Banner Portal
Aspectos epistemológicos da ciência da informação e o comportamento informacional
PORTUGUES
INGLES
XML

Palavras-chave

Ciência da informação
Estudo de uso
Estudo de usuários
Comportamento infomacional

Como Citar

SANTA ANNA, Jorge. Aspectos epistemológicos da ciência da informação e o comportamento informacional : diálogos com Borko, Le Coadic e Saracevic. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 344–364, 2018. DOI: 10.20396/rdbci.v16i2.8649807. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8649807. Acesso em: 14 abr. 2024.

Resumo

Os estudos sobre usuários e seus comportamentos no que tange à busca por informação tem demonstrado o quanto o aspecto humano-social tem sido valorizado pelas ciências, sobretudo na Ciência da Informação. Portanto, apresenta-se pesquisa preliminar, cujo objetivo é discorrer alguns aspectos epistemológicos da Ciência da Informação, bem como os estudos do comportamento informacional, tendo como base teórica as reflexões apresentadas por Borko, Le Coadic e Saracevic. Por meio de pesquisa descritiva e bibliográfica de abordagem dedutiva, confirmou-se que a Ciência da Informação estuda o objeto informação e os procedimentos para coleta, armazenagem e uso desse recurso, caracterizando-se como uma ciência interdisciplinar, influenciada pelas tecnologias da informação e comunicação, cujas origens desse campo científico remetem aos reflexos do desenvolvimento científico e tecnológico do século XX. Além disso, concluiu-se que os estudos das necessidades e do uso da informação, com foco no usuário, viabiliza a importância do ser humano, como principal elemento do processo informacional, sendo que os estudos vêm se aperfeiçoando, em que são investigadas questões comportamentais quanto ao uso dos recursos, produtos, serviços e sistemas de informação.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v16i2.8649807
PORTUGUES
INGLES
XML

Referências

BATES, Marcia. Fundamental Forms of Information. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 57, n. 8, p. 1033–1045, 2006.

BORKO, Harold. Information Science: what is it? American Documentation, v. 19, n. 1, p. 3- 5, jan. 1968.

BUCKLAND, Michael. Information as thing. Journal of American Society for Information Science. n. 42, v.5, p. 351-360, 1991.

CAPURRO, Rafael. Hermeneutic sand the phenomenon of information. Research in Philosophyand Technology, v. 19, p. 79-85, 2000.

CENDÓN, Beatriz Valadares. Sistemas e redes de informação. In: OLIVEIRA, Marlene de (Coord.). Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG, 2005. p. 45-75.

FOX, Chris. Information and Misinformation: An Investigation of the Notions of Information, Misinformation, Informing, and Misinforming. In: FOX, Chris. Information and propositions. Westport: Greenwood, 1983. p. 74-108.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, Maria Nélida. Escopo e abrangência da Ciência da informação e a pós-graduação na área: anotações para uma reflexão. Transinformação, Campinas, v.15, n.1, p. 31-43, jan./abr. 2003. Disponível em: http://basessibi.c3sl.ufpr.br/brapci/v/a/173. Acesso em: 25 nov. 2016.

LANCASTER, Frederick Wilfrid. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

LE COADIC, Yves François. A ciência da informação. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004a.

LE COADIC, Yves François. Princípios científicos que direcionam a ciência e a tecnologia da informação digital. Transinformação, Campinas, v. 16, n. 3, p. 205-213, 2004b. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tinf/v16n3/01.pdf. Acesso em: 25 nov. 2016.

OLIVEIRA, Marlene de. Origens e evolução da Ciência da Informação. In: OLIVEIRA, Marlene de. (Coord.). Ciência da Informação e Biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG, 2005. p. 9-28.

RADAMÉS LINARES, Columbié. Ciencia de laInformación: su historia y epistemología. Bogotá, Colombia: Editorial Rojas Eberhard, 2005.

ROLIM, Elizabeth Almeida; CENDÓN, Beatriz Valadares. Modelos teóricos de estudos de usuários na ciência da informação. DataGramaZero, v. 14, n. 2, 2013. Disponível em: http://basessibi.c3sl.ufpr.br/brapci/v/a/11781. Acesso em: 24 nov. 2016.

SARACEVIC, Tefko. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun. 1996. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/article/download/11621. Acesso em: 17 mar. 2016.

SARACEVIC, Tefko. Information Science. Journal of the american society for information science, v. 50, n. 12, p. :1051-1063, 1999.

SARACEVIC, Tefko. Information Science. In: BATES, Marcia; MAACK, Mary Niles (Ed.). Encyclopedia of Library and Information Science. New York: Taylor & Francis, 2009. p. 2570-2586.

SHERA, Jesse. The sociological relation ships of information science. Journal of the American Society for information science, v. 22, n. 1, p. 76-80, mar./abr. 1971.

SILVA, Armando Malheiro da; RIBEIRO, Fernanda. Das ciências documentais à ciência da informação: ensaio epistemológico para um novo modelo curricular. 2, ed. Porto: Afrontamento, 2008.

SIQUEIRA, Jéssica Câmara. Biblioteconomia, documentação e ciência da informação: história, sociedade, tecnologia e pós-modernidade. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 15, n. 3, p. 52-66, set./dez. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v15n3/04.pdf. Acesso em: 17 mar. 2016.

TUOMAALA, Otto; JÄRVELIN, Kalervo; VAKKARI, Pertti. Evolution of Library and Information Science, 1965–2005: Content Analysis of Journal Articles. Journal of the association for information science and technology, v. 65, n. 7, p. 1446-1462, 2014.

VAKKARI, Pertti. Library and Information Science: Its Contentand Scope. In: GODDEN, Irene (Org.). Advances in librarianship. San Diego, 1994.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas, 2007.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.