Aplicabilidade da Competência em Informação e da Organização do Conhecimento no processo de Gestão da Informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v15i3.8649647

Palavras-chave:

Gestão da informação. Competência em informação. gestão do conhecimento. organização e representação do conhecimento.

Resumo

No atual contexto de produção e acesso da informação, as organizações precisam saber tratar as informações obtidas, seja por meio digital ou analógico. A fim de tratar as informações, existe um processo conhecido como gestão da informação, responsável pela coleta, processamento, armazenagem e disseminação. Defende-se que as etapas desta gestão podem ser norteadas pela competência em informação e pela organização do conhecimento. Portanto apresentam-se os seguintes questionamentos: qual a importância da competência em informação e da organização do conhecimento na gestão da informação?  Como as técnicas de organização do conhecimento e a competência em informação contribuem para gestão da informação? O objetivo é refletir sobre a importância da competência em informação e da gestão do conhecimento para o desenvolvimento da gestão da informação inteligente, que atenda as necessidades das organizações contemporâneas. Esse trabalho se justifica por inter-relacionar os temas organização do conhecimento, gestão da informação e competência em informação e sua contribuição para as organizações, caracterizando-se como tema interdisciplinar.  As discussões apresentam a inter-relação entre organização do conhecimento, competência em informação e organização do conhecimento a fim de melhorar os processos organizacionais. Como considerações finais defende-se que os três temas propostos contribuem com a aplicação e melhoria da gestão da informação a fim de que os indivíduos construam conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Selma Leticia Capinzaiki Ottonicar, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda do de partamento de Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - UNESP Marília

Beatriz Rosa Pinheiro dos Santos, Universidade Estadual Paulista

Mestranda do departamento de Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - UNESP Marília

Isabela Santana de Moraes, Universidade Estadual Paulista

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) - Campus de Marília.

Referências

ACRL. First part of the draft framework for information literacy for higher education. Disponível em: http://acrl.ala.org/ilstandards/wp-content/uploads/2014/02/Framework-for-IL-for-HE-Draft-1-Part-1.pdf. Acesso em: 09 jan. 2017.

BARBOSA, Ricardo Rodrigues. Gestão da informação e do conhecimento: origens, polêmicas e perspectivas. Informação & Informação, Londrina, v. 13, nº especial, 2008. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1843. Acesso em: 19 abr. 2017.

BARITÉ, Mario. Organización del conocimiento: un nuevo marco teórico-conceptual en Bibliotecología y Documentación. In: CARRARA, Kester. (Org.). Educação, universidade e pesquisa. Marília: Unesp-Marília-Publicações, 2001. p.35-60.

BARITÉ, Mario. Sistemas de organización del conocimiento: uma tipologia actualizada. Informação & Informação, Londrina, v. 16, nº especial, p. 122-139, jan./jun. 2011.

BELLUZZO, Regina Celia Baptista. Construção de mapas: desenvolvendo competências em informação e comunicação. Bauru: Cá Entre Nós, 2007.

BELLUZZO, Regina Celia Baptista.; FERES, Glória Georges. Competência em informação, redes de conhecimento e as metas educativas para 2021: reflexões e inter-relações. In: BELLUZZO, Regina Celia Baptista.; FERES, Glória Georges. Redes de conhecimento e competência em informação: interfaces da gestão, mediação e uso da informação/organização. Rio de Janeiro: Interciência, 2015, p.1-35.

BRASCHER, Marisa.; CARLAN, Eliana. Sistemas de organização do conhecimento: antigas e novas linguagens. In: ROBREDO, Jaime.; BRASCHER, Marisa. (Org.). Passeios pelos bosques da informação: estudos sobre representação e organização da informação e do conhecimento. Brasília: IBICT, 2010. p. 147-176.

BRUCE, Christine. Information literacy programs and research: reflections on ‘Information literacy programs and research: An International review’. The Australian Library Journal, v.49, n.3, p.209-218, 2000. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/00049670.2011.10722653. Acesso em: 05 abr. 2017.

CAPURRO, Rafael. Epistemologia e ciência da informação. Tradução: Ana Maria Rezende Cabral, Eduardo Wense Dias, Isis Paim, Ligia Maria Moreira Dumont, Marta Pinheiro Aun e Mônica Erichsen Borges. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 5., 2003, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Escola de Ciência da Informação, UFMG, 2003.

