Dinâmicas da produção científica brasileira em revistas da área de Comunicação na Web of Science

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v19i00.8666250

Palavras-chave:

Comunicação, Produção cientifica, Revistas de comunicação, Web of Science, Brasil

Resumo

Introdução: Esse artigo analisa a produção científica em Comunicação, entre 2007 e 2017, em revistas indexadas no primeiro quartil (Q1) e no segundo quartil (Q2) da base de dados Web of Science, pertencentes a autores com afiliação em instituições brasileiras. Objetivos: Determinar a evolução dessa produção científica, conhecer a afiliação institucional dos coautores, ver as temáticas abordadas, o idioma de publicação e as redes internacionais de coautoria. Metodologia: Foram identificadas as revistas de comunicação no InCities (JCR) pertencentes aos dois primeiros quartis, em seguida foi realizada uma busca por título de periódico na WoS e posteriormente o tratamento e normalização dos dados obtidos. Resultados: Observa-se um crescimento na produção científica em Comunicação, na projeção internacional, e uma tradição em coautoria com redes internacionais. No período de 2014 a 2017, tenderam a publicar principalmente em inglês, frente às colaborações usuais que vinham mantendo com países de língua espanhola até 2014. Conclusão: Conclui-se que o sistema de avaliação da Capes, quadrienal, pode ter influenciado a produção científica em Comunicação no intervalo estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elaine Rosangela de Oliveira Lucas, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da informação da Universidade de São Paulo com estágio sanduíche na Universidad Carlos III de Madrid (Florianópolis, SC - Brasil). 

Guadalupe Aguado-Guadalupe, Universidad Carlos III de Madrid

Doutora em Ciências da Informação pela Universidade Complutense de Madri. Professora da Universidad Carlos III de Madrid (Madri, Espanha).

Eva Herrero-Curiel, Universidad Carlos III de Madrid

Doutora com menção internacional em pesquisa de mídia pela UC3M. Professor visitante no Departamento de Comunicação da Universidade Carlos III de Madri (Madri, Espanha)

Referências

ALVES, Leticia. Informação e os sistemas de comunicação científica na Ciência da Informação. DataGramaZero, v.12, n.3, 2011.

ANECA. Programa de evaluación ACADEMIA, criterios de evaluación de profesorado. Disponível em: http://www.aneca.es/Programas-de-evaluacion/Evaluacion-de-profesorado/ACADEMIA. Acesso em: 22 ago. 2020.

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila; VALENTIM, Marta Ligia Pomim. A ciencia da informação no Brasil: mapeamento da perquisa e cenário institucional. Bibliotecas. Anales de Investigación, Cuba, v. 15, n.2, p. 232-259, 2019.

BARATA, Rita Barradas. Mudanças necessárias na avaliação da pós-graduação brasileira. Interface: Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v.23, p. 1-6, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/Interface.180635. Acesso em: 27 ago. 2020.

BERGUILLOS, Ignacio; FERNÁNDEZ-QUIJADA, David. Producción científica en comunicación en las universidades de la Comunidad de Madrid: la fuerza de la tradición. Documentación de las Ciencias de la Información, Madrid, n.35, p.155-179, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.5209/rev_DCIN.2012.v35.40450. Acesso em: 22 ago. 2020.

BUFREM, Leilah Santiago. Revisando vertentes na literatura em Ciência da Informação no Brasil. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, João Pessoa, v.3, n.1, p.127-151, 2010.

BUFREM, Leilah Santiago; SILVA, Fábio; SOBRAL, Natanael; CORRÍA, Anna. Produção internacional sobre ciência orientada da dados: análise dos termos data science e e-science na Scopus e na Web of Science. Informação & Informação, Londrina, v.21, n.2, p. 40-67. Disponível em: https://doi.org/10.5433/1981-8920-2016v21n2p40. Acesso em: 25 set. 2020.

CASTILLO, Antonio; PEÑA TIMÓN, Vicente; MAÑAS VALLE, Sebastián. Revista de Comunicación en España. Una aproximación histórica. Historia y Comunicación Social, Madrid, v. 19, Número especial (febrero): La comunicación en la profesión en la universidad de hoMORENAy, p.621-630, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.5209/rev_hics.2014.v19.45053. Acesso em: 22 ago. 2020.

CLARIVATE ANALYTICS. Web of Science. 2020. Disponível em: https://clarivate.com/webofsciencegroup/solutions/web-of-science/. Acesso em: 29 maio 2020.

DE FILIPPO, Daniela; GARCÍA-ZORITA, Carlos (Eds.). Actividad investigadora de las universidades españolas (VII). Espanha: Observatorio IUNE, 2020.

DIAS SOBRINHO, José. Evaluación de la Educación Superior en Brasil: políticas y prácticas. Revista Complutense de Educación, v. 18, n. 2, p. 29 - 44, ago. 2007.

DUDZIAK, Elisabeth. Competência informacional:análise evolucionária das tendencias da pesquisa e produtitividade científica em ámbito mundial. Informação & Informação, Londrina v.15, n.2, p.1-22, 2010.

FECYT. Producción científica en WOS. Espanha: Observatório Español de I+D+I, 2019. Disponível em: https://services.icono.fecyt.es/indicadores/Paginas/default.aspx?ind=613&idPanel=1#. Acesso em: 10 ago. 2020.

HOPPEN, Natascha; VANZ, Samile. Primeiras impressões da pesquisa autodenominada Estudos de Gênero em uma base de dados internacional e multidisciplinar. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20., 2019, Florianópolis. Anais […]. Florianópolis, 2019. p. 1-9. Disponível em: https://conferencias.ufsc.br/index.php/enancib/2019/paper/view/592. Acesso em: 22 ago. 2020.

KOIVISTO, Juha; THOMAS, Peter. Mapping communication and media research: Conjunctures, institutions, challenges. Finlândia: Tampere University Press, 2011.

MONTERO-DÍAZ, Julio; COBO, Manuel Jesús; GUTIÉRREZ-SALCEDO, María; SEGADO-BOJ, Francisco; HERRERA-VIEDMA, Enrique. A science mapping analysis of ‘Communication’ WoS subject category (1980-2013). Comunicar, Huelva, v.26, n.55, p. 81-91, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.3916/c55-2018-08. Acesso em: 10 ago. 2020.

MUELLER, Susana. Literatura científica comunicação científica e ciência da informação. In: TOUTAIN, Lídia María. Para entender a Ciência da Informação. Salvador: Editora da Universidade Federal Da Bahia, 2007. p.125-144.

MUGNAINI, Rogério; JANNUZZI, Paulo; QUONIAM, Luc. Indicadores bibliométricos da produção científica brasileira: uma análise a partir da base Pascal. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 123-131, 2004. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-19652004000200013. Acesso em: 08 ago. 2020.

NEVES, Tatiely Mayara de Oliveira. A mulher e a comunicação científica: uma questão muito além do gênero. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Minas Gerais v. 8, n. 2, p. 1-8, 2018.

PARK, Han Woo; LEYDESDORFF, Loet. Knowledge linkage structures in communication studies using citation analysis among communication journals. Scientometrics, Holanda, v.81, n.1, p.157-175, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11192-009-2119-y. Acesso em: 10 ago. 2020.

PRÍNCIPE, Eloisa. Fronteiras da Ciência da Informação. In: Albagli, Sarita.B Fronteiras da Ciência da Informação. Brasilia: IBICT, p. 196-216, 2013.

SANTOS, Raimundo Nonato. Produção científica: por que medir? O que medir? Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.1, n.1, p.22-38, 2003.

SILVA, Deise; GRÁCIO, María Cláudia. Indice h de Hirsch: análise comparativa entre as bases de datos Scopus, Web of Science e Google Acadêmico. Em Questão, Porto Alegre, v.23, p. 196-212, 2017. Disponível em: http://dx.do.org/10.19132/1808-5245230.196-212. Acesso em: 10 ago. 2020.

SILVA, Ester; ZAPATA, Cristian; OLIVEIRA, Hamilton (2019). Análise da produção científica sobre gênero na Ciência da Informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20., 2019, Florianópolis. Anais […]. Florianópolis, 2019. Disponível em: https://conferencias.ufsc.br/index.php/enancib/2019/paper/view/866. Acesso em: 22 ago. 2020.

SORIANO, Jaume. El efecto ANECA. In: CONGRESO INTERNACIONAL FUNDACIONAL AE-IC, 2008, Santiago de Compostela. Anais […]. Santiago de Compostela: Asociación Española de Investigación de la Comunicación, 2008.

VANZ, Samile; CAREGNATO, Sônia. Estudos de Citação: uma ferramenta para entender a comunicação científica. Em Questão, Porto Alegre, v.9, n.2, p. 295-307, 2003.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-08-22

Como Citar

LUCAS, E. R. de O.; AGUADO-GUADALUPE, G. .; HERRERO-CURIEL, E. Dinâmicas da produção científica brasileira em revistas da área de Comunicação na Web of Science. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 19, n. 00, p. e021019, 2021. DOI: 10.20396/rdbci.v19i00.8666250. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8666250. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa