Desenvolvimento e contribuições do estágio em Farmácia no Hospital Universitário Lauro Wanderley

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v9i00.8666093

Palavras-chave:

Graduação, Estágio, Estagiário, Saúde e educação

Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo analisar o desenvolvimento e as contribuições do estágio realizado no Hospital Universitário Lauro Wanderley para a formação de estudantes de Farmácia da Universidade Federal da Paraíba. Além do levantamento bibliográfico e documental sobre estágio no referido curso, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com os professores-orientadores do estágio e aplicaram-se questionários junto aos farmacêuticos-preceptores do estágio e aos estudantes-estagiários. Os dados gerados foram analisados por meio da técnica da análise de conteúdo. A partir da compreensão dos sujeitos referenciados, considerou-se que, apesar das lacunas assinaladas, este estágio vem atingindo o seu objetivo, contribuindo, de modo satisfatório, para a formação dos estudantes do curso de graduação em Farmácia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Rômulo Batista Xavier, Universidade Federal da Paraíba

Mestre em Políticas Públicas, Gestão e Avaliação da Educação Superior. Farmacêutico do Hospital Universitário Lauro Wanderley.

Ana Paula Furtado Soares Pontes, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco. Professora do Departamento de Habilitações Pedagógicas e da Pós-Graduação em Políticas Públicas, Gestão e Avaliação da Educação Superior da Universidade Federal da Paraíba.

Alan Leite Moreira, Universidade Federal da Paraíba

Doutorando em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas pelo Centro Universitário Tiradentes. Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal da Paraíba. Professor de Química da Rede Estadual da Paraíba e Professor de Química da Rede Estadual da Paraíba.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CES nº. 6, de 19 de outubro de 2017. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, Seção 1, p. 30, 20 out. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei Nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes e dá outras providências. Brasília, DF, 2008.

BREHMER, L. C. F.; RAMOS, F. R. S. Experiências de integração ensino-serviço no processo de formação profissional em saúde: revisão integrativa. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 16, n. 1, p. 228-37, 2014. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/20132 Acesso em: 08 mar. 2019. DOI: https://doi.org/10.5216/ree.v16i1.20132

MINAYO, M. C. S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 28. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

OLIVEIRA, D. C. Análise de conteúdo temático-categorial: uma proposta de sistematização. Rev. Enferm. UERJ, v. 16, n. 4, p. 569-576, 2008. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/0104-3552/2008/v16n4/a569-576.pdf Acesso em: 14 abr. 2019.

PASQUALETO, Olívia de Q. F. e FONSECA, Mª Hemília. A percepção do aluno sobre o estágio – Emprego ou qualificação profissional? RIL Brasília a. 53 n. 209 jan./mar. p. 195-217, 2016. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/item/id/520005 Acesso em: 17 jul. 2019.

SAMPIERE, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO BAPTISTA, M. P. Metodologia de La investigación. 5. ed., México: McGraw Hill, 613p, 2010.

Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Resolução CONSEPE Nº 49/2007. Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Farmácia, Bacharelado, do Centro de Ciências da Saúde, Campus I, desta Universidade, e revoga a Resolução nº 28/77, deste Conselho. João Pessoa, PB, 2007.

Publicado

2022-09-28

Como Citar

XAVIER, J. R. B. .; PONTES, A. P. F. S. .; MOREIRA, A. L. . Desenvolvimento e contribuições do estágio em Farmácia no Hospital Universitário Lauro Wanderley. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023049, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v9i00.8666093. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8666093. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Pesquisas