Banner Portal
Os modelos de negócio para a publicação de livros em acesso aberto por editoras universitárias brasileiras
Livros enfileirados para produção
PDF
PDF (English)
ÁUDIO
VÍDEO
PARECER A
PARECER B

Palavras-chave

Acesso aberto
Editoras universitárias
Livros eletrônicos
Modelos de negócio

Como Citar

AMARAL, F. B. M. do; FURNIVAL, A. C. M. Os modelos de negócio para a publicação de livros em acesso aberto por editoras universitárias brasileiras. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 21, n. 00, p. e023010, 2023. DOI: 10.20396/rdbci.v21i00.8673169. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8673169. Acesso em: 25 fev. 2024.

Dados de financiamento

Resumo

Introdução: existe crescente tendência entre as Editoras Universitárias Brasileiras (EUB) publicar livros científicos e acadêmicos em acesso aberto, disponibilizando-os online como e-books. Para tal, as EUB adotam um ou mais modelo de negócio, especialmente focados na forma de financiar a editoração e publicação de livros em acesso aberto. Objetivo: Descrever os modelos de negócio utilizados pelas EUB para a publicação de e-books acadêmicos e científicos em acesso aberto. Metodologia: Foi realizada pesquisa documental com levantamento das políticas editoriais dispostas nos websites de 92 EUB de instituições de ensino superior públicas brasileiras. Na maioria dos casos, a partir da leitura e análise dos documentos e informações disponíveis nos websites, foi possível identificar os modelos de negócio adotados. Também foi aplicado um questionário às EUB para captar alguns dados sobre os modelos adotados, que suplementaram as informações não encontradas nos websites das editoras; foram retornados 36 questionários preenchidos. Resultados: Foi identificado que 94,6% das editoras participantes publicam livros em acesso aberto, exclusivamente ou associado às vendas de livros (impressos e e-books). Verificou-se modelos de negócios adotados para subsidiar as atividades editoriais e para as publicações abertas: financiamento institucional, subsídios cruzados, concessão de financiamento de pesquisa e/ou bolsas, infraestrutura compartilhada, parcerias com bibliotecas universitárias, doações financeiras, taxa de processamento de livro, liberação, híbrido e período de embargo. Conclusão: A pesquisa aponta que, ao aderirem-se ao movimento da ciência aberta e acesso aberto para a publicação de livros, as EUB adotam práticas editoriais inovadoras, mas enfrentam desafios no que tange à sua sustentabilidade financeira.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v21i00.8673169
PDF
PDF (English)
ÁUDIO
VÍDEO
PARECER A
PARECER B

Referências

BUDAPEST OPEN ACCESS INITIATIVE. Disponível em: < https://bit.ly/3UCmtEp>. Acesso em: 18 nov. 2021.

BUFREM, L. S. Editoras universitárias no Brasil: uma crítica para a reformulação da prática. 2. ed. São Paulo: Edusp, 2015.

BUFREM, L. S.; GARCIA, T. M. B. A editora universitária e o compromisso da universidade com as práticas de divulgação do conhecimento produzido. Em Questão, Porto Alegre, v. 20, p. 151–164, 2014. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/40816>. Acesso em: 18 nov. 2021.

COLLINS, E.; MILLOY, C.; STONE, G. Guide to open access monograph publishing for arts, humanities and social science researchers. Londres: AHRC/Jisc Collections, 2015. Disponível em: <https://bit.ly/3N5rkwb>. Acesso em: 16 abr. 2022.

DOS SANTOS RIBEIRO, D. A aplicação das métricas alternativas em livros científicos de acesso aberto. Cadernos BAD, n. 1, p. 139-145, 2018. Disponível em: https://web.p.ebscohost.com/ehost/pdfviewer/pdfviewer?vid=0&sid=5f6f6e98-ef75-444d-be5d-32c7395449ea%40redis. Acesso em: 18 mar. 2021.

EVE, M. P. Open Access and the humanities: contexts, controversies and the future. Reino Unido: Cambridge University Press, 2014.

Disponível em: < https://bit.ly/3Hbgh0H>. Acesso em: 24 mar. 2022.

FAPESP. Normas para Apresentação e Seleção de Propostas de Auxílio à Publicação. Disponível em: <https://fapesp.br/auxilios/publicacoes>. Acesso em: 16 abr. 2023.

FERWERDA, E.; PINTER, F.; STERN, N. A landscape study on open

access and monographs: policies, funding and publishing in eight European

countries. Europa: Knowledge Exchange, 2017. Disponível em:

<https://zenodo.org/record/815932#.YiXxoXrMKUk>. Acesso em: 07 mar. 2022.

FIORI, C. R. S. Comercialização nas editoras universitárias federais do Brasil: práticas de gestão. 2018, 349p. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Universitária)- Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/194473>. Acesso em: 12 abr. 2022.

FROSIO, G. Open Access Publishing: A Literature Review. Reino Unido:

CREATe Working Paper, 2014. Disponível em: <10.5281/zenodo.8381>. Acesso em: 11

mar. 2022.

GONSALVES, E. P. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. 4. ed. Campinas: Editora Alínea, 2007.

HILL, T. Four reports on the OA monograph: Review. Learned Publishing, Nova

Jersey, v. 33, n. 1, p. 345–347, 2020.

IFLA. IFLA Statement on open access – clarifying IFLA’s position and strategy. Disponível em: < https://bit.ly/3okuRMs>. Acesso em: 13 set. 2022.

LEITE, F. C. L.; COSTA, S. M. S. Modelo genérico de gestão da informação científica para instituições de pesquisa na perspectiva da comunicação científica e do acesso aberto. Investigación Bibliotecológica, v. 30, n. 69, p. 43-73, 2016. Disponível em: <https://repositorio.unb.br/handle/10482/9753>. Acesso em: 19 dez. 2021.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 1999.

OAPEN. Open Access Books Toolkit. 2021. Disponível em: <https://www.oabooks-toolkit.org/>. Acesso em: 24 mar. 2022.

PENIER, I.; EVE, M. P.; GRADY, T. COPIM: Revenue Models for Open Access Monographs 2020. União Europeia: COPIM, 2020. Disponível em: <https://zenodo.org/record/4011836#.YXiZMp7MKUl>. Acesso em: 26 out. 2021.

RITTER, T.; LETTL, C. The wider implications of business-model research. Long Range Planning, v. 51 n. 1, p. 1-8, 2018.

RONCEVIC, M. Characteristics of European universities that participate in library crowdfunding initiatives for open access monographs. Publications, v.11, n.1, 2023. https://doi.org/10.3390/publications11010009 (2023)

SNIJDER, R. The profits of free books: an experiment to measure the impact of open access publishing. Learned Publishing, v. 23, p. 293–301, 2009. Doi: 10.1087/20100403.

SNIJDER, R. The deliverance of open access books. Examining usage and dissemination. Leiden: OAPEN, 2019. Disponível em: http://library.oapen.org/handle/20.500.12657/25287; Acesso em 12 set. 2022.

SPEICHER, L; ARMANDO, L; BARGHEER, M; EVE, M.P; FUND, S; LEÃO, D; MOSTERD, M; PINTER, F; SOUYIOULTZOGLOU, I. OPERAS. Open Access Business Models White Paper. 2018. https://doi.org/10.5281/zenodo.1323708

SUBER, P. Open Access. Cambridge: The MIT Press, 2012. 255 p. Disponível em: <https://library.oapen.org/handle/20.500.12657/26065>. Acesso em: 11 set. 2022.

USP. Portal de Livros Abertos da USP. Disponível em: <https://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP>. Acesso em: 11 set. 2022.

UNB. Portal de Livros da UnB. Disponível em: <https://livros.unb.br/index.php/portal>. Acesso em: 11 abr. 2022.

THATCHER, S. The challenge of open access for university presses. Learned Publishing, v. 20, n. 3, p. 165–172, 2007.

TICKELL, A. Open access to research publications: Independent advice. Reino Unido: Departament for Business, Innovation & Skills, 2016. Disponível em: <https://bit.ly/3MQvHuH>. Acesso em: 21 mar. 2022.

WILLINSKY, J. The access principle: The Case for Open Access to Research and Scholarship, Boston: MIT Press, 2006.

WITHEY, L. et al. Sustaining scholarly publishing: new business models for university presses. Nova Iorque: The Association of American University Presses, 2011. Disponível em: <https://aupresses.org/wp-content/uploads/2020/06/aaupbusinessmodels2011.pdf>. Acesso em: 11 set. 2022.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Fatima Beatriz Manieiro do Amaral, Ariadne Chloe Mary Furnival

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...