Marxismo e cultura: contraponto às perspectivas pós-modernas

Autores

  • David Romão Teixeira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Fernanda Braga Magalhães Dias Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v2i2.8635495

Palavras-chave:

Cultura. Revolução. Marxismo.

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar a contribuição do marxismo ao debate sobre a cultura, destacando suas principais orientações e contrapontos ao debate pós-moderno. Expõe um panorama sintético do debate sobre cultura na atualidade, realiza um balanço da análise marxista sobre cultura, destacando as contribuições de Trotski sobre a temática e sua íntima ligação com o contexto revolucionário soviético e europeu de seu tempo. Ressalta a importância de compreender a interdependência dialética entre a cultura e a economia. Concluindo que a análise da cultura no campo do marxismo nos possibilita elencar orientações que demarcam a compreensão da cultura no campo da revolução social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

David Romão Teixeira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Professor Assistente de Centro de Formação de Professores da UFRB.

Fernanda Braga Magalhães Dias, Universidade Federal de Santa Catarina

Licenciada em Educação Física - UEFS, Mestranda em Educação- UFSC. Professora da Rede Estadual de ensino do Estado da Bahia.

Downloads

Publicado

2010-09-10

Como Citar

Teixeira, D. R., & Dias, F. B. M. (2010). Marxismo e cultura: contraponto às perspectivas pós-modernas. Filosofia E Educação, 2(2), 120–140. https://doi.org/10.20396/rfe.v2i2.8635495