Internacionalização da produção científica do Brasil em Física de Altas Energias (1983-2013)

Palavras-chave: Produção Científica. Internacionalização. Bibliometria. Física de Altas Energias

Resumo

Este estudo bibliométrico analisa as dimensões da internacionalização da produção científica brasileira em Física de Altas Energias (FAE) a partir dos artigos publicados em revistas indexadas pela Web of Science (WoS) no período de 1983-2013. Com base na classificação proposta pelo Manual de Santiago da Red de Indicadores de Ciencia y Tecnologia Iberoamericana e Interamericana (RICYT), a internacionalização do Brasil em FAE é estimada através de Indicadores de Difusão, Colaboração e Impacto Internacional. Os indicadores de Difusão Internacional revelam a preferência pela publicação em periódicos estrangeiros de língua inglesa. A totalidade dos artigos analisados foi veiculada em 35 revistas de 11 países diferentes. Os indicadores de Colaboração Internacional mostram a prevalência da coautoria em FAE visto que 49,07% dos artigos foram assinados por mais de um país. Os indicadores de Impacto Internacional destacam o peso das publicações em periódicos estrangeiros de língua inglesa dentre os citantes. Os documentos citantes internacionais representam 87,78% do total, com destaque para os assinados por autores dos Estados Unidos. Os indicadores de internacionalização utilizados desvelam o perfil científico internacional da FAE no Brasil, acompanhando o padrão característico da área na esfera global.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gonzalo Rubén Alvarez, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Ciência da Comunicação e Informação pelo PPGCOM/UFRGS. Bacharel em Biblioteconomia pela FABICO/UFRGS.

Sônia Elisa Caregnato, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Information Studies pela University of Sheffield, Inglaterra. Professora Associada do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

AGÊNCIA BRASILEIRA DE COOPERAÇÃO. Acordos vigentes. Brasília, DF: ABC, 2015. Disponível em: http://www.abc.gov.br/CooperacaoTecnica/AcordosVigentes. Acesso em: 13 jul. 2015.

AMAN, V. The potential of preprints to accelerate scholarly communication: a bibliometric analysis based on selected journals. arXiv preprint arXiv:1306.4856, 2013. Disponível em: http://arxiv.org/abs/1306.4856. Acesso em: 16 set. 2015.

BRAUN, T. et al. International co-authorship patterns in physics and its subfields, 1981-1985. Scientometrics, Amsterdam, v. 24. n. 2, 181-200, 1992.

CALERO, A. I. B. La colaboración e la visibilidad en las disciplinas de Física en Science Citation Index y arXiv (2000-2005). 2009. 476 f. Tese (Doutorado) - Universidad Carlos III de Madrid, Departamento de Biblioteconomía y Documentación, Getafe, 2009.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Documento de área 2013. Brasília, DF: CAPES, 2013a. Disponível em: http://www.capes.

gov.br/images/stories/download/avaliacaotrienal/Docs_de_area/Astronomia_Fisica_ATT27SET.pdf. Acesso em: 29 jun. 2015.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Relatório de avaliação 2010-2012 Trienal 2013. Brasília, DF: CAPES, 2013b. Disponível em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4652-astronomiafisica. Acesso em: 24 ago. 2015.

CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS. Plano Diretor do CBPF 2011-2015. Rio de Janeiro: CBPF, 2011. Disponível em: http://portal.cbpf.br/attachments/o_cbpf

/pdfs/PlanoDiretor.pdf. Acesso em: 23 nov. 2015.

CHAVES, A. et al. Física para um Brasil Competitivo. Brasília, DF: SBF, 2007.

DUARTE, R. P. Cooperação Internacional para o Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia: a participação brasileira na Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN). Journal of Technology Management & Innovation, v. 3, n. 4, p. 133-151, 2008.

KRAUSE, J.; LINDQVIST, C. M.; MELE, S. Quantitative study of the geographical distribution of the authorship of High-Energy Physics journals. CERN-OPEN-2007-014, 2007. Disponível em: http://cds.cern.ch/record/1033099/files/cer002691702.pdf?origin

=publication_detail. Acesso em: 22 dez. 2015.

KRETSCHMER, H.; ROUSSEAU, R. Author inflation leads to a breakdown of Lotka’s law. Journal of the American Society for Information Science and Technology, New York, v. 52, n. 8, p. 610-614, 2001.

LEHMANN, S.; LAUTRUP, B.; JACKSON, A. D. Citation Networks in High Energy Physics. Physical Review E, v. 68, n. 2, 2003.

LEITE, P.; MUGNAINI, R.; LETA, J. A new indicator for international visibility: exploring Brazilian scientific community. Scientometrics, Amsterdam, v. 88, n. 1, p. 311-319, 2011.

LETA, J.; CRUZ, C. H. de B. A produção científica brasileira. In: VIOTTI, E. B.; MACEDO, M. M. Indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. Campinas: Ed. Unicamp. 2003. p. 121-168.

LETA, J.; THIJS, B.; GLÄNZEL, W. A macro-level study of science in Brazil: seven years later. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 18, n. 36, p. 51-66, jan./abr. 2013.

MELE, S. et al. Quantitative analysis of the publishing landscape in High-Energy Physics. Journal of High Energy Physics, v. 12, p. 1-25, 2006.

RED DE INDICADORES DE CIENCIA Y TECNOLOGÍA IBEROAMERICANA E INTERAMERICANA. Manual de indicadores de internacionalización de la ciencia y la tecnología. Buenos Aires: RICYT, 2007. Disponível em: http://www.oei.es/salactsi/manual

_santiago.pdf. Acesso em: 16 maio 2016.

SANTIN, D. M.; VANZ, S. A. de S; STUMPF, I. R. C. Internacionalização da produção científica em Ciências Biológicas da UFRGS: 2000-2011. TransInformação, Campinas, v. 27, n. 3, p. 209-218, set./dez., 2015.

SHELLARD, R. C. Física de Altas Energias no Brasil. Tlaxcala: CBPF, 2011.

VAN RAAN, A. F. J. Science as an international enterprise. Science and Public Policy, v. 24, n. 5, p. 290-300, 1997.

VANZ, S. A. de S. As redes de colaboração científica no Brasil: (2004-2006). 2009. 204 f. Tese (Doutorado)-Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, Porto Alegre, 2009.

VANZ, S. A. de S; STUMPF, I. R. C. Colaboração científica: revisão teórico conceitual. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 2, p. 42-55, maio./ago. 2010.

WANG, S.; WANG, H.; WELDON, P. R. Bibliometric analysis of English-language academic journals of China and their internationalization. Scientometrics, v. 73, n. 3, p. 331-343, 2007.

Publicado
2017-01-31
Como Citar
Alvarez, G. R., & Caregnato, S. E. (2017). Internacionalização da produção científica do Brasil em Física de Altas Energias (1983-2013). RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 15(1), 37-52. https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i1.8646321