A lenda O riso de Demócrito e o pranto de Heráclito

origens e desenvolvimentos históricos

Autores

  • Ibrahim Campos UFAL / PPGE
  • Walter Lima UFAL / PPGE

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v12i3.8660762

Palavras-chave:

Riso de Demócrito, Pranro de Heráclito, História da Filosofia

Resumo

O artigo explora as fontes históricas da lenda O riso de Demócrito e o pranto de Heráclito, com destaque para a antiguidade grecorromana e para a modernidade renascentista. É realizado um estudo genealógico da referida lenda, seguido da análise de três obras: as Cartas do Pseudo-Hipócrates (c. século I d.C.) e os discursos oratórios de Antônio Vieira (Le lacrime d'Eraclito) e de Girolamo Cattaneo (Il riso di Democrito) (1674). Diante da tirania da felicidade que se impõe nas sociedades contemporâneas, o resgate desse construto cultural milenar serve como locus de reflexão sobre prudencialidade ética e condição humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ibrahim Campos, UFAL / PPGE

Doutorando em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (PPGE/UFAL). Professor universitário. Bolsista CAPES/FAPEAL.

 

Walter Lima, UFAL / PPGE

Doutorado em Educação (Filosofia e Educação) pela Universidade Estadual de Campinas (2003).  Professor Associado da Universidade Federal de Alagoas, no Centro de Educação.

Referências

ARAPIRACA, Mary de Andrade. Riso e educação: prólogo de uma paideia. Salvador: EDUFBA, 2017.

ALCIATO, Andrea. Livro de emblemas. In: SAUKA, Mariana Yelena. O livro de emblemas de Andrea Alciato: apresentação e tradução. 2016. Dissertação (Mestrado em História da Arte) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Guarulhos, 2016. f. 83-202. Disponível em: http://www.repositorio.unifesp.br/handle/11600/46221. Acesso em: 30 jul. 2020.

BARNES, Jonathan. Filósofos pré-socráticos. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAUDRY, Bérénice Vila. Le rire de Démocrite et le pleurer d’Héraclite: la figure des philosophes de l’Antiquité dans la littérature espagnole des Siècles d’Or. Position de thèse (Doutorado em Études hispaniques) - Université de Paris IV, Paris, 2007. Disponível em: http://lettres.sorbonne-universite.fr/IMG/pdf/VIAL-BAUDRY_Position.pdf. Acesso em: 30 jul. 2020.

BERGSON, Henri. O riso: ensaio sobre a significação da comicidade. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BRAMANTE, Donato. Democritus and Heraclitus. Pintura. 102 x 127 cm. Disponível em: https://pinacotecabrera.org/en/collezione-online/opere/heraclitus-and-democritus/. Acesso em: 30 jul. 2020.

BRANDÃO, Junito de Souza. Dicionário mítico-etimológico da mitologia grega. Vol. I. A-I. 3 ed. Petrópolis: Vozes, 1997.

CAIRUS, Henrique Fortuna. A fala razoável da loucura: o riso de Demócrito. Calíope: presença clássica, v. 11, p. 74-81, 2003. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/caliope/issue/view/1488/showToc. Acesso em: 02 jan. 2020.

CAMPOS, Rogério de. Introdução. In: HIPÓCRATES. Sobre o riso e a loucura ou o riso de Demócrito. São Paulo: Hedra, 2011. p. 9-28.

CARTLEDGE, Paul. Demócrito: Demócrito e a política atomista. São Paulo: Editora UNESP, 2001.

CATTANEO, Girolamo. O riso de Demócrito. In: VIEIRA, Antônio. As lágrimas de Heráclito. São Paulo: Ed. 34, 2001. p. 157-203.

CICÉRON. Oeuvres complètes de Cicéron. Dialogues de l’Orateur, Paris, C.L.F. Panckoucke, 1830. Disponível em: https://play.google.com/store/books/details?id=yl5DAAAAYAAJ&rdid=book-yl5DAAAAYAAJ&rdot=1. Acesso em: 30 jul. 2020.

COSTA, Admar Almeida da. As contradições do mundo e a unidade do discurso: filosofia e retórica em Antônio Vieira. Revista Educação e Filosofia, v. 32, n. 65, mai./ago. 2018 (ahead of print). Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/39949/26012. Acesso em: 30 jul. 2020.

COURCELLES, Dominique de. When the Greek King Alexander the Great Laughed in India: The Rhetoric of Laughter and the Philosophy of Living. Philosophy and rethoric, v. 47, n. 3, p. 323-333, 2014. Disponível em: https://muse.jhu.edu/article/552277. Acesso em: 30 jul. 2020.

COMTE-SPONVILLE, André. Pequeno tratado das grandes virtudes. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

FERRY, Luc. Aprender a viver: sabedoria para novos tempos. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

GAY, Peter. A experiência burguesa da Rainha Vitória a Freud. O cultivo do ódio. Vol. 3. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

HIPÓCRATES. Sobre o riso e a loucura. São Paulo: Hedra, 2011.

