LEHMANN, S.; LAUTRUP, B.; JACKSON, A. D. Citation Networks in High Energy Physics. Physical Review E, v. 68, n. 2, 2003.

LEITE, P.; MUGNAINI, R.; LETA, J. A new indicator for international visibility: exploring Brazilian scientific community. Scientometrics, Amsterdam, v. 88, n. 1, p. 311-319, 2011.

LETA, J.; CRUZ, C. H. de B. A produção científica brasileira. In: VIOTTI, E. B.; MACEDO, M. M. Indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. Campinas: Ed. Unicamp. 2003. p. 121-168.

LETA, J.; THIJS, B.; GLÄNZEL, W. A macro-level study of science in Brazil: seven years later. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 18, n. 36, p. 51-66, jan./abr. 2013.

MELE, S. et al. Quantitative analysis of the publishing landscape in High-Energy Physics. Journal of High Energy Physics, v. 12, p. 1-25, 2006.

RED DE INDICADORES DE CIENCIA Y TECNOLOGÍA IBEROAMERICANA E INTERAMERICANA. Manual de indicadores de internacionalización de la ciencia y la tecnología. Buenos Aires: RICYT, 2007. Disponível em: http://www.oei.es/salactsi/manual

_santiago.pdf. Acesso em: 16 maio 2016.

SANTIN, D. M.; VANZ, S. A. de S; STUMPF, I. R. C. Internacionalização da produção científica em Ciências Biológicas da UFRGS: 2000-2011. TransInformação, Campinas, v. 27, n. 3, p. 209-218, set./dez., 2015.

SHELLARD, R. C. Física de Altas Energias no Brasil. Tlaxcala: CBPF, 2011.

VAN RAAN, A. F. J. Science as an international enterprise. Science and Public Policy, v. 24, n. 5, p. 290-300, 1997.

VANZ, S. A. de S. As redes de colaboração científica no Brasil: (2004-2006). 2009. 204 f. Tese (Doutorado)-Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, Porto Alegre, 2009.

VANZ, S. A. de S; STUMPF, I. R. C. Colaboração científica: revisão teórico conceitual. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 2, p. 42-55, maio./ago. 2010.

WANG, S.; WANG, H.; WELDON, P. R. Bibliometric analysis of English-language academic journals of China and their internationalization. Scientometrics, v. 73, n. 3, p. 331-343, 2007.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.