Resiliência docente e alternância pedagógica na aprendizagem dos professores iniciantes

os movimentos em meio aos contextos emergentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v9i00.8664900

Palavras-chave:

Ensino Superior, Professor iniciante, Cursos de licenciatura, Aprendizagem docente, Contextos emergentes

Resumo

Neste artigo, apresentamos discussões resultantes da pesquisa “Professor iniciante nas licenciaturas e os contextos emergentes: aprendizagem para/na docência”, cujo foco é a aprendizagem docente do professor iniciante de licenciatura na perspectiva dos contextos emergentes. Para isso, buscamos responder ao seguinte problema de pesquisa: quais são os movimentos produzidos pelos professores iniciantes nos processos de aprender a docência nas licenciaturas, em meio aos contextos emergentes. Como aporte teórico-metodológico, utilizamos, neste artigo, Bolzan (2009, 2012, 2016), Isaia e Bolzan (2009), Isaia (2006), Morosini (2014), Tardif (2014), Imbernón (2009), entre outros autores. A pesquisa é qualitativa narrativa sociocultural. Realizamos entrevistas, a partir de tópicos guia, com professores iniciantes que atuam nos cursos de licenciatura de uma universidade pública do interior do Rio Grande do Sul. A partir das narrativas, evidenciamos as categorias docência e processos formativos que, perpassadas pelos contextos emergentes, configuram a aprendizagem docente dos professores iniciantes. Esses contextos emergentes se colocam como desafios frente à dinamização dos conhecimentos universitários, das exigências da profissão e da especificidade dos cursos de formação de professores. Assim, a docência se complexifica na medida em que as transformações da sociedade emergem na aprendizagem docente, na qual os movimentos de alternância pedagógica e resiliência docente implicam no processo de aprender a docência do professor iniciante que atua como formador de formadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jordana Rex Braun, Universidade Federal de Santa Maria

Mestrado em Educação (2020) pela Universidade Federal de Santa Maria/UFSM.  É professora na Prefeitura Municipal de Teutônia. 

Doris Pires Vargas Bolzan, Universidade Federal de Santa Maria

Doutorado em Educação (2001) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora no Centro de Educação da Universide Federal de Santa Maria.

Referências

BAKHTIN, Mikhail Mikhailovich. Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. São Paulo, SP: HUCITEC Editora, 2006.

AUTORA. Professor iniciante nas licenciaturas e os contextos emergentes: aprendizagem para/na docência. 2020. 241 p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, ano.

BOLZAN, Doris Pires Vargas. Formação de professores: compartilhando e reconstruindo conhecimentos. 2. ed. Porto Alegre, RS: Editora Mediação, 2009.

BOLZAN, Doris Pires Vargas. Aprendizagem docente e processos formativos: movimentos construtivos da educação básica e superior. Relatório final do projeto de pesquisa interinstitucional e integrado, registro no GAP nº 025821, CNP/q/PPGE/CE/UFSM, 2012.

BOLZAN, Doris Pires Vargas; ISAIA, Silvia Maria Aguiar.; MACIEL, Adriana, Moreira Rocha. Formação de professores: a construção da docência e da atividade pedagógica na Educação Superior. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 13, n. 38, p. 49-68, jan.abr. 2013. DOI: https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.7625

CANDAU, Vera Maria. Formação continuada de professores: tendências atuais. In: CANDAU, Vera Maria (Org.). Magistério: construção cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1997.

CONNELLY, F. Michael; CLANDININ, D. Jean. Relatos de experiência e investigación narrativa. In: LARROSA, J. et al. Déjame que te cuente: ensayos sobre narrativa y educación. Barcelona: Editorial Laertes, 1995.

CUNHA, Ana Maria de Oliveira; BRITO, Taita Talamira Rodrigues; CICILLINI, Graça Aparecida. Dormi aluno (a)... acordei professor (a): interfaces da formação para o exercício do ensino superior. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 29, 2006, Caxambu/MG. Anais... Caxambu/MG: Anped, 2006, p. 1-15.

CUNHA, Jorge Luiz et al. Reforma universitária e políticas públicas de Educação Superior no Brasil: a trajetória na UFSM. In: ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; BOLZAN, Doris Pires Vargas (Org.). Pedagogia universitária e desenvolvimento profissional docente. Porto Alegre, RS: EDIPUCRS, 2009.

CUNHA, Maria Isabel. O campo da iniciação à docência universitária como um desafio. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 33, 2010, Caxambu/MG. Anais... Caxambu/MG: Anped, 2010, p. 1-11.

CUNHA, Maria Isabel.; ZANCHET, Beatriz Maria Boéssio Atrib. A problemática dos professores iniciantes: tendência e prática investigativa no espaço universitário. Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 189-197, set./dez. 2010.

FELDKERCER, Nadiane. A transição de estudante a professor universitário. Linguagens, Educação e Sociedade, Teresina, ano 23, n. 38, jan./jul. 2018. DOI: https://doi.org/10.26694/les.v1i38.6024

FREITAS, Maria Tereza de Assunção; RAMOS, Bruna. S.. (Org.). Fazer pesquisa na abordagem histórico-cultural: metodologias em construção. Juiz de Fora, MG: Editora UFJF, 2010.

GASKELL, George. Entrevistas individuais e grupais. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes 2002.

IMBERNÓN, Francisco. Formação permanente do professorado: novas tendências. São Paulo: Cortez, 2009.

ISAIA, Silvia Maria de Aguiar. Trajetória pessoal. In: MOROSINI, Marilia Costa. (Ed.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária: glossário v. 2. Brasília, DF: INEP, 2006.

ISAIA, Silvia Maria de Aguiar. Trajetória de formação. In: MOROSINI, Marilia Costa. (Ed.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária: glossário v. 2. Brasília, DF: INEP, 2006a.

ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; BOLZAN, Doris Pires Vargas. Trajetórias da docência: articulando estudos sobre os processos formativos e a aprendizagem de ser professor. In: ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; BOLZAN, Doris Pires Vargas. (Org.). Pedagogia universitária e desenvolvimento profissional docente. Porto Alegre, RS: EDIPUCRS, 2009.

ISAIA, Silvia Maria de Aguiar; MACIEL, Adriana Moreira da Rocha, BOLZAN, Doris Pires Vargas. Pedagogia universitária: desafio da entrada na carreira docente. Educação. v. 36, n. 3, p. 425-440, set./dez. UFSM, Santa Maria, RS, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/ reveducacao/article/view/2978/2422. Acesso em: 11 nov. 2019. DOI: https://doi.org/10.5902/198464442978

KENSKI, Vani. M. Aprendizagem mediada pela tecnologia. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n. 10, p. 47-56, set./dez. 2003. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/6419/6323 Acesso em: 22 set. 2020. DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v4i10.6419

LARROSA, Jorge et al. Déjame que te cuente: ensayos sobre narrativa y educación. Barcelona: Editorial Laertes, 1995.

MOROSINI, Marilia Costa. Qualidade da educação superior e contextos emergentes. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP: 2014. v. 19, n. 2, p. 385-405, jul. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v19n2/a07v19n2.pdf. Acesso em 03 out 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-40772014000200007

MOROSINI, Marilia Costa.; NASCIMENTO, Lorena Machado. Internacionalização da educação superior no Brasil: a produção recente em teses e dissertações. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edur/v33/1982-6621-edur-33-e155071.pdf. Acesso em: 22 set. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-4698155071

PIMENTA, Selma Garrido.; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. 5. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2014.

PIVETTA, Hedioneia Maria Foletto et. al. Processos construtivos da docência superior: a tessitura da aprendizagem docente. In: Anais... XV ENDIPE. Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: políticas e práticas educacionais. Belo Horizonte, MG, 2010.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

VAILLANT, Denise; MARCELO GARCIA, Carlos. Ensinando a ensinar: as quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: UTFPR, 2012.

ZANCHET, Beatriz Maria Boéssio Atrib.; FELDKERCHER, Nadiane. Inserção e desenvolvimento profissional de docentes universitários iniciantes: necessidade de espaços de discussão pedagógica. Acta Scientiarum Education, v. 38, 2010. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3033/303343564010.pdf. Acesso em: 18 fev. 2020.

Publicado

2022-05-12

Como Citar

BRAUN, J. R.; BOLZAN, D. P. V. . Resiliência docente e alternância pedagógica na aprendizagem dos professores iniciantes: os movimentos em meio aos contextos emergentes. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023010, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v9i00.8664900. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8664900. Acesso em: 29 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)