Pós-humanismo e pós-humano

revisão sistemática em bases científicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v18i00.8661569

Palavras-chave:

Pós-humanismo, Pós-humano, Ciência da Informação, Tecnologia da Informação e comunicação

Resumo

Refletir sobre os conceitos relacionados ao tema “pós-humanismo” e suas abordagens pela Ciência da Informação (CI) e demais áreas da Ciência. Foram analisados os trabalhos sobre pós-humanismo indexados na Web of Science, Scopus, Scielo, Library, Information Science and Technology Abstracts (LISTA), Information Science and Technology Abstracts (ISTA), Emerald, Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI) e Base do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (BENANCIB) no período de 2010 a 2020. É de natureza aplicada, com objetivos exploratórios e descritivos. Um estudo bibliométrico com coleta e análise dos dados a revisão sistemática com aplicação do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyse (PRISMA). Nos resultados tiveram 33 textos analisados, reunidos em 11 áreas, indexados por 108 palavras-chave, com 45 autores dos respectivos textos e 1124 referências, sendo oito pesquisadores recorrentes. O pós-humanismo aponta para uma perspectiva onde o humano perde seu protagonismo como ser dominante do universo e desenvolve parcerias com as máquinas, os animais e o meio ambiente. Os resultados indicam que estamos em um período histórico em que não é válido levantar questões sobre o que faremos quando as pessoas se tornarem pós-humanas, porque já vivenciamos esta realidade, e portanto, os estudos devem ser pautados naquilo que podemos fazer agora para atender aos padrões e exigências de consumo desses indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Adelaide Helena Targino Casimiro, Universidade Federal da Paraíba

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba. Professora substituta no Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Wagner Junqueira de Araújo, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Professor Associado II no Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba.

Referências

BEINSTEINER, Andreas. Cyborg agency: The technological self-production of the (post-) human and the anti-hermeneutic trajectory. Thesis Eleven, v. 153, n. 1, p. 113–133, 2019. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/07255136. Acesso em: 8 abr. 2020.

BITTAR, Eduardo C. B. A Teoria do Direito, a Era Digital e o Pós-Humano: o novo estatuto do corpo sob um regime tecnológico e a emergência do Sujeito Pós-Humano de Direito. Revista Direito e Práxis, v. 10, n. 2, p. 933–961, 2019.

BUZATO, Marcelo El Khouri. O pós-humano é agora: uma apresentação. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 58, n. 2, p. 478–495, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132019000200478&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

CAMPBELL, Norah; O’DRISCOLL, Aidan; SAREN, Michael. The posthuman: The end and the beginning of the human. Journal of Consumer Behaviour, v. 9, n. 2, p. 86–101, 2010. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/cb.306. Acesso em: 8 abr. 2020.

CLYNES, Manfred E.; KLINE, Nathan S. Cyborgs and space. Astronautics, set., p.26-27 e 74-76, 1960. Disponível em: http://www.guicolandia.net/files/expansao/Cyborgs_Space.pdf. Acesso em 20 abr. 2020.

CUDWORTH, Erika; HOBDEN, Steve. The posthuman way of war. Security Dialogue, v. 46, n. 6, p. 513–529, 2015. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/0967010615596499. Acesso em: 8 abr. 2020.

FERRANDO, Francesca. Pós-Humanismo, Transumanismo, Anti-Humanismo, Meta-Humanismo e novos materialismos. Revista de Filosofia: Aurora, v. 31, n. 54, p. 958–971, 2019.

FERREIRA, Hugo. Antes do pós-humano: insetos sociais, mamíferos superiores e a (re)construção de fronteiras entre os humanos e os animais na modernidade. Ilha do Desterro, v. 70, n. 2, p. 15–27, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-80262017000200015&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

GALVÃO, Taís Freire; PANSANI, Thais de Souza Andrade. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v.24, n.2, p.335-342, 2015.

