A gestão do conhecimento rumo a uma abordagem holística

indicação de aspectos a serem contemplados em modelos de gerenciamento do conhecimento

Palavras-chave: Gestão do conhecimento, Abordagem holística, Modelos de gestão do conhecimento.

Resumo

Há um expressivo número de modelos de Gestão do Conhecimento; no entanto não há um modelo amplamente aceito. Isso pode ser derivado da complexidade inerente a Gestão do Conhecimento e ao ambiente organizacional. Todavia, é salientada a necessidade de um modelo que seja unificador e que aborde a Gestão do Conhecimento de forma holística, mas as caraterísticas que devem ser consideradas para essa abordagem ainda não foram consolidadas. Assim, esse estudo se propõe a investigar quais aspectos deveriam ser contemplados em novos modelos de GC rumo a uma abordagem holística. Por um percurso metodológico qualitativo de natureza exploratória e com técnica de pesquisa bibliográfica, essa pesquisa apresenta por resultados a síntese desses aspectos, alicerçados em três perspectivas: limitações dos modelos existentes, lacunas e teorias de suporte à Gestão do Conhecimento. Por limitação se tem que esses aspectos não foram validados junto a especialistas, sendo essa uma sugestão de pesquisa futura, bem como o desenvolvimento de um modelo de Gestão do Conhecimento que apreenda todos esses aspectos. Esse estudo contribui por delinear aspectos a serem contemplados em modelos de Gestão do Conhecimento holísticos de forma a permitir que essa temática considere toda a complexidade inerente ao ambiente organizacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabrício Ziviani, Fundação Mineira de Educação e Cultura

Doutor em Ciência da Informação pela UFMG. Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação da Universidade FUMEC. Professor Adjunto VI da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Fábio Corrêa, Fundação Mineira de Educação e Cultura

Doutor em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento pela FUMEC. Mestrado em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento pela FUMEC. Atualmente é bolsista de doutorado da FAPEMIG. 

Cristiana Fernandes de Muylder, Fundação Mineira de Educação e Cultura

Doutora em Economia Aplicada UFV. Professora Titular da FUMEC. Professora e pesquisadora do Programa de Doutorado e Mestrado em Administração - PDMA. 

Referências

ALVARENGA, Augusta Thereza de; SOMMERMAN, Américo; ALVAREZ, Aparecida Magali de Souza. Congressos internacionais sobre transdisciplinaridade: reflexões sobre emergências e convergências de idéias e ideais na direção de uma nova ciência moderna. Saúde e Sociedade, v. 14, n. 3, p. 9-29, 2005. Disponível em : https://www.scielosp.org/ scielo.php?pid=S0104-12902005000300003&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 27 jun. 2018.

ANGELONI, Maria Terezinha (Org.). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas e tecnologia. São Paulo: Saraiva, 2002. 215 p. ISBN: 8502035584.

APO - ASIAN PRODUCTIVITY ORGANIZATION. Knowledge management for public-sector. 2013. Disponível em: http://www.apo-tokyo.org/publications/?s=knowledge& post_type=ebooks. Acessado em: 28 dez. 2016.

BARROS, Aidil Jesus da Silveira; LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Fundamentos de metodologia científica. 3. ed. São Paulo, 2007. 176 p. ISBN 9788576051565

BECKMAN, Tom. A methodology for knowledge management. Anais do... IASTED International Conference on AI and Soft Computing, 1997.

BELLEFROID, Bart. The new way of knowledge sharing, a thesis research about the effects of NWOW on knowledge sharing. 2012. 113f. Tese (Doutorado) - Institute of Information and Computing Sciences - Center of Organization and Information, Utrecht University (Países Baixos), 2012.

BEM, Roberta Moraes de; COELHO, Christianne Coelho de Souza Reinisch; DANDOLINI, Gertrudes Aparecida. Knowledge management framework to the university libraries. Library Management, v. 37, n. 4/5, p. 221-236, 2016. Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/LM-01-2016-0005. Acesso em: 27 jun. 2018.

BERNSTEIN, Jay H. Disciplinarity and transdisciplinarity in the study of knowledge. Informing Science. The International Journal of an Emerging Transdiscipline, v. 17, p. 241-273, 2014. Disponível em: https://academicworks.cuny.edu/kb_pubs/8/. Acesso em: 27 jun. 2018.

BERTALANFFY, Ludwig Von. The history and status of general systems theory. Academy of Management Journal, v. 15, n. 4, p. 407-426, 1972. Disponível em: http://amj.aom.org/content/15/4/407.short. Acesso em: 27 jun. 2018.

CERVO, Amado Luis; BERVIAN, Pedro Alcino; SILVA, Roberto da. Metodologia científica. São Paulo: Pretence Hall, 2002. 162 p. ISBN 9788576050476

CARRILLO, Francisco Javier (Ed.). Knowledge cities: approaches, experiences and perspectives. Butterworth-Heinemann: Burlington, 2006. 308 p. ISBN 0750679417.

CASTILLO, Lucio Abimael Medrano; CAZARINI, Edson Walmir. W. Integrated model for implementation and development of knowledge management. Knowledge Management Research & Practice, v. 12, n. 2, p. 145-160, 2014. Disponível em: https://link.springer. com/article/10.1057/kmrp.2012.49. Acesso em: 27 jun. 2018.

CHOO, Chun Wei. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Senac, 2003. 426 p. ISBN 8573593415.

CHOO, Chun Wei. An integrated information model of the organization: the knowing organization. Retrieved February, v. 10, p. 2006, 1996. Disponível em: http://www.fis. utoronto.ca/people/faculty/choo/FIS/KO/KO.html1#contents. Acesso em: 03 mar 2015.

COB, Z. Che. et al. Preliminary study on semantic knowledge management model for collaborative learning. ARPN Journal of Engineering and Applied Sciences, v. 10, n. 2, p. 442-450, 2015. Disponível em: http://www.academia.edu/download/42564742/Preliminary_ study_on_semantic_knowledge_20160210-15036-17ppjz8.pdf. Acesso em : 26 jun. 2018.

COIMBRA, José de Ávila Aguiar. Considerações sobre a interdisciplinaridade. In: PHILLIPI JÚNIOR, Arlindo et al. Interdisciplinaridade em ciências ambientais. São Paulo: Signus, p. 52-70, 2000. 327 p. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/30936589/interdisciplinaridade-em-ciencias-ambientais. Acesso em: 27 jun. 2018.

CORRÊA, Fábio. et al. Equalização de tipos de conhecimento em modelos de gestão do conhecimento. XVIII ENANCIB, 2017, Marília, São Paulo. Anais do... São Paulo: XVIII ENANCIB: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 2017.

CORRÊA, Fábio; RIBEIRO, Jurema Suely de Araújo Nery; PINHEIRO, Marta Macedo Kerr. Aspectos da economia da informação: arquétipo conceitual econômico e social. Informação & Informação, v. 22, n. 1, p. 185-214, 2017. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/26536. Acesso em: 27 jun. 2018.

CRAWFORD, Richard. Na era do capital humano: o talento, a inteligência e o conhecimento como forças econômicas; seu impacto nas empresas e nas decisões de investimento. São Paulo: Atlas, 1994. 186 p. ISBN 8522411026.

DOMINGUES, Ivan. Em busca do método. In: DOMINGUES, Ivan (Org). Conhecimento e transdisciplinaridade II: aspectos metodológicos. Editora UFMG, 2005. 411 p. ISBN 8570414471.

DRUCKER, Peter. O melhor de Peter Drucker: homem, sociedade, administração. São Paulo: Nobel, 1998. 568 p. ISBN 852131163X.

EARL, Michael. Knowledge management strategies: toward a taxonomy. Journal of Management Information Systems, v. 18, n. 1, p. 215-233, 2001. Disponível em: http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/07421222.2001.11045670. Acesso em: 27 jun. 2018.

FIVAZ, A.; PRETORIUS, M. W. A knowledge management framework for manufacturing firms in South Africa. In: Engineering, Technology and Innovation/International Technology Management Conference (ICE/ITMC), 2015, Belfast, UK. IEEE International Conference. Anais do... Belfast: IEEE International Conference, 2015, p. 1-9.

FRANCINI, William Sampaio. A gestão do conhecimento: conectando estratégia e valor para a empresa. Revista de Administração Eletrônica - RAE, v. 1, n. 2, p. 1-16, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/raeel/v1n2/v1n2a14. Acesso em: 27 jun. 2018.

FTEIMI, Nora. Analyzing the literature on knowledge management frameworks: towards a normative knowledge management classification schema. In: 23th European Conference on Information Systems, 2015, Münster, Germany. Anais do... Germany: AIS Electronic Library (AISeL). 2015.

GARCÍA-FERNÁNDEZ, Mariano. How to measure knowledge management: dimensions and model. VINE Journal of Information and Knowledge Management Systems, v. 45, n. 1, p. 107-125, 2015. Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/VINE-10-2013-0063. Acesso em: 27 jun. 2018.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002. 207 p. ISBN 8522410410.

GROTTO, Daniella. O compartilhamento do conhecimento nas organizações. In: ANGELONI, Maria Terezinha (Org.). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas e tecnologia. São Paulo: Saraiva, p. 169-190, 2002. 215 p. ISBN: 8502035584.

