Práticas de gestão do conhecimento nas instituições do Sistema de Justiça brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v20i00.8668083

Palavras-chave:

Gestão do Conhecimento, Conhecimento nas organizações, Inovação

Resumo

Introdução/objetivo: O objetivo deste artigo é identificar como as práticas da Gestão do Conhecimento contribuem para a aprendizagem organizacional e inovação nas instituições do Sistema de Justiça brasileiro. Método: Como instrumento de pesquisa utilizou-se a Revisão Integrativa da Literatura. Resultados: Os principais resultados da pesquisa, apontam: (i) existem poucos estudos relacionados a aprendizagem organizacional no âmbito do Sistema de Justiça brasileiro; (ii) nos artigos encontrados foi possível verificar elementos importantes para o tópico de estudo; (iii) observou-se o esforço das instituições públicas em prover as rotinas de gestão e práticas de gestão de conhecimento para promover a inovação. Conclusão: Por fim, conclui-se que a pesquisa tem relevância acadêmica, pois apresenta lacunas para pesquisas acadêmicas futuras e relata importantes aspectos sobre o estudo da Aprendizagem Organizacional no âmbito das instituições públicas do sistema de justiça brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Thais Carrier Mendonça, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina.  Analista em Biblioteconomia no Ministério Público Federal de Santa Catarina (Florianópolis, SC - Brasil). 

Neri dos Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Ergonomia da Engenharia pela École Polytechnique de Montréal. CEO do Instituto STELA e professor Sênior do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis, SC - Brasil).

Gregório Varvakis, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Manufacturing Engineering - Loughborough University of Technology. Professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina, Depto de Engenharia do Conhecimento (Florianópolis, SC -Brasil).

  • Reconhecimentos: Não aplicável.
  • Financiamento: Não aplicável.
  • Conflitos de interesse: Os autores certificam que não têm interesse comercial ou associativo que represente um conflito de interesses em relação ao manuscrito.
  • Aprovação ética: Sim.
  • Disponibilidade de dados e material: O conjunto de dados está disponível no apêndice do próprio artigo.
  • Contribuições dos autores: Curadoria de dados; Investigação; Visualização: MENDONÇA, T. C.; Conceitualização; Análise formal; Metodologia; Escrita; Escrita – revisão & edição: MENDONÇA, T. C.; VARVAKIS, G.; SANTOS, N. dos.

Referências

ARAÚJO, Wánderson Cássio Oliveira. Recuperação da informação em saúde: construção, modelos e estratégias. Convergências em Ciência da Informação, Aracaju, v. 3, n. 2, p. 100-134, maio/ago. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.33467/conci.v3i2.13447. Acesso em: 23 ago. 2021.

BOTELHO, Renata Dias; PAIVA, Kely César Martins de. Comprometimento organizacional: um estudo no Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. Revista De Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 45, n. 5, p. 1249-1283. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/7035 . Acesso em: 23 ago. 2021.

CAPAVERDE, Caroline Bastos; VAZQUEZ, Ana Cláudia de Souza. Implantação de processo eletrônico no sistema judiciário: um estudo sobre aprendizagem organizacional em uma secretaria de gestão de pessoas. Read: Revista Eletrônica de Administração, Porto Alegre, v. 21, n. 2, p. 462-490, ago. 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-2311.0592014.53649 . Acesso em: 23 ago. 2021.

CASTRO, Marilú Pereira; GUIMARÃES, Tomas Aquino. Dimensões da inovação em organizações da justiça: proposição de um modelo teórico-metodológico. Cadernos Ebape.Br, São Paulo, v. 17, n. 1, p. 173-184, mar. 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1679-395167960 . Acesso em: 23 ago. 2021.

DAVENPORT, Thomas; PRUSAK, Laurence. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam seu capital. São Paulo: Elsevier, 2003.

DUSYA, Vera; CROSSAN, Mary. Reconciling learning paradoxes through improvisation. In: Organization Learning, Knowledge and Capabilities Conference (OLKC), 2007, London, Ontario, CA. Anais… London, Ontario, CA: University of Western Ontario, 2007. Disponível em: https://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.421.6599&rep=rep1&type=pdf Acesso em: 23 ago. 2021.

FERRETTI, José Roberto Pimenta; ALVARES, Lilian Maria Araújo Rezende. Gestão da informação e do conhecimento judiciais: perspectivas e desafios. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 25, n. 2, p. 28, 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/93024. Acesso em: 23 ago. 2021.

