Banner Portal
Ensino da escrita
Imagem: Universidade de Nápoles Federico II, fundada em 1224. - Google / Licença Creative Commons.
PORTUGUÊS
ENGLISH (English)
ÁUDIO
VÍDEO

Palavras-chave

Ensino da escrita
Formação inicial de alfabetizadores
Roda de conversa

Como Citar

OLIVEIRA, Marineiva Moro Campos de. Ensino da escrita: à baila ou à deriva na formação inicial de alfabetizadores . Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 10, n. 00, p. e024043, 2023. DOI: 10.20396/riesup.v10i00.8670316. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8670316. Acesso em: 17 jun. 2024.

Resumo

Introdução: Este trabalho apresenta resultados parciais de uma pesquisa que analisa o processo histórico da alfabetização brasileira. Objetivo: O objetivo é compreender como o ensino objetivado a aprendizagem da linguagem escrita para a criança é dialogado no processo de formação inicial de alfabetizadores. Metodologia: O trabalho foi organizado a partir da leituras de produções de autores da perspectiva histórico-cultural acerca da alfabetização, análise do projeto pedagógico do curso com a objetividade de identificarmos a organização ementaria e a carga horária que contemplavam os componentes de alfabetização e posterior organizamos uma roda de conversa com as cinco diplomadas do curso de pedagogia que atuam em turmas de alfabetização de crianças, 1º e 2º ano, de escolas municipais de um município do oeste da Santa Catarina. A análise, pauta-se pela perspectiva histórico-cultural e busca entender a alfabetização como um processo que deve possibilitar a autonomia, a criticidade e a emancipação do sujeito, sem se restringir à questão de métodos e tempo de   alfabetização. Resultados/Conclusão: Os resultados evidenciam que a organização dos conteúdos dos componentes curriculares são potencializadores da aprendizagem às alfabetizadoras que ensinam a linguagem escrita, contudo, o tempo destinado para os componentes que versam sobre alfabetização e letramento é considerado frágil o que compromete uma formação solida a quem irá alfabetizar, neste sentido, como ensinar a linguagem escrita na formação inicial de alfabetizadores fica à deriva devido ao pouco tempo de ensino dos conteúdos sobre alfabetização.

https://doi.org/10.20396/riesup.v10i00.8670316
PORTUGUÊS
ENGLISH (English)
ÁUDIO
VÍDEO

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. 6. ed. São Paulo, Hucitec, 1992.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. 9. ed. São Paulo: Hucitec, Annablume, 2002.

BERTONCELI, Márcia. A roda de conversa na educação infantil: Análise de seus aspectos formativos com crianças de três a cinco anos. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) –Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2016.

GONTIJO, Cláudia Maria Mendes. O processo de apropriação da linguagem escrita em crianças na fase inicial de alfabetização escolar. 2001. 291 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de Campinas, Campinas, 2001.

LEONTIEV, Aleksei Nikolaevich. O desenvolvimento do psiquismo. Tradução de Manoel Dias Duarte. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.

LURIA, Alexandre Romanovich. O desenvolvimento da escrita na criança. In: VIGOSTKY, Lev Semenovich et al. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone/USP, 1988.

LURIA, Alexandre Romanovich. O desenvolvimento da escrita. In: VYGOTSKY, Lev Semenovitch et al. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. Tradução de Maria da Penha Villalobos. 7. ed. São Paulo: Ícone, 2001. p. 143-189.

OLIVEIRA, Marineiva Moro Campos de. Concepções e fundamentos do pacto nacional pela alfabetização na idade certa e seus desdobramentos na formação de alfabetizadores na perspectiva de uma alfabetização emancipatória em Xaxim/SC. 2016. 181 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2016.

OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsky: Aprendizado e desenvolvimento Um processo sócio-histórico. São Paulo: Scipione, 1998.

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA. Projeto Pedagógico do curso de Pedagogia. Joaçaba: Unoesc. 2019.

VIGOTSKI, Lev Semenovictch. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

VIGOTSKI, Lev Semenovictch. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Marineiva Moro Campos de Oliveira

Downloads

Não há dados estatísticos.