Fases de submissão do processo de reconhecimento de cursos superiores: o caso do Instituto Federal Farroupilha

Palavras-chave: Educação superior. Regulação. Avaliação de cursos.

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar as fases do processo para a solicitação de reconhecimento dos Cursos Superiores de Tecnologia em Gestão Pública do Instituto Federal Farroupilha, considerando as normativas da plataforma do e-MEC. Foi realizada uma investigação do tipo estudo de caso com entrevista semiestruturada, subsidiada pela fundamentação teórica dos autores: Barreyro e Rothen (2008), Ristoff (1997), legislação específica, entre outros. Constatou-se que os programas implantados pelo MEC, em cada momento propício, tiveram contribuições importantes e positivas de acordo com o contexto da época de sua vigência. Verificou-se, a respeito das questões sobre o processo de avaliação de cursos, que o sistema tem como prioridade a transparência para a melhoria contínua do processo. No entanto, existem dificuldades de inserção de dados na plataforma e-MEC, bem como se destaca a rigidez do processo, referentes aos prazos de cada fase.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Carlos Minussi Righes, Universidade Federal de Santa Maria
Mestrado em Engenharia de Produção e Doutorando em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria.
Mônica de Souza Trevisan, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria [UFSM].

Rosane Carneiro Sarturi, Universidade Federal de Santa Maria

Docente da Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Marilene Gabriel Dalla Corte, Universidade Federal de Santa Maria

Docente da Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul [PUCRS].

Referências

AKKARI, A. Internacionalização das políticas educacionais: transformações e desafios. Petrópolis: Vozes, 2001.

BARREYRO, G. B; ROTHEN, J. C. Para uma história da avaliação da educação superior brasileira: análise dos documentos do Paru, Cnres, Geres e Paiub. Avaliação, Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 13, n. 1, p. 131-152, mar, 2008.

BARROSO, João. O Estado, a educação e a regulação das políticas públicas. Educação e Sociedade, Campinas, v.. 26, nº. 92, p. 725-751, Especial. Out. 2005. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 15 maio 2017.

BASTOS, A. R. B. de. Reconhecimento dos cursos de graduação: orientações gerais / Amélia Rota Borges de Bastos; Daniele Duarte da Cunha; Mônica de Souza Trevisan. - Bagé: Universidade Federal do Pampa, 2015. 94 p.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei nº9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, v. 134, nº 248, 23 dez. 1996. Seção I, p. 177-197.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004a. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, v.141, n 72, 15 abri. 2004a. Seção I, pp. 3-4.

BRASIL. Lei nº 10.172, de 09 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial[da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, v. 139, n 7, 10 jan. 2001. Seção I, p. 27834-27841.

BRASIL. Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de Instituições de Educação Superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, v. 143, nº 88, 10 de maio. 2006. Seção I, p. 6-10.

BRASIL. Decreto nº 9.235, de 15 de dezembro de 2017. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação das instituições de educação superior e dos cursos superiores de graduação e de pós-graduação no sistema federal de ensino. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9235.htm#art107> Acesso em: 16 jul. 2018.

BRASIL. Decreto nº 7.480, de 17 de abril de 2011. Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres). absorvendo competências antes da SESu, da Setec e da extinta Seed do Ministério da Educação. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/secretaria-de-regulacao-e-supervisao-da-educacao-superior-seres>. Acesso em: 10 jan. 2018.

BRASIL. Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007. Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação, avaliação e supervisão de educação superior no sistema federal de educação, e o Cadastro e-Mec de Instituições e Cursos Superiores e consolida disposições sobre indicadores de qualidade, banco de avaliadores (Basis) e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) e outras disposições. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, nº 249, 29 de dez. 2010. Seção 1, p. 23-31.

BRASIL. Portaria no 2.051, de 9 de julho de 2004b. Dispõe sobre o regulamento dos procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituída na Lei no 10.861, de 14 abr. de 2004a.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA – MEC. Sistema e-Mec. Manual para preenchimento de processos de autorização de cursos de graduação na modalidade presencial. 2015. Disponível em: <http://emec.mec.gov.br/documentospublicos/Manuais/40.pdf>. Acesso em: 20 fev. de 2018.

RISTOFF, D. I. Avaliação Institucional e a Mídia. Avaliação. Raies, Campinas, 1997. ano2, n.1(3), p.61-64, mar.

TREVISAN, M. de S. Influências do SINAES na construção curricular do curso de Pedagogia. 2014. 141 p. Dissertação (Mestrado em Educação), Centro de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 2014.

YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e método. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Publicado
2018-07-19
Como Citar
Righes, A. C. M., Trevisan, M. de S., Sarturi, R. C., & Dalla Corte, M. G. (2018). Fases de submissão do processo de reconhecimento de cursos superiores: o caso do Instituto Federal Farroupilha. Revista Internacional De Educação Superior, 4(3), 685-702. https://doi.org/10.20396/riesup.v4i3.8652256