HUSSEY, Edward. Heráclito. In: LONG, A.A. (org.). Primórdios da filosofia grega. 2 ed. Aparecida: Ideias & Letras, 2008. p. 139-166.

JAEGER, Werner. Paidéia: a formação do homem grego. 6 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

JUVENAL. Sátiras. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1968.

KIRK, G.S.; RAVEN J.E.; SCHOFIELD, M. Os filósofos pré-socráticos: história crítica com selecção de textos. 7 ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.

LAÊRTIOS, Diôgenes. Vida e doutrina dos filósofos ilustres. Brasília: Universidade de Brasília, 1988.

LEPAGE, John L. Laughing and Weeping Melancholy: Democritus and Heraclitus as Emblems. In: LEPAGE, John L. The Revival of Antique Philosophy in the Renaissance. New York: Palgrave Macmillan, 2012. p. 81-135. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=WfLdl4LhMc0C&dq=Laughing+and+Weeping+Melancholy&hl=pt-BR. Acesso em: 30 jul. 2020.

LÉVI, Florence. Voir ou pleurer: Les larmes du père António Vieira. Reflexão, v. 33, n. 93, p. 23-30, 2008. Disponível em: https://seer.sis.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/reflexao/article/view/3040. Acesso em: 30 jul. 2020.

LUTZ, Cora E. Democritus and Heraclitus. The Classical Journal, v. 49, n. 7, p. 309-314, apr. 1954. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/3292600?seq=1. Acesso em: 30 jul. 2020.

MANSFELD, Jaap. Fontes. Heráclito. In: LONG, A.A. (org.). Primórdios da filosofia grega. 2 ed. Aparecida: Ideias & Letras, 2008. p. 65-89.

MINOIS, Georges. História do riso e do escárnio. São Paulo: Editora UNESP, 2003.

MONTAIGNE, Michel de. Essais. Paris: Gallimard, 2009.
NAVIA, Luis E. Diógenes, o Cínico. São Paulo: Odysseus, 2009.

ONFRAY, Michel. Contra-história da filosofia: as sabedorias antigas, I. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

PAVIS, Patrice. Dicionário de teatro. São Paulo: Perspectiva, 1999.

PEIXOTO, Miriam Campolina Diniz. A felicidade enquanto simetria da alma em Demócrito. Boletim do CPA, n 20/21, p. 167-189, jul. 2005/ jul. 2006. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/publicacoes/pf-publicacoes/cpa_-_20-21_-_senha_-_novembro_2017.pdf. Acesso em: 30 jul. 2020.

PERELMAN, Chaïm; OLBRECHS-TYTECA, Lucie. Tratado da argumentação: a nova retórica. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

SALIBA, Elias Thomé. Treze obras para conhecer a história cultural do humor. In: Guia bibliográfico da FFLCH [S.l: s.n.], 2016. Disponível em: https://www.fflch.usp.br/sites/fflch.usp.br/files/2017-11/Histo%CC%81ria%20cultural%20do%20humor.pdf. Acesso em: 30 jul. 2020.

SALOMÃO, Sonia N. Introdução. In: VIEIRA, Antônio. As lágrimas de Heráclito. São Paulo: Ed. 34, 2001. p. 7-93.

SAMÓSATA, Luciano de. Filosofias em leilão. In: SAMÓSATA, Luciano de. Luciano [IV]. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2013, p. 157-178. Disponível em: https://digitalis-dsp.uc.pt/bitstream/10316.2/29944/8/E-book_Luciano_IV.pdf. Acesso em: 30 jul. 2020.


SÊNECA. Sobre a ira. Sobre a tranquilidade da alma. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

SILVA, Amós Coêlho da. A sátira X, de Juvenal. Principia, n. 18, p. 53-59, 2009. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/principia/article/view/8156. Acesso em: 30 jul. 2020.

SPINELLI, Miguel. Filósofos pré-socráticos: primeiros Mestres da filosofia e da ciência grega. 2 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

STÖRIG, Hans Joachim. História geral da filosofia. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

VIEIRA, Antônio. As lágrimas de Heráclito. São Paulo: Editora 34, 2001.

VIEIRA, Antônio. Sermões. Volume II. Tomos IV, V e VI. Porto: Lello & Irmão. 1959.

ZUFFI, Stefano. European Art of the Fifteenth Century. Los Angeles: The J. Paul Getty Museum, 2005. Disponível em: https://books.google.com.br/. Acesso em: 30 jul. 2020.

Downloads

Publicado

2021-02-03

Como Citar

CAMPOS, I.; LIMA, W. A lenda O riso de Demócrito e o pranto de Heráclito: origens e desenvolvimentos históricos. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 12, n. 3, 2021. DOI: 10.20396/rfe.v12i3.8660762. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8660762. Acesso em: 27 nov. 2021.