GALVIS, Cristian. La condición post-orgánica: tema de encuentro y tensión entre bioética y biopolítica. Revista Latinoamericana de Bioética, v. 13, n. 1, 2013. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1657-47022013000100005&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

GARRY, Tony; HARWOOD, Tracy. Cyborgs as frontline service employees: a research agenda. Journal of Service Theory and Practice, v. 29, n. 4, p. 415–437, 2019.

GREGURIC, Ivana. Ethical issues of human enhancement technologies: Cyborg technology as the extension of human biology. Journal of Information, Communication and Ethics in Society, v. 12, n. 2, p. 133–148, 2014.

HABERMAS, Jürgen. O futuro da natureza humana. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

HAMMES, Erico Joao. Transumanismo e Pós-humanismo: uma aproximação ético-teológica. Perspectiva Teológica, v. 50, n. 3, p. 431–452, 2018. Disponível em: http://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/4068. Acesso em: 6 abr. 2020.

HAVLÍK, Vladimír. The naturalness of artificial intelligence from the evolutionary perspective. AI and Society, v. 34, n. 4, p. 889–898, 2019. Disponível em: https://link.springer.com/content/pdf/10.1007/s00146-018-0829-5.pdf. Acesso em: 8 abr. 2020.

HARAWAY, Donna Jeanne. A Manifesto for Cyborgs: Science, Technology, and Socialist Feminism in the 1980s. Socialist Review, v. 80, p. 65-107, 1985.

HERAZO-BUSTOS, Mariana Isabel; CASSIANI-MIRANDA, Carlos Arturo. Humanismo y poshumanismo: dos visiones del futuro humano. Revista Salud Uninorte, v. 31, n. 2, 2015. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-55522015000200018&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

HUGHES, James J. Buddhism and Our Posthuman Future. Sophia, v. 58, n. 4, p. 653–662, 2019.

KATH, Elizabeth; GUIMARÃES NETO, Osorio Coelho; BUZATO, Marcelo El Khouri. Posthumanism and assistive technologies: on the social inclusion/exclusion of low-tech cyborgs. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 58, n. 2, p. 679–703, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132019000200679&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

KAWANISHI, Paulo Noboru de Paula; LOURENÇÃO, Gil Vicente Nagai. Humanos que queremos ser: humanismo, ciborguismo e pós-humanismo como tecnologias de si. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 58, n. 2, p. 658–678, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132019000200658&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

KIRSCHENBAUM, M. G. What is Digital Humanities and What’s it doing in

English Departments? ADE Bulletin, n. 150, 2010. Disponível em:

https://mkirschenbaum.files.wordpress.com/2011/03/ade-final.pdf. Acesso

em: 26 abr. 2020.

MAIA, João Jerónimo Machadinha. Humano, pós-humano e transumano: fronteiras dúbias e indefinidas num mundo desigual. Revista de História das Ideias, v. 35, n. 2, p. 47–70, 2017. Disponível em: https://digitalis-dsp.uc.pt/bitstream/10316.2/43302/1/Humano%2C pós-humano e transumano%3Afronteiras dúbias e indefinidas num mundo desigual.pdf. Acesso em: 6 abr. 2020.

MARCHANT, Caroline; O’DONOHOE, Stephanie. Homo prostheticus? Intercorporeality and the emerging adult-smartphone assemblage. Information Technology & People, v. 32, n. 2, p. 453–474, 2019. Disponível em: www.emeraldinsight.com/0959-3845.htm. Acesso em: 28 mar. 2020.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MARQUES, Ana. Poesia ciborgue e pós-humanização da linguagem: da externalização tecnológica à recuperação da autonomia humana. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 58, n. 2, p. 566–578, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132019000200566&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

MATOS, José Claudio; JACINTO, Eliana Maria dos Santos Bahia; ALVAREZ, Edgar Bisset. Humanidades digitais e a simbiose entre humano e máquina: algumas reflexões comparativas entre a interpretação e a mineração de textos. Logeion: Filosofia da Informação, v. 6, n. 1, p. 126–145, 2019. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/122023. Acesso em: 28 mar. 2020.

MONTEIRO, Ana Paula Teixeira de Almeida Vieira; CURADO, Manuel. Por uma nova epistemologia da enfermagem: um cuidar post-humano? Revista de Enfermagem Referência, v. 4, n. 8, p. 141–148, 2016. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0874-02832016000100016&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

ODORČÁK, Juraj. Scientific immortalism and the problematic future of technocentric immortality. Journal for the Study of Religions and Ideologies, v. 19, n. 55, p. 53–68, 2020. Disponível em: http://jsri.ro/ojs/index.php/jsri/article/view/1184. Acesso em: 7 abr. 2020.

OZKAZANC-PAN, Banu. Diversity and future of work: inequality abound or opportunities for all? Management Decision, 2019. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/MD-02-2019-0244/full/html. Acesso em: 8 abr. 2020.

PICHARDO, Luz María. Reinventing bioethics in a post-humanist and post-truth society: the present and future of bioethics. Persona y Bioética, v. 22, n. 2, p. 212–222, 2018. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0123-31222018000200212&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

PRADO, Marcos Aparecido Rodrigues do. A Ciência da Informação na Perspectiva do Pós-Humano. DataGramaZero, Rio de Janeior, v. 15, n. 2, 2014. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/8270. Acesso em: 28 mar. 2020.

ROCHA, Abdruschin Schaeffer. Provocações pós-humanistas à teologia cristã. Perspectiva teológica, v. 50, n. 3, p. 453–472, 2018. Disponível em: http://faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/3993. Acesso em: 6 abr. 2020.

SALDANHA, Gustavo Silva. Humano, Inumano, Pós-humano: o homem na, da e para a Ciência da Informação. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 107, 2012. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/62120. Acesso em: 28 mar. 2020.

SAMPIERI, Roberto Hernández; COLLADO, Carlos Fernández; LUCIO, María del Pilar Baptista. Metodología de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, David Rodrigues dos. Entre Cyborgs e Avatares: produções artísticas no seio da tecnologia ou o advento de novos invólucros humanos. Estúdio, v. 3, n. 5, 2012. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1647-61582012000100067&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

STERLING, Colin. Critical heritage and the posthumanities: problems and prospects, International Journal of Heritage Studies, v. 26, n.1, 2020. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/13527258.2020.1715464. Acesso em: 28 mar. 2020.

VACCARI, Andrés Pablo. Why Should We Become Posthuman? The Beneficence Argument Questioned. The Journal of Medicine and Philosophy: A Forum for Bioethics and Philosophy of Medicine, v. 44, n. 2, p. 192–219, 2019. Disponível em: https://academic.oup.com/jmp/article-abstract/44/2/192/5381978?redirectedFrom=fulltext. Acesso em: 9 abr. 2020.

VALERA, Luca; MARAMBIO, José Tomás Alvarado. Posthumanismo e hibridación. Pensamiento, v. 75, n. 283, p. 307–319, 2019. Disponível em: <https://revistas.comillas.edu/index.php/pensamiento/article/view/11328>. Acesso em: 8 abr. 2020.

VANDENBERGHE, Frédéric. Jamais fomos humanos. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 214–314, 2010. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/93559. Acesso em: 28 mar. 2020.

VILAÇA, Murilo Mariano; DIAS, Maria Clara Marques. Transumanismo e o futuro (pós-) humano. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 24, n. 2, p. 341–362, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312014000200341&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

VILLARROEL, Raúl. Consideraciones bioéticas y biopolíticas acerca del Transhumanismo: El debate en torno a una posible experiencia posthumana. Revista de filosofía, v. 71, p. 177–190, 2015. Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-43602015000100014&lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2020.

Publicado

2020-11-19

Como Citar

CASIMIRO, A. H. T.; ARAÚJO, W. J. de. Pós-humanismo e pós-humano: revisão sistemática em bases científicas. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 18, n. 00, p. e020033, 2020. DOI: 10.20396/rdbci.v18i00.8661569. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8661569. Acesso em: 30 jan. 2023.