Um estudo com autoridades de monitoramento do sistema eletrônico do serviço de informação ao cidadão (e-sic)

perfil dos gestores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v19i00.8661523

Palavras-chave:

Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão, e-SIC, Estudos de usuários, Perfil do gestor do Sistema de Informação ao Cidadão, Lei de Acesso à Informação

Resumo

Introdução: Considerado atributo de uma sociedade contemporânea mais democrática, igualitária e justa, o acesso à informação é um direito constitucionalmente garantido a todo cidadão.  Objetivo: Assim, este estudo foi realizado com profissionais vinculados ao Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC), objetivando conhecer o perfil do (a) gestor (a) desse serviço, bem como sua satisfação em relação ao desempenho de suas funções profissionais nesse ambiente de trabalho. Metodologia: Quanto aos procedimentos metodológicos, a pesquisa caracteriza-se por sua natureza, predominantemente, qualitativa do tipo descritiva. Os dados foram coletados por meio de questionários. Resultados: Entre os objetivos alcançados na pesquisa, destaca-se o perfil dos profissionais responsáveis pelo gerenciamento do e-SIC: a maioria tem entre 41 e 50 anos, é do sexo feminino, pertence a diferentes profissões, como, por exemplo, advogado e delegado, e atua de um a dois anos nesse ambiente de trabalho. Conclusão: Verificou-se, também, que, apesar das barreiras encontradas, os (as) gestores (as) do e-SIC desempenham suas funções satisfatoriamente e consideram o Sistema como uma ferramenta de poder entre a sociedade e o setor público, o que possibilita mais controle e comunicação social e contribui significativamente com a população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Luciana de Morais, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba

Mestrado em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Técnica em Arquivo/Gestora do Sistema de Informação ao Cidadão do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (João Pessoa, PB, Brasil).

Eliane Bezerra Paiva, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba. Professora da Universidade Federal da Paraíba (João Pessoa, PB, Brasil).

Referências

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Fundamentos da Ciência da Informação. Correntes teóricas e o conceito de informação. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 4, n. 1, p. 57-79, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc/article/view/19120. Acesso em: 29 dez. 2019.

BRASIL. Decreto nº 7.724, de 16 de maio de 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/Decreto/D7724.htm. Acesso em: 29 dez. 2019.

BRASIL. Lei nº 13. 460, de 26 de junho de 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/l13460.htm. Acesso em: 28 jul. 2020.

BRASIL. Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm. Acesso em: 29 dez. 2019.

CARLI, Deneide T. de; FACHIN, Gleisy R. Bóries. Lei de Acesso à Informação nos municípios do extremo oeste de Santa Catarina. Em Questão, v. 22, n. 1, p. 8-36, jan./ abr. 2016.

CHOO, Chun Wei. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: SENAC, 2003. Tradução de Eliana Rocha. 425 p.

CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO. In: PAINEL LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO. Disponível em: http://paineis.cgu.gov.br/lai/index.htm. Acesso em 20. Jan. 2020.

CUNHA, Murilo Bastos da; AMARAL, Sueli Angélica do; DANTAS, Edmundo Brandão. Manual de Estudo de Usuários da Informação. São Paulo: Atlas, 2015. 448p.

FLANAGAN, John. C. A técnica do incidente crítico. Arquivo Brasileiro de Psicologia Aplicada, Rio de Janeiro, v.25, n.2, p. 99-141, 1973. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/abpa/article/view/16975/15786. Acesso em: 28 jul. 2020.

FREIRE, Gustavo. H. Araújo; FREIRE, Isa Maria. Introdução à Ciência da Informação. 2. ed. João Pessoa: UFPB, 2015.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MACIEL, R. G.; FONSECA, P. G.; DUARTE, F. R.; SANTOS, E. M. dos. Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC) e sua contribuição para a transparência: uma experiência gerencial em uma universidade federal. Perspectivas em Ciência da Informação, v.24, n.2, p.143-164, abr./jun. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-99362019000200143&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 28 jan. 2020.

MICHEL, Maria Helena. Metodologia e Pesquisa Cientifica em Ciências Sociais: um guia prático para acompanhamento da disciplina e elaboração de trabalhos monográficos. 3. Ed. São Paulo: Atlas, 2015.

Publicado

2021-01-23

Como Citar

MORAIS, L. de; PAIVA, E. B. . Um estudo com autoridades de monitoramento do sistema eletrônico do serviço de informação ao cidadão (e-sic): perfil dos gestores . RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 19, n. 00, p. e021002, 2021. DOI: 10.20396/rdbci.v19i00.8661523. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8661523. Acesso em: 29 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa