Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista;
  • URLs para as referências foram informadas quando possível (em caso de artigos científicos deve ser incluído o número de doi).
  • Os trabalhos devem ser escritos em Português, Espanhol ou Inglês, com título, resumo e termos de indexação no idioma original e em Inglês. Os trabalhos submetidos em inglês devem conter resumo e termos de indexação também em português. Os textos devem ser preparados em espaçamento duplo, fonte Arial, tamanho 12, justificada, contendo número nas páginas e com as linhas numeradas sequencialmente. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Para garantir que a avaliação seja feita às cegas, todas as informações que possam identificar os autores devem ser enviadas em um arquivo à parte como página de rosto: Dados dos autores (nomes, filiação, ID ORