Aprendizagens da docência: contribuições do Pibid na formação inicial de professores

Palavras-chave: Formação inicial de professores. Iniciação à docência. Pibid. Aprendizagem da docência.

Resumo

O texto toma como foco as aprendizagens da/para a docência constituídas no âmbito de dois subprojetos do Programa Institucional de Iniciação à Docência (Pibid), desenvolvidos por licenciaturas em Geografia de duas instituições públicas de ensino superior localizadas no sul do Brasil. Toma os discursos de 21 estudantes bolsistas dos referidos subprojetos (num universo de 27) e os analisa a partir dos enfoques tomados pelos estudos dos saberes da docência, agrupando seus enunciados em mapas de conteúdo de acordo com a similitude discursiva que apresentam. Deste processo analítico, apresenta, argumenta e conclui que enquanto uma das faces da Política Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica, o Pibid permite construir e mobilizar aprendizagens e saberes sobre a docência em quatro dimensões: (1) do contexto escolar; (2) do trabalho docente; (3) da escola e do aluno e; (4) da profissão e do desenvolvimento profissional de professores.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Olivino Paim, Universidade Federal da Fronteira Sul
Mestre em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - campus de Francisco Beltrão. Doutorando em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atua como docente do colegiado do curso de Licenciatura em Geografia e na especialização em Gestão Escolar, na Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Erechim
Rosa Elisabete Militz Wypyczynski Martins, Universidade do Estado de Santa Catarina
Professora no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e coordenadora do grupo de pesquisa Ensino de Geografia, Formação Docente e Diferentes Linguagens no CNPq

Referências

AMBROSETTI, Neusa Banhara et al. Contribuição do Pibid para a formação inicial de professores: o olhar dos estudantes. Educação em Perspectiva. Viçosa, v.4, n.1, p. 151-174. jan./jun. 2013.

ANDRÉ, Marli. Políticas de formação continuada e de inserção à docência no Brasil. Educação Unisinos (Online), v. 19, p. 34-44, 2015

BENATTI, Natalia. Entrevista. Florianópolis (SC), 29 de março de 2016.

BESEN, Camila. Entrevista. Florianópolis (SC), 23 de abril de 2016.

BRUSAMARELLO, Andressa Fernanda. Entrevista. Erechim (RS), 18 de março de 2016.

CRESWELL, John. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Trad. Luciana Oliveira da Rocha. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

CRUZ, Giseli Barreto da; ANDRÉ, Marli. O ensino de didática e o aprendizado da docência na visão de professores formadores. Diálogos Educacionais. Curitiba, v.12, n.35, p.79-101. jan./abr. 2012.

DENDENA, Daiane Paula. Entrevista. Erechim (RS), 13 de março de 2016.

FLORES, Ana Carolina Perusin. Entrevista. Erechim (RS), 05 de março de 2016.

FURLANETTO, Ecleide Cunico. Formação de formadores: um território a ser explorado. PepSic. São Paulo, nº 32, p.134, 2011. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psie/n32/n32a08.pdf>. Acesso em 15 mar. 2016.

GATTI, Bernardete Angelina. Formação Inicial de Professores para a Educação Básica: pesquisas e políticas educacionais. Estudos em Avaliação Educacional (Impresso), v. 25, p. 24-55, 2014a.

GATTI, Bernardete Angelina. La formación inicial de profesores en Brasil. Tabanque Revista Pedogica, v. 27, p. 15-24, 2014b.

GATTI, Bernardete; BARRETO, Elba. Professores do Brasil: impasses e desafios. 1. ed. Brasília: UNESCO, 2009.

GAUTHIER, Clermont; Et Al. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí – RS: UNIJUÍ, 1998.

KUHN, Marcos Adriano. Entrevista. Erechim (RS), 12 de março de 2016.

LINDO, Paula Vanessa de Faria; SOUZA, Reginaldo José; PAIM, Robson Olivino. O Pibid como 'terceiro espaço' na formação de professores de Geografia. In: Ricardo Luiz de Bittencourt. (Org.). Pibid como estratégia de formação de professores. 1ed.Rio de Janeiro: Eulim, 2017, v. , p. 148-175.

MANSUR, Tally. Entrevista. Florianópolis (SC), 17 de março de 2016.

MARCELO, Carlos. Pesquisa sobre a formação de professores: O conhecimento sobre aprender a ensinar. Revista Brasileira de Educação, n.9, p.51-75, 1998.

MARIN, Alda Junqueira. Propondo um novo paradigma para formar professores a partir das dificuldades e necessidades históricas dessa área. In.: REALI, Aline Maria Medeiros Rodrigues; MIZUKAMI, Maria das Graças Nicoletti. (Orgs.). Formação de professores: tendências atuais. São Carlos: EDUFSCAR, 1998. p. 153-165.

MARTINS, Rosa Elizabete Militz Wypyczynski. A prática de ensino de Geografia como eixo articulador do processo formativo. In.: MARTINS, Rosa Elizabete Militz Wypyczynski; TONINI, Ivaine; GOULART, Ligia Beatriz. Ensino de Geografia no contemporâneo: experiências e desafios. Santa Cruz do Sul (RS): EDUNISC, 2014. p. 170-187.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti.; Et Al. Escola e aprendizagem da docência. Processos de investigação e formação. São Carlos: Edufscar, 2002.

NORA, Darlan, Entrevista. Erechim (RS), 24 de fevereiro de 2016.

NÓVOA, António. Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: Educa, 2002.

PAIM, Elison Antonio. Chegando à escola: um momento do fazer-se professor. Ideação – Revista do Centro de Educação e Letras. v.8, n.9. p. 125-139. Foz do Iguaçu: Unioeste 2006.

PEGORARO, Karine. Entrevista. Erechim (RS), 27 de fevereiro de 2016.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004.

QUADROS, Daiane de Almeida. Entrevista. Erechim (RS), 11 de março de 2016.

QUADROS, Daiane de Almeida; FOIATTO, Kalize. Ensinando e aprendendo Geografia com o Pibid. In.: FERREIRA, Jeferson Saccol; MARASCHIN, Maria Lucia Marocco; CAMBRUSI, Morgana Fabiola (Orgs.). Iniciação à Docência: experiência, significações e perspectivas. Curitiba: CRV, 2013. p. 227-233.

RIBEIRO, Danilo Stank. Entrevista. Florianópolis (SC), 16 de março de 2016.

SANTOS, Larissa Anjos. Entrevista. Florianópolis (SC), 20 de abril de 2015.

SCHMIDEL, Natiele Patrícia. Entrevista. Erechim (RS), 02 de março de 2016.

SILVA, Roselaine Iankowski Corrêa da. Entrevista. Erechim (RS), 02 de março de 2016.

SOBÉ. Kelenn. Entrevista. Florianópolis (SC), 20 de abril de 2016.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão das relações humanas. (Trad. João Batista Kreuch). 8 ed. Petrópolis (RJ): Vozes, 2008.

VASQUEZ, Adolfo Sanches. A filosofia da práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.

VIEIRA, Hilda Maria Monteiro. Como vou aprendendo a ser professora depois da formatura: análise do tornar-se professora na prática da docência. Tese de doutorado. CECH/ UFSCar, 2002.

ZEICHNER, Ken. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação. Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 479-504, set./dez. 2010.

Publicado
2018-05-25
Como Citar
Paim, R. O., & Martins, R. E. M. W. (2018). Aprendizagens da docência: contribuições do Pibid na formação inicial de professores. Revista Internacional De Educação Superior, 4(3), 521-541. https://doi.org/10.20396/riesup.v4i3.8652045