Cidades criativas e suas unidades de informação

uma nova rota para o distrito criativo de Florianópolis/SC

Palavras-chave: Arquitetura e urbanismo, Unidades de informação, Rede de informação, Disseminação da informação.

Resumo

As cidades criativas são regiões que concentram pessoas e lugares com um objetivo em comum: fazer dele um lugar melhor para se viver por meio de diferentes conexões e utilizando o melhor de cada indivíduo, a criatividade. Florianópolis, por ser uma ilha, onde não podem-se instalar indústrias devido à limitação de espaço, destaca-se no mundo do empreendedorismo e consolida-se como polo de inovação tecnológica. O Centro Sapiens ao tomar conhecimento de exemplos internacionais avista na região leste do centro de Florianópolis, a oportunidade de transformação da região. O perímetro possui diferentes tipos de instituição, dentre elas as unidades de informação. Neste contexto, tem-se como objetivo mapear as unidades de informação que estão localizadas no Distrito Criativo de Florianópolis e construir a Rota das Unidades de Informação. A justifica baseia-se na premissa de que para se construir um ambiente criativo é necessário entrar em contato com fontes informacionais que ligam o passado ao presente, assim como divulgar esses espaços. Para mapeamento e criação da rota foi utilizado o Google My Maps. A rota reuniu 16 unidades de informação, os acervos contêm obras raras, históricas, especializadas, literatura, entre outros; e 87,5% permitem consulta aos seus acervos. Acredita-se que o convite aos gestores das unidades de informação para integrar o grupo de parceiros do Centro Sapiens possibilitará que os mesmos conheçam o projeto e passem a se sentir incluídos como agentes de transformação do local. Além de conhecerem seus colegas e buscar a conexão entre as unidades por um bem comum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Adriana Stefani Cativelli, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Bibliotecária da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Clarissa Stefani Teixeira, Universidade Federal de Santa Catarina

Pós-Doutora e Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora do Departamento de Engenharia do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina. 

Referências

BRADFORD, Neil. Creative cities structured policy dialogue backgrounder. Ottawa: Canadian Policy Research Networks, 2004. Disponível em: https://works.bepress.com/neil_bradford/53/download/. Acesso em: 16 jun. 2018.

CENTRO SAPIENS. Centro Sapiens. [201?]. Disponível em: https://centrosapiens.com.br/wp-content/uploads/2016/03/projeto-CentroSapiens.pdf. Acesso em: 10 jun. 2018.

CENTRO SAPIENS. Sobre o Centro Sapiens. 2018. Disponível em: https://centrosapiens.com.br/. Acesso em: 10 jun. 2018.

COMUNIAN, Roberta. Rethinking the creative city: the role of complexity, networks and interactions in the urban creative economy. Urban Studies, v. 48, n. 6, p. 1157–1179, 2011. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0042098010370626. Acesso em: 12 jul. 2018.

GARCÍA-REYES, Carmen Jorge. Gestión de unidades de información. In: VERGUEIRO, Waldomiro; MIRANDA, Angélica Conceição Dias (Org). Administração de unidades de informação. Rio Grande, RS: FURG, 2007.

GRODACH, Carl. Urban cultural policy and creative city making. Cities, v. 68, p. 82–91, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.cities.2017.05.015. Acesso em: 4 jul. 2018.

GUINCHAT, Claire.; MENOU, Michel. Introdução geral as ciências e técnicas da informação e documentação. 2. ed. Brasília, DF: IBICT; FBB, 1994.

LANDRY, Charles. Prefácio. In: REIS, A. C.; KAGEYAMA, P. (Org.). Creative cities perspectives. São Paulo: Garimpo de Soluções, 2009.

NEWBIGIN, John. A economia criativa: um guia introdutório. [S.l.] :British Council. 2010. Disponível em: https://creativeconomy.britishcouncil.org/media/uploads/files/Intro_guide_-_Portuguese.pdf. Acesso em: 10 jun. 2018.

O’CONNOR, Justin.; SHAW, Kate. What next for the creative city? City, Culture and Society, v. 5, n. 3, p. 165–170, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.ccs.2014.05.010. Acesso em: 10 jul. 2018.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS. Bibliotecas em Bogotá. 2013. Disponível em: https://www.cidadessustentaveis.org.br/boas-praticas/bibliotecas-em-bogota. Acesso em: 7 dez. 2018.

RATIU, Dan Eugene. Creative cities and/or sustainable cities: discourses and practices. City, Culture and Society, v. 4, n. 3, p. 125–135, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.ccs.2013.04.002. Acesso em 10 jul. 2018.

REIS, Ana Carla Fonseca. Cidades criativas: análise de um conceito em formação e da pertinência de sua aplicação à cidade de São Paulo. 2011 a. 297 f. Tese (Arquitetura e Urbanismo) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16139/tde-08042013-091615/pt-br.php. Acesso em: 14 jun. 2018.

REIS, Ana Carla Fonseca. Cidades criativas: burlando um conceito em formação. Revista de Moda, Cultura e Arte: São Paulo, v. 4, n. 1. p.127-149, 2011b. Disponível em: http://www1.sp.senac.br/hotsites/blogs/revistaiara/wp-content/uploads/2015/01/12_IARA_vol4_n1_Reflexoes.pdf. Acesso em: 4 jul. 2018.

ROMANI, Claudia.; BORSZCZ, Iraci. Unidades de informação: conceitos e competências. Florianópolis: UFSC, 2006.

SCOTT, Allen. Creative cities: conceptual issues and policy questions. Journal of Urban Affairs, v. 28, n. 1, p. 1–17, 2006. Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.0735-2166.2006.00256.x/abstract. Acesso em 10 jul. 2018.

VERGUEIRO, Waldomiro; MIRANDA, Angélica (Org). Administração de unidades de informação. Rio Grande, RS: FURG, 2007.

VIA. Conexões. 2018. Disponível em:http://via.ufsc.br/conexoes/. Acesso em: 16 dez. 2018.

Publicado
2019-07-05
Como Citar
Cativelli, A. S., & Teixeira, C. S. (2019). Cidades criativas e suas unidades de informação. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 17, e019021. https://doi.org/10.20396/rdbci.v17i0.8654792