Experiência pedagógica com a ginástica na escola

uma possibilidade superadora

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v14i2.8668591

Palavras-chave:

Ginástica, Práxis-social, Educação física

Resumo

O presente artigo é uma experiência pedagógica com a Ginástica, especificamente a Ginástica Circense e Acrobática para alunos do ensino médio a partir de uma metodologia superadora. Através do método da práxis social foi possível identificar o conhecimento inicial dos alunos, problematizar elementos emergentes durante as aulas, confrontar o conhecimento científico com o senso comum, permitir a criatividade do aluno para novas possibilidades e superar a realidade a qual os alunos se encontravam. As aulas aqui expostas proporcionaram ao aluno superar a sua realidade a partir da apropriação e objetivação dos conhecimentos propostos.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rayza Rodrigues, Universidade Federal de Alagoas

Mestranda em Educação no curso de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas. Professora de Educação Física na Rede Estadual de Ensino.

Petra Schnneider

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Professora da Educação Básica na rede Municipal de Arapiraca - AL e Professora Substituta no Instituto Federal de Alagoas - (IFAL - Campus/Batalha)

Referências

BORTOLETO, M. A. C. (Org.). Introdução à pedagogia das atividades circenses. Jundiaí, SP: Fontoura, 2008.

BOTTOMORE, T. Dicionário do Pensamento Marxista. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 1997.

DUPRAT, R. M; GALLARDO, J. S. P. Artes circenses no âmbito escolar. Ijuí: Ed. Unijuí, 2010. 184 p.

MANACORDA, M. A. Marx e a formação do homem. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, número especial, p. 6-15, abr. 2011. Disponível em: https:www.histedbr.fae.unicamp.br/revista/edicoes/41e/art01_41e.pdf. Acesso em: 2 fev. 2014. DOI: https://doi.org/10.20396/rho.v11i41e.8639891

MARTINS, L. M; ABRANTES, A. Relações entre conteúdos de ensino e processos de pensamento. In: PINHO, S. Z. (Org.). Oficinas de Estudos Pedagógicos: reflexões sobre a prática de ensino superior. São Paulo: Cultura Acadêmica: UNESP/Pró-Reitoria de Graduação, 2008. p. 86-92. (excerto).

RODWELL, P. Ginástica acrobática para desenvolver o físico. Rio de Janeiro: Editora Tecnoprint LTDA. 1963.

SÀNCHEZ GAMBOA, Silvio. Epistemologia da educação física: as inter-relações necessárias. Maceió: EDUFAL, 2007. 165p.

SAVIANI, D. Sobre a natureza e a especificidade da educação. In: SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 10. ed. rev. Campinas: Autores Associados, 2008. p. 11-22.

SAVIANI, D. Da nova LDB ao novo plano nacional de educação: por uma outra política educacional. Campinas: Autores Associados, 2000.

SCOTT, J. J. Gênero: uma categoria útil de Analisar Histórica. Educação e Realidade, v.20, n.2, p. 71-79, jul/dez. 1995.

SOARES, C. L. et al. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

SOARES, C. L. et al. Metodologia do ensino de educação física. 2. ed. rev. São Paulo: Cortez, 2009.

Downloads

Publicado

2022-09-05

Como Citar

Rodrigues, R., & Schnneider, P. (2022). Experiência pedagógica com a ginástica na escola : uma possibilidade superadora. Filosofia E Educação, 14(2), 245–256. https://doi.org/10.20396/rfe.v14i2.8668591