HEISIG, Peter. Harmonisation of knowledge management – comparing 160 KM frameworks around the globe. Journal of knowledge management, v. 13, n. 4, p. 4-31, 2009. Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/13673270910971798. Acesso em: 27 jun. 2018.

HOBSBAWM, Eric J. A era das revoluções: 1789-1848. Editora Paz e Terra, Kindle Edition, 2015. 536 p. ISBN 857753099X.

HOLSAPPLE, Clyde W.; JOSHI, Kshiti D. Description and analysis of existing knowledge management frameworks. In: Systems Sciences, 1999, Maui, USA. Anais do... USA 32nd Annual Hawaii International Conference on. IEEE, p. 15, 1999.

KAREMENTE, K. et al. Knowledge management frameworks: a review of conceptual foundations and a KMF for IT-based organizations. In: KIZZA, J. M. et al. (ed.). Strengthening the role of ICT in development, p. 35-57, 2009. 360 p. ISBN 9789970027385.

LIN, Hsiu-Fen. A stage model of knowledge management: an empirical investigation of process and effectiveness. Journal of Information Science, v. 33, n. 6, p. 643-659, 2007. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0165551506076395. Acesso em: 27 jun. 2018.

LLORIA, M. Begona. A review of the main approaches to knowledge management. Knowledge management research & practice, v. 6, n. 1, p. 77-89, 2008. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1057/palgrave.kmrp.8500164. Acesso em: 27 jun. 2018.

MACEDO, Valéria. et al. Tipologia do trabalhador do conhecimento: papeis e processos. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 7, n. especial, p. 94-108, 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/index.php/pgc/article/view/33081/17294. Acesso em: 27 jun. 2018.

GONÇALVES MAGALHÃES, Thiago; BAPTISTA LOPEZ DALMAU, Marcos; MANOEL DE SOUZA, Irineu. Gestão do conhecimento para tomada de decisão: um estudo de caso na Empresa Júnior. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, v. 7, n. 2, p. 108-129, 2014. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/3193/319331138006/. Acesso em: 27 jun. 2018.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003. 315 p. ISBN 8522440158.

MASCARENHAS, Sidnei Augusto (Org). Metodologia científica. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012. 124 p. ISBN 9788564574595.

MCELROY, Mark W. The new knowledge management, Butterworth-Heinemann, Burlington. 2003. 208 p. ISBN 0750676086.

MEHTA, Nikhil. Successful knowledge management implementation in global software companies. Journal of knowledge management, v. 12, n. 2, p. 42-56, 2008. Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/13673270810859505. Acesso em: 26 jun. 2018.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2005. 120 p. ISBN 8520504078.

MOSCOSO-ZEA, Oswaldo. et al. Knowledge management framework using enterprise architecture and business intelligence. In: International Conference on Enterprise Information Systems (ICEIS), 18. 2016. Italy, Rome. Anais do... Rome : ICEIS, 2016, p. 244-249.

NONAKA, Ikujiro. Dynamic theory of organizational knowledge creation. Organization Science, v. 5, n. 1, p. 14-37, 1994. Disponível em: https://pubsonline.informs.org/doi/abs /10.1287/orsc.5.1.14. Acesso em: 27 jun. 2018.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 10 ed. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1997. 358 p. ISBN 8535201777.

PAIVA, Eduardo Henrique Bacelar. Modelo de boas práticas de gestão do conhecimento nas empresas. 2011. 126 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ciência da Computação) – Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Recife, 2011.

PEREIRA, Heitor José. Os novos modelos de gestão: análise e algumas práticas em empresas brasileiras. São Paulo: FGV, 1995, 297 f. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) - Programa de Pós-graduação em Administração de Empresas, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 1995.

PICKERING, William Alfred. Sistemas adaptativos complexos: lingua(gem) e aprendizagem. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 51 n. 2, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-18132012000200012&script=sci_arttext& tlng=pt. Acesso em: 27 jun. 2018.

PONS, N. L. et al. Design of a knowledge management model for improving the development of computer projects' teams. Revista Espanola de Documentacion Cientifica, v. 37, n. 2, 2014. DOI http://dx.doi.org/10.3989/redc.2014.2.1036.

PROBST, Gilbert; RAUB, Steffen, ROMHARDT, Kai. Gestão do conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman, 2002. 268 p. ISBN 9788573079784.

RUBENSTEIN-MONTANO, Bonnie. et al. A systems thinking framework for knowledge management. Decision support systems, v. 31, n. 1, p. 5-16, 2001. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0167923600001160. Acesso em: 27 jun. 2018.

SCHOLL, Wolfgang et al. The future of knowledge management: an international delphi study. Journal of Knowledge Management, v. 8, n. 2, p. 19-35, 2004. Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/13673270410529082. Acesso em: 27 jun. 2018.

