Banner Portal
Mundo da vida e educação: racionalidade e normatividade
PDF

Palavras-chave

Mundo da vida. Racionalidade. Habermas

Como Citar

MÜHL, Eldon Henrique. Mundo da vida e educação: racionalidade e normatividade. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 8, n. 2, p. 97–120, 2016. DOI: 10.20396/rfe.v8i2.8646391. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8646391. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

Habermas passa a atribuir, a partir de 1990, um papel central ao mundo da vida que, como fonte da racionalidade comunicativa, é capaz de se opor ao processo de dominação sistêmica e manter a autonomia dos indivíduos. O texto explicita os argumentos que levam Habermas a considerar a espontaneidade do mundo da vida como fonte que assegura a validade cognitiva e normativa das ações dos indivíduos em interação e avalia o potencial crítico desse posicionamento na educação. A ideia orientadora é que o entendimento da vida escolar só pode ser atingido se levar em conta a forma de produção do mundo da vida dos atores que a compõem.

https://doi.org/10.20396/rfe.v8i2.8646391
PDF

Referências

GOERGEN, P. L. Teoria da ação comunicativa e práxis pedagógica. In: DALBOSCO, C. A.; LONGHI, S. M.; TROMBETTA, G. (orgs.). Sobre filosofia e educação: subjetividade-intersubjetividade na fundamentação da práxis pedagógica. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2004. p. 111-151. 222

HABERMAS, J. Conhecimento e interesse. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1982.

HABERMAS, J. A pretensão de universalidade da hermenêutica. In: HABERMAS, J. Dialética e hermenêutica. Trad. Álvaro L. M. Valls. Porto Alegre: L&PM, 1987. p. 26-72.

HABERMAS, J. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

HABERMAS, J. Pensamento pós-metafísico. São Paulo: Tempo Brasileiro, 1990.

HABERMAS, J. Teoria de la acción comunicativa I: racionalidad de la acción y racionalización social. Madrid: Taurus, 1987a.

HABERMAS, J. Teoria de la acción comunicativa II: crítica de la razón funcionalista. Madrid: Taurus, 1987b.

HABERMAS, J. Edmundo Husserl sobre mundo de la vida, filosofia y ciência. In: REDONDO, M. J. (org.). Textos y contextos. Barcelona: Ariel, 1996. p. 59-73.

HABERMAS, J. Direito e democracia: entre facticidade e validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997. v. 2.

HABERMAS, J. Verdade e justificação: ensaios filosóficos. São Paulo: Loyola, 2004.

HABERMAS, J. Fundamentos linguísticos da sociologia. Lisboa: Edições 70, 2010. (Obras escolhidas, v.1)

MÜHL, E. H. Vida, mundo da vida e educação: uma leitura habermasiana do problema da justificação da ação educativa. In: TREVISAN, A. L.; TOMAZETTI, E. M.; ROSSATTO, N. D. (orgs.). Diferença, cultura e educação. Porto Alegre: Sulina, 2010. p. 240-253.

MÜHL, E. H; GOMES, L.R; ZUIN, A.A.S. Teoria crítica, filosofia e educação: homenagem a Pedro L. Goergen. Passo Fundo, RS; Maringá, PR: Editora UPF; Editora UEM, 2014.

PICHÉ, C. A passagem do conceito epistêmico ao conceito pragmatista de verdade em Habermas. In: LEITE, L. B.; BARBOSA, R. J. C. (orgs.). Filosofia prática e modernidade. Rio de Janeiro: Eduerj, 2003. p. 7-26.

O periódico Filosofia e Educaçãoutiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.