CARVALHO, Lívia Ferreira de. Gestão da Informação em Micro e Pequenas Empresas: um estudo do arranjo produtivo local de confecção do vestuário de Jaraguá-GO. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v.2, n. esp, p. 57-72, out. 2012. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/index.php/pgc/article/view/12598/8018. Acesso em: 02 abr. 2017.

CHOO, Chun Wei. Information management for the intelligent organization: the art of scanning the environment. 2.ed. [s.l.: ASIS], 1998.

CHOO, Chun Wei. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Senac, 2003.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Information literacy: princípios, filosofias e práticas. Ciência da Informação, Brasília, v.32, n.1, p. 23-35, jan./abr. 2003. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/123/104. Acesso em: 12 fev. 2017.

GARCÍA JIMÉNEZ, Antonio. Instrumentos de representación del conocimiento: tesauros versus ontologias. Anales de Documentación, n.7, p. 79-95, 2004. Disponível em: http://revistas.um.es/analesdoc/article/view/1691/1741. Acesso em: 12 abr. 2017.

HJORLAND, B. Fundamentals of knowledge organization. Knowledge Organization, v. 30, n. 2, p. 87-111, 2003.

HJORLAND, B. What is knowledge organization (KO)? Knowledge Organization, v. 35, n. 2/3, p.86-101, 2008.

LARA, Marilda Lopes Ginez de.; TÁLAMO, Maria Fátima Gonçalves. Uma experiência na interface Linguística Documentária e Terminologia. DataGramaZero, v.8, n.5, out. 2007. Disponível em: http://basessibi.c3sl.ufpr.br/brapci/index.php/article/view/0000007759/d50ccddef59b7aa3edfacdffce8228ee. Acesso em: 02 fev. 2017.

McGEE, James.; PRUSAK, Laurence. Gerenciamento estratégico da informação: aumente a competitividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como uma ferramenta estratégica. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

OLIVEIRA, Joelma de Souza Passos de. A gestão da informação como suporte ao processo de tomada de decisão em uma instituição pública de ensino superior: um estudo de caso. 163f. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação) – Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2010.

OTTONICAR, Selma Letícia Capinzaiki. Análise teórico-descritiva da competência em informação de gestores como fator de competitividade das indústrias de eletroeletrônicos da cidade de Garça/SP. 272f. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Estadual Paulista – Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 2016.

PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro. Ciência da Informação: desdobramentos disciplinares, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade. Rio de Janeiro: IBICT/MCT, 2002.

PONJUÁN DANTE, Gloria. Gestión de información: dimensiones e implementación para el éxito organizacional. Gijón: Trea, 2007.

REGINATO, Carlos Eduardo Roehe.; GRACIOLI, Odacir Deonísio. Gerenciamento estratégico da informação por meio da utilização da inteligência competitiva e da gestão do conhecimento – um estudo à indústria moveleira do RS. Gest. Prod, São Carlos, v.19 n.4, p. 705-716, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gp/v19n4/a04v19n4.pdf. Acesso em: 02 abr. 2017.

SCHIESSL, Marcelo.; SHINTAKU, Milton. Sistemas de Organização do conhecimento. In: ALVARES, Lilian (Org.). Organização da informação e do conhecimento: conceitos, subsídios interdisciplinares e aplicações. São Paulo: B4 editores, 2012, p. 49-118.

SILVA, Teresinha Elisabeth da.; TOMAÉL, Maria Inês. A gestão da informação nas organizações. Informação & Informação, v.12, n.2, jul./dez. 2007. Disponível em: www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/download/1806/1540. Acesso em: 19 abr. 2017.

SOUZA, Renato Rocha.; TUDHOPE, Douglas.; ALMEIDA, Maurício Barcellos. Towards a taxonomy of KOS: dimensions for classifying knowledge organization systems. Knowledge Organization, v. 39, n. 3, p. 179-192, 2012. Disponível em: http://mba.eci.ufmg.br/downloads/Souza_Tudhope_Almeida__KOS_Taxonomy.Submitted.pdf. Acesso em: 17 fev. 2017.

Publicado

2017-07-25

Como Citar

OTTONICAR, S. L. C.; SANTOS, B. R. P. dos; MORAES, I. S. de. Aplicabilidade da Competência em Informação e da Organização do Conhecimento no processo de Gestão da Informação. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 15, n. 3, p. 629–646, 2017. DOI: 10.20396/rdbci.v15i3.8649647. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8649647. Acesso em: 6 dez. 2021.