SCOPUS. O que é a Scopus? Disponível em: https://www.elsevier.com/solutions/scopus. Acesso em: 14 mai. 2018.

SENGE, Peter M. A quinta disciplina: arte e prática da organização que aprende. Best Seller, 1990. 532 p. ISBN 8576843714.

SILVA SEGUNDO, Sanderli José da; DE ARAÚJO, Wagner Junqueira; DUARTE, Emeide Nóbrega. Gestão do conhecimento organizacional: estudo aplicado à biblioteca virtual Paul Otlet. Informatio. Revista del Instituto de Información de la Facultad de Información y Comunicación, v. 22, n.1, p. 26 - 42, 2017. Disponível em: http://informatio.eubca.edu.uy/ojs/index.php/Infor/article/view/199. Acesso em: 27 jun. 2018.

SILVA, Anielson B.; REBELO, Luiza Maria B. As implicações do pensamento complexo na análise organizacional. In: XXXI Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração – ANPAD, 2007, Rio de Janeiro. Anais do... Rio de Janeiro: ANPAD, 2007.

SILVA, Carla Roberta Moreira da. Gestão do conhecimento com foco na segurança do paciente: proposta de um modelo de gestão para hospitais. 2015, 101 f. Dissertação (Mestrado em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde) – Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde, UNINOVE, São Paulo, 2015.

SILVEIRA, Ermelinda Ganem Fernandes. Contribuições da psicologia profunda de carl gustav jung para um modelo de gestão do conhecimento nas organizações. 2012, 328 f. Tese (Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento). Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, 2012.

SNOWDEN, David. Complex acts of knowing: paradox and descriptive self-awareness. Journal of Knowledge Management, v. 6, n. 2, p. 100-111, 2002. Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/pdf/10.1108/13673270210424639. Acesso em: 27 jun. 2018.

SOMMERMAN, Américo. A inter e a transdisciplinaridade. In: X Interdisciplinaridade como forma de inclusão numa educação mundial, Cachoeira do Sul, Rio Grande do Sul. Anais do... Rio Grande do Sul: X Seminário Internacional de Educação, 2005.

STACEY, Ralph. Emerging strategies for a chaotic environment. Long Range Planning, v. 29, n. 2, p. 182-189, 1996. Disponível em : https://www.sciencedirect.com/science/article/ pii/0024630196000064. Acesso em: 27 jun. 2018.

SVEIBY, Karl Erik. A nova riqueza das organizações: gerenciando e avaliando patrimônios do conhecimento. 5. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1998. 280 p. ISBN 8535202773.

TEIXEIRA FILHO, Jayme. Gerenciando conhecimento: como a empresa pode usar a memória organizacional e a inteligência competitiva no desenvolvimento dos negócios. 2. ed. Rio de Janeiro: SENAC, 2000. 192 p. ISBN 858786405X.

TERRA, José Cláudio Cyrineu. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. 2ed. São Paulo: Negócio, 2001. 313 p. ISBN 8586014788.

TERRA, José Cláudio Cyrineu. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. 5ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. 315 p. ISBN 8535215735.

TOFFLER, Alvin. A terceira onda. São Paulo: Atlas, 1998. 491 p. ISBN 8501017973.

TORRÉS, José Martins; GÓIS, Cezar Wagner de Lima. Organização fractal: um modelo e sugestões para gestão. Revista Ciências Administrativas, v. 17, n. 3, 2011. Disponível em: http://periodicos.unifor.br/rca/article/view/3261. Acesso em: 27 jun. 2018.

WEBER, Frithjof et al. Standardisation in knowledge management – towards a common KM framework in Europe. In Proceedings of UNICOM Seminar “Towards Common Approaches & Standards in KM, 2002, Europa. Anais do… Europa: UNICOM, 2002.

WIIG, Karl M. Knowledge management foundations: thinking about thinking-how people and organizations create, represents and use of knowledge. España. 1994. 471 p. ISBN 0963892509.

WONG, Kuan Yew. A critical review of knowledge management frameworks. International Journal of Information Technology and Management, v. 4, n. 3, p. 269-289, 2005. Disponível em : https://www.inderscienceonline.com/doi/abs/10.1504/IJITM.2005.006785. Acesso em: 27 jun. 2018.

XIAOBO, Wang; JINGLONG, Liu; XIAO, Li. Education resource knowledge management model based on topic maps and knowledge relevance algorithm. In: Intelligent Transportation, Big Data and Smart City – ICITBS. Anais do... International Conference on IEEE, 2015, p. 351-357.

Publicado
2019-01-04
Como Citar
Ziviani, F., Corrêa, F., & Muylder, C. F. de. (2019). A gestão do conhecimento rumo a uma abordagem holística. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 17, e019004. https://doi.org/10.20396/rdbci.v17i0.8652801