Análise dos sistemas de busca de revistas científicas eletrônicas

Palavras-chave: Periódico científico, Arquitetura da informação, Sistema de busca, Acesso aberto

Resumo

Os sistemas de busca das revistas científicas eletrônicas consistem em aplicações de software com campos que o usuário pode preencher a fim de solicitar a recuperação de algum assunto. A presente pesquisa analisa a busca em três revistas de renome internacional Nature, Science e PLOS Biology. Para tanto, inicialmente apresenta-se breve revisão bibliográfica sobre o sistema de busca e seus componentes. A seguir, demonstra-se os resultados da análise. O método escolhido foi a inspeção por lista de verificação, realizada mediante sentenças teste descritas para esta pesquisa com base em autores de referência na área como Rosenfeld, Morville e Arango (2015), Kalbach (2009) e Garrett (2011). A verificação sistemática e aprofundada permitiu elencar os recursos aplicados à busca em revistas científicas de alta visibilidade. Por outro lado, foi possível identificar pontos onde algumas modificações trariam benefícios à experiência dos usuários das revistas. Além disso, por meio da comparação entre as três revistas, evidenciou-se as melhores soluções utilizadas em cada um dos mecanismos de busca. Considerando a importância das revistas para a comunicação científica, entende-se como relevantes estudos voltados à constante atualização de seus sistemas. A análise da busca contribui para o aprimoramento desses veículos de informação e, consequentemente, promove a visibilidade dos textos publicados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Paula Caroline Schifino Jardim Passos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Pesquisadora de Pós-Doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Sônia Elisa Caregnato, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professora Associada da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Referências

AGNER, L. Ergodesign e arquitetura de informação: trabalhando com o usuário. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Quartet, 2009.

BOAI15. Budapest Open Access Initiative (BOAI). 2017. Disponível em: http://www.budapestopenaccessinitiative.org/boai15-1. Acesso em: 5 jan. 2018.

DOWNEY, L.; BANERJEE, S. Building an Information Architecture checklist. Journal of Information Architecture, v. 2, n. 2, 2011. Disponível em: http://journalofia.org/volume2/issue2/03-downey/. Acesso em: 5 mar. 2018.

GARRETT, J. J. The elements of user experience: user centered design for the Web and beyond. 2nd. ed. Berkeley: New Riders, 2011.

GOOGLE. Busca. 2015. Disponível em: http://www.google.com.brr. Acesso em: 5 jan. 2015.

KALBACH, J. Design de navegação Web. Porto Alegre: Bookman, 2009.

MORVILLE, P.; ROSENFELD, L. Information Architecture for the World Wide Web. 3rd. d. Sebastopol: O’Reilly, 2006.

NATURE. [Web page]. 2015. Disponível em: http://www.nature.com. Acesso em: 5 dez. 2015.

NIELSEN, J. 10 Usability Heuristics for User Interface Design. Nielsen Norman Group. 1995. Disponível em: http://www.nngroup.com/articles/ten-usability-heuristics/. Acesso em: 26 nov. 2015.

PLOS BIOLOGY. [Web page]. 2015. Disponível em: http://journals.plos.org/plosbiology. Acesso em: 5 jan. 2015.

PRESSMAN, R. S. Engenharia de Software: uma abordagem profissional. Porto Alegre: AMGH Editora., 2011.

ROSENFELD, L.; MORVILLE, P.; ARANGO, J. Information Architecture: for the Web and beyond. North, Sebastopol: O’Reilly, 2015.

SCIENCE. [Web page]. 2015. Disponível em: http://www.sciencemag.org. Acesso em: 5 dez. 2015.

Publicado
2018-03-19
Como Citar
Passos, P. C. S. J., & Caregnato, S. E. (2018). Análise dos sistemas de busca de revistas científicas eletrônicas. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 16(2), 293-305. https://doi.org/10.20396/rdbci.v16i2.8651090