Banner Portal
Projeto de preservação de documentos eclesiásticos
PORTUGUÊS
ENGLISH

Palavras-chave

Arquivo eclesiástico
Documento arquivístico eclesiástico
Diretrizes de preservação
Diagnóstico de preservação

Como Citar

LINO, Lucimar dos Santos; ALVES, Rachel da Silva; SANTA ANNA, Jorge; SILVA, Luiz Carlos da. Projeto de preservação de documentos eclesiásticos: diagnóstico realizado no acervo do Centro de Documentação da Arquidiocese de Vitória/ES. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 17, p. e019006, 2019. DOI: 10.20396/rdbci.v1i0.8652930. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8652930. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Relata-se diagnóstico de preservação no Centro de Documentação da Arquidiocese de Vitória/ES. Analisa o estado de preservação/conservação do acervo em papel e as técnicas para aumentar a longevidade das tipologias documentais. Concluiu-se que as ações realizadas são insuficientes para garantir preservação, havendo necessidade de adotar outros procedimentos, técnicas e metodologias arquivísticas, visando assegurar a integridade e longevidade dos registros eclesiásticos.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v1i0.8652930
PORTUGUÊS
ENGLISH

Referências

ARNS, D. Paulo Evaristo. Brasil nunca mais. 10ª ed. Petrópolis: Editora Vozes, 1985.

BARBATHO, Renata Regina Gouvêa; AGUIAR, Leandro Coelho de. Os arquivos e a História: a importância dos documentos arquivísticos e das Instituições de custódia na pesquisa histórica. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 23., 2013, Natal. Anais eletrônicos... Natal: ANPUH, 2013. Disponível em: http://www.snh2013.anpuh.org/resources/anais/27/1364781066_ARQUIVO_apresetacao_anpuh_2013.pdf. Acesso em: 24 de março de 2015.

BECK, Ingrid. Dois Aspectos da Formação em Preservação Documental: Arq. & Adm. Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, jul./2006.

COUTO, Sérgio Pereira. Os arquivos secretos do vaticano. Belo Horizonte: Editora Gutenberg, 2013.

ARQUIVO NACIONAL. Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional. 2005, p. 232. Disponível em: http://www.portalan.arquivonacional.gov.br/Media/Dicion%20Term%20Arquiv.pdf. Acesso em: 1 mar. 2014.

DURANTI, Luciana; MAcNEIL, Heather. The protection of the integrity of electronic records: an overview of the UBC-MAS research project. Archivaria, n. 42, p. 46-67, fall, 1996. Disponível em: journals.sfu.ca/archivar/index.../archivaria/.../13158. Acesso em: 15 abr. 2015.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. 6ª ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2012.

OGDEN, Sherelyn; PRICE, Olco Lois; PREUSSER, Frank; VALENTI, Nieves. Emergências Com Pragas em Arquivos e Bibliotecas. 2ª ed. Rio de Janeiro: Projeto Conservação preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 2001.

RONDINELLI, Rosely Curi. Gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos. 4 ed. Rio de Janeiro. FGV, 2007.

SANTOS, Cristian José Oliveira. Os arquivos das primeiras prelazias e dioceses brasileiras no contexto da legislação e práticas arquivísticas da Igreja Católica. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Universidade de Brasília, 2005. Disponível em: bd.camara.gov.br/bd/bitstream/handle/.../arquivos_primeiras_santos.pdf?. Acesso em: 10 abr. 2015.

SANTOS, Cristian José Oliveira. Bibliotecas no Brasil: um olhar histórico. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, Nova Série, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 27-28, jan./jun. 2007. Disponível em: www.brapci.ufpr.br/download.php?dd0=18549 . Acesso em: 5 abr. 2015.

VALFRÉ, Giovanna Márcia e LOPES; Sérgio Murilo. Projeto: Centro de Documentação e Informação da Arquidiocese de Vitória. Vitória, 2004.

VATICANO. Carta Circular A Função Pastoral dos Arquivos Eclesiásticos. (do original em italiano La Funzione Pastorale Degli Archivi Ecclesiastici). Cidade do Vaticano, 2 fev. 1997. Disponível em: http://www.ft.lisboa.ucp.pt/resources/Documentos/CEHR/Gru/arquiv/CartaCircular.pdf. Acesso em: 3 abr. 2015.

A Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação /  Digital Journal of Library and Information Science, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.