FREITAS, Eliezer da Silva. Gestão do Conhecimento na Administração Pública: tendências de aprimoramento dos Tribunais de Contas. Revista Controle: doutrina e artigos, Fortaleza, v. 15, n. 1, p. 424-457, jan. jun/2017. Disponível em: https://doi.org/10.32586/rcda.v15i1.351 . Acesso em: 23 ago. 2021.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GUIMARAES, Tomas Aquino; GOMES, Adalmir Oliveira; GUARIDO FILHO, Edson Ronaldo. Administration of justice: an emerging research field. Rausp Management Journal, São Paulo, v. 53, n. 3, p. 476-482, 22 jun. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/rausp-04-2018-010 . Acesso em: 23 ago. 2021

GUIMARÃES, Tomas de Aquino; ODELIUS, Catarina Cecilia; MEDEIROS, Janann Joslin; SANTANA, João Augusto Vargas. Management Innovation at the Brazilian Superior Tribunal of Justice. The American Review of Public Administration, [S.L.], v. 41, n. 3, p. 297-312, 18 ago. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1177/0275074010380449 . Acesso em: 23 ago 2021

JOIA, Luiz Antonio. The impact of government-to-government endeavors on the intellectual capital of public organizations. Government Information Quarterly, [S.L.], v. 25, n. 2, p. 256-277, abr. 2008. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.giq.2007.06.004 . Acesso em: 23 ago. 2021

KILIMNIK, Zélia Miranda. O Juiz de Direito como gestor: competências necessárias para uma difícil conciliação de papéis. Revista Gestão & Tecnologia, Pedro Leopoldo, MG, v. 6, n. 2, set. 2010. ISSN 2177-6652. Disponível em: https://doi.org/10.20397/2177-6652/2006.v6i2.180 . Acesso em: 23 jul. 2021.

KLUMB, Rosangela; HOFFMANN, Micheline Gaia. Inovação no setor público e evolução dos modelos de administração pública: o caso do tre-sc. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, Rio de Janeiro, v. 21, n. 69, p. 84-100, 16 ago. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.12660/cgpc.v21n69.53902 . Acesso em: 23 ago. 2021

LIMA, Daniella Munhoz da Costa; FRAGA, Valderez Ferreira; OLIVEIRA, Fátima Bayma de. O paradoxo da reforma do Judiciário: embates entre a nova gestão pública e a cultura organizacional do jeitinho. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 50, n. 6, p. 893-912, dez. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7612152761 . Acesso em: 23 ago. 2021

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018 . Acesso em: 23 ago. 2021.

MIRANDA, Marcia; MORESI, Eduardo. The knowledge management for best practices sharing in a database at the tribunal regional federal da primeira região. Jistem Journal of Information Systems And Technology Management, [S.L.], v. 7, n. 2, p. 409-432, 30 ago. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4301/s1807-17752010000200008 . Acesso em: 23 ago. 2021.

NAIR, Praba; PRAKASH, Kamlesh. Knowledge Management: Facilitator’s Guide. APO: Tokyo, 2009.

NOGUEIRA, José Marcelo Maia; OLIVEIRA, Kátia Michelle Matos de; VASCONCELOS, Alan Pereira de; OLIVEIRA, Leonel Gois Lima. Estudo exploratório da eficiência dos Tribunais de Justiça estaduais brasileiros usando a Análise Envoltória de Dados (DEA). Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 46, n. 5, p. 1317-1340, out. 2012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s0034-76122012000500007 . Acesso em: 23 ago. 2021.

OLIVEIRA, Ludmilla Cavarzere; CAVALLI, Valquiria Trovão; DIAS, Álvaro Machado; OLIVEIRA, Mauri Aparecido. Gamification for online training of court professionals in a labour Court in São Paulo, Brazil (TRT-2): what can be implemented in Moodle 2.5. Eccos: Revista Científica, São Paulo, n. 46, p. 171-190, 31 ago. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5585/eccos.n46.6497 . Acesso em: 23 ago. 2021.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, Michelly Dias da; CARVALHO, Rachel de. Integrative review: what is it? how to do it?. Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106, mar. 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1679-45082010RW1134 . Acesso em: 23 ago. 2021.

VIEIRA, Luciano José Martins; COSTA, Silvia Generali da. Liderança no Judiciário: o reconhecimento de magistrados como líderes. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 47, n. 4, p. 927-948, ago. 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s0034-76122013000400006 . Acesso em: 23 ago. 2021

WHITTEMORE, Robin. Combining evidence in nursing research: methods and implications. Nursing Research, Baltimore, v. 54, n. 1, p. 56-62, 2005. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/15695940/ . Acesso em: 23 ago. 2021.

WIESE, Christopher W.; BURKE, Shawn C. Understanding team learning dynamics over time. Frontiers in Psycology, v. 10, n. 147, p. 1-14, 2019. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fpsyg.2019.01417/full . Acesso em: 23 ago. 2021.

Gestão do conhecimento

Publicado

2022-02-07

Como Citar

MENDONÇA, T. C.; SANTOS, N. dos; VARVAKIS, G. Práticas de gestão do conhecimento nas instituições do Sistema de Justiça brasileiro. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 20, n. 00, p. e022005, 2022. DOI: 10.20396/rdbci.v20i00.8668083. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8668083. Acesso em: 8 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)