Banner Portal
História das mulheres em tempos de pandemia
PDF

Palavras-chave

Tempo presente
Pandemia
História de mulheres

Como Citar

BUENO, Wilma de Lara. História das mulheres em tempos de pandemia. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 12, n. 3, p. 1544–1564, 2021. DOI: 10.20396/rfe.v12i3.8661985. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8661985. Acesso em: 16 jun. 2024.

Resumo

Este artigo pretende refletir sobre a condição feminina em tempos da pandemia provocada pela Covid-19. A historiografia evidencia o papel das mulheres como sujeitos da história, o qual durante muito tempo foi relevado ao esquecimento por concepções que as condicionavam à reclusão e às tarefas do lar. No entanto, nas entrelinhas dos discursos masculinos, os historiadores têm encontrado indícios de que, no lar ou no espaço público, elas buscaram sua realização pessoal e profissional. Em tempos de pandemia, o cotidiano revela histórias e depoimentos colocando novos desafios à mulher trabalhadora, na emergência de atender aos compromissos profissionais e ao desempenho da maternidade.

https://doi.org/10.20396/rfe.v12i3.8661985
PDF

Referências

BARBOSA, Ana Luísa de Neves Holanda; COSTA, Joana Simões; Marcos HECKSHER. Mercado de Trabalho e Pandemia da Covid 19: ampliação das desigualdades já existentes? Disponível em: < http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/10186/1/bmt_69_mercdetrabalho.pdf

> Acesso em: 28 de out. 2020, p. 61.

BENJAMIN, Walter. Magia e Técnica. Arte e Política. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BUENO, Wilma de Lara. Enamoradas do Sagrado: Monjas do Mosteiro do Encontro (1964-1999). 2008. 274 páginas. Tese de Doutoramento, Setor de Ciências Humanas e Artes. UFPR. Curitiba.

CARRANÇA, Thais. Taxa de desemprego chega a 17% entre mulheres e 16% entre negros. Folha de São Paulo. São Paulo, 24 out. 2020, Mercado, p. 1.

DEL PRIORE, Mary (org.). História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 1997.

DIAS, Maria Odila Leite da Silva. Quotidiano e poder em São Paulo no século XIX. São Paulo: Brasiliense, 1984.

FIGUEIREDO, Luciano. O Avesso da Memória: cotidiano e trabalho da mulher no século XVIII. Rio de Janeiro: José Olympio; Brasília, DF: Edunb, 1993.

HARTOG, François. Regimes de Historicidade: presentismo e experiências do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto; PUC-Rio, 2006.

MACHADO, Cecília. Crise de gênero ou do mercado de trabalho. In: Folha de São Paulo. São Paulo. São Paulo, 04 ago. 2020, Mercado Coronavírus, p. 18.

MARQUES, Emanuele et al. A violência contra mulheres, crianças e adolescentes em tempos de pandemia pela Covid –19: panoramas, motivações e formas de enfrentamento. Cadernos Saúde Pública. Rio de Janeiro: Fundação Osvaldo Cruz, 36 (4), abr 2020. Disponível em: <https://www.scielosp.org/article/csp/2020.v36n4/e00074420/ > Acesso em: 06 nov 2020.

MATOS, Maria Izilda; BORELLI, Andrea. Espaço feminino no mercado produtivo. In: PINSKY, Carla Bassanezi; PEDRO, Joana Maria. Nova História das Mulheres (org.). Nova História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2012.

PASSOS, Luana; GUEDES, Dyeggo Rocha. Participação feminina no mercado de trabalho e a crise dos cuidados da modernidade: conexões diversas. Planejamento e políticas Públicas. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Avançada, n. 50, jan/jun 2018. Disponível em: < http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/8502/1/ppp_n50_participa%C3%A7%C3%A3o.pdf > Acesso em: 29 out.2020.

PERROT, Michelle. Mulheres Públicas. São Paulo: Editora da UNESP, 1998.

________. Os excluídos da história: operários, mulheres, prisioneiros. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

PIMENTEL, Amanda; MARTINS, Juliana. O impacto da pandemia na violência de gênero no Brasil. In: Anuário Brasileiro de Segurança Pública, 24 jul. 2020, p. 38-42. Disponível em:< http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/documentacao_e_divulgacao/doc_biblioteca/bibli_servicos_produtos/BibliotecaDigital/BibDigitalLivros/TodosOsLivros/Anuario-brasileiro-de-seguranca-publica-2020.pdf >Aceso: 30 out. 2020.

PINSKY, Carla Bassanezi; PEDRO, Joana Maria. Nova História das Mulheres (org.). Nova História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2012.

RAGO, Margareth. Trabalho feminino e sexualidade. In: DEL PRIORE, Mary (org.). História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 1997, p. 605.

REIS, José Carlos. As identidades do Brasil: de Varnhagen a FHC. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1999.

ROUSSO, Henry. A última catástrofe: a história, o presente, o contemporâneo. Rio de Janeiro: FGV, 2016.

SCOTT, Joan. A mulher trabalhadora. In: PERROT, Michelle; DUBY, Georges. História das Mulheres. v. 4. Porto: Afrontamento, 1991.

SENNETT, Richard. Carne e Pedra: o corpo e a cidade na civilização ocidental, 2008.

TELLES, Lygia Fagundes. Mulher, mulheres. História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 1997, p. 669-672.

WEMPLE, Suzanne Fonay. As mulheres do século V ao século X. In: DUBY, Georges; PERROT, Michelle (orgs.). História das Mulheres. A Idade Média. Porto: Afrontamento, 1990.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Filosofia e Educação

Downloads

Não há dados estatísticos.