Educação como adaptação: a experiência segundo John Dewey

Autores

  • José Claudio Morelli Matos Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v2i2.8635517

Palavras-chave:

Educação. Adaptação. Dewey.

Resumo

Em sua filosofia da educação, fortemente marcada pelo método experimental de investigação e pela adoção da atitude naturalista, John Dewey concebe o ser humano e a sociedade com base na noção mais ampla de transmissão da vida, num ambiente social, por meio da comunicação de hábitos, crenças e valores. Caso mais específico deste processo da vida, é pela educação que a experiência de um indivíduo ou cultura se renova e se modifica. O sucesso de processos educativos, por procedimentos informais ou formais, depende do tipo de experiência envolvida e dos efeitos dessa experiência na adaptação do sujeito ao seu ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Claudio Morelli Matos, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professor adjunto de Filosofia da Educação do Departamento de Ciências Humanas da UDESC.

Downloads

Publicado

2010-05-29

Como Citar

Matos, J. C. M. (2010). Educação como adaptação: a experiência segundo John Dewey. Filosofia E Educação, 2(2), 481–501. https://doi.org/10.20396/rfe.v2i2.8635517