Banner Portal
A ambientalização curricular nos cursos de agronomia em duas universidades paranaenses
PORTUGUÊS
ENGLISH (English)
ÁUDIO
VIDEO

Palavras-chave

Currículo
Ambiental
Ensino superior

Como Citar

BORGES, Ceyça Lia Palerosi; SILVA , Leticia da Costa e; CARNIATTO , Irene. A ambientalização curricular nos cursos de agronomia em duas universidades paranaenses: uma análise a partir das categorias propostas pela Rede Aces. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023044, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v9i00.8667803. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8667803. Acesso em: 30 maio. 2024.

Resumo

Neste estudo objetivou-se analisar as diferenças curriculares, no que tange à inserção da temática ambiental nos currículos do curso de agronomia em duas universidades paranaenses. Optou-se por uma pesquisa qualitativa caracterizada como um estudo de caso explicativo, cujas técnicas de coletas de dados foram: pesquisa documental e entrevista semiestruturada com 21 docentes das 48 disciplinas selecionadas, com 4 coordenadores de curso (primeiro e atual) de ambos os cursos investigados. Ao analisar as 10 características que devem estar presentes em um currículo ambientalizado, proposta pela Rede Ambientalização Curricular dos Estudos Superiores, reforça-se a importância do papel do docente no sucesso da ambientalização curricular no ensino superior. Dessa forma, mesmo em cursos com viés sustentável, como é o caso do curso de Agronomia da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, são as práticas dos docentes durante o processo de ensino e aprendizado o diferencial para o êxito da ambientalização curricular no processo formativo do discente. Por isso, torna-se compreensível a semelhança na presença das categorias da Rede ACES nos currículos dos cursos de agronomia com ênfase em agroecologia da UFFS e de agronomia convencional da Unioeste, mesmo que a Unioeste tenha menor número de disciplinas que discutam a temática ambiental do que o da UFFS.

https://doi.org/10.20396/riesup.v9i00.8667803
PORTUGUÊS
ENGLISH (English)
ÁUDIO
VIDEO

Referências

ALEXANDRE, Elimar Rodrigues. A temática ambiental no curso de graduação de Ciências Contábeis: um enfoque sobre a Ambientalização Curricular. 2014. 245 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Santos, Santos, 2014.

ARRUDA, Marina. Patrício.; ANDRADE, Izabel Cristina Feijó de.; LIMA, Lucia Ceccato. Educação para inteireza e ambientalização curricular: diálogos necessários sobre matrizes curriculares dos cursos de graduação. Rev. Eletrônica Mestrado Educação e Ambiente, v. 33, n. 3, p. 55-71, set./dez. 2016.

BORGES, Ceyça Lia Palerosi; SILVA, Letícia da Costa e; CARNIATTO, Irene. Ambientalização curricular no ensino superior: uma revisão integrativa da literatura. Research, Society and Development, v. 9, n. 11, e2069119734, 2020

CAVALLET, Valdo José. A formação do Engenheiro Agrônomo em questão: A expectativa de um profissional que atenda as demandas sociais no século XXI. 1999. 142 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GUIMARÃES, Simone Sendin Moreira; TORMAZELLO, Maria Guiomar Carneiro. A formação universitária para o ambiente: educação para a sustentabilidade. Ambiente e Educação, Rio Grande do Sul, p. 55-71, 2003.

HOLMBERG, John; SVANSTRÖM, Magdalena; PEET, Dirk- Jan; MULDER, Karel; FERRER-BALAS, Didac; SEGALÀS, Jordi. Embedding sustainability in higher education through interaction with lecturers: Case studies from three European technical universities. European Journal of Engineering Education, v. 33, n. 3, p. 271-282, jun. 2008.

LEFF, Enrique. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. Petrópolis: Vozes, 2001.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. 13. reimp. São Paulo: Pedagógica e Universitária, 1986.

MERCADO, Maria Teresa Bravo. La UNAM y sus procesos de ambientalización curricular. Revista Mexicana de Investigación Educativa, v. 17, n. 55, p. 1119-1146, 2012.

PEÑA, Francisco Javier Andrades; JORGE, Manuel Larrán; LOS REYES, Maria José Muriel de. Analysing the incorporation of sustainability themes into the university curricula: a case study of a Spanish public university. International Journal of Sustainable Development & World Ecology, v. 25, n. 7, p. 642-654, 2018.

PEREIRA, Jocélia Barbosa; CAMPOS, Maria Lúcia. A. de M.; NUNES, Simara Maria Tavares; ABREU, Daniela Gonçalves de. Um panorama sobre a abordagem ambiental no currículo de cursos de formação inicial de professores de Química da região Sudeste. Química Nova, São Paulo, v. 32, n. 2, p. 511-517, 2009.

PITANGA, Ângelo Francklin. A inserção das questões ambientais no curso de licenciatura em química da Universidade Federal de Sergipe. 2015. 200 f. Dissertação (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.

REDE ACES. Red de Ambientalización Curricular de los Estudios Superiores. 2002. Disponível em: http://insma.udg.es/ambientalitzacio/web_alfastinas/castella/c_index.htm. Acesso em: 10 nov. 2020.

REIGOTA, Marcos. O que é educação ambiental. São Paulo: Cortez, 1998.

SALGADO, Maria Francisca de Miranda; CANTARINO, Aanderson Américo Alves. O papel das instituições de ensino superior na formação socioambiental dos futuros profissionais. In: ENEGEP, 26., 2006, Fortaleza. Anais eletrônicos [...] Fortaleza, 9 a 11 de Outubro de 2006, p. 1-8.

SEVILLA GUZMÁN, Eduardo. Bases sociológicas de la Agroecología. Ponencia presentada al Encontro Internacional sobre Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável. FCA/UNESP. Lajeado, Campus de Botucatu, SP, Brasil, 2001.

SILVA, Mariana Dias da. A Ambientalização Curricular no curso de formação de professores de Ciências e Biologia na percepção dos licenciados. 2014. 110 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). Portaria nº 044/UFFS/2009. 24 de nov. 2009.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). Boletim Informativo: números 1 ao 50. Celebração do Primeiro Ano. N. 46, ano 2. Chapecó: UFFS, 2010a.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). Estatuto da Universidade Federal da Fronteira Sul. Aprovado pelo MEC, em 21 de setembro de 2010. Ofício n. 56/DESup/SESu/MEC - 2010. Alterado pela Resolução n. 022/2012-CONSUNI, em 14 de dezembro de 2012. Chapecó, 6 jul. 2010b.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). Plano de Desenvolvimento Institucional- PDI/ 2012-2016. Chapecó, 2012. Disponível em: https:/www.uffs.edu.br/institucional/a uffs/a instituição/plano de desenvolvimento institucional. Acesso em: 12 nov. 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). PPI UFFS. Chapecó: UFFS, 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS). Resolução nº 3/CONSUNI/UFFS/2016. Aprova o Regimento Geral da Universidade Federal da Fronteira Sul. Chapecó, 2016. Disponível em: https:/www.uffs.edu.br/atos-normativos/resolução/consuni/2016-2003. Acesso em: 8 nov. 2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ – UNIOESTE. Pré-Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). 2007. Disponível em: https://www.unioeste.br/portal/arquivos/proplan/editais/2016/HISTORICO_DOS_PLANEJAMENTOS_DA_UNIOESTE_NOVO.pdf. Acesso em: 10 nov. 2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ – UNIOESTE. Plano diretor da Unioeste 2017-2026. Disponível em: https://www.unioeste.br/portal/arq/files/PROPLAN/Plano-Diretor.pdf. Acesso em: 8 nov. 2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ – UNIOESTE. Resolução nº 138/2014-CEPE. Diretrizes para o Ensino de Graduação da Unioeste. Disponível em: https://midas.unioeste.br/sgav/arqVrtConteudo/download?arqCntCodigo=524. Acesso em: 10 nov. 2020.

VIEIRA, Marisa Sartori. A ambientalização universitária: o olhar dos estudantes da UFSCar para as questões ambientais. 2015. 136 f. Tese (Doutorado Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015

WACHHOLZ, Chalissa Beatriz. A sustentabilidade na universidade: o desafio da ambientalização na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. ANPEDSul, 10., out. 2014, Florianópolis. Anais […]. Florianópolis, out. 2014.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Revista Internacional de Educação Superior

Downloads

Não há dados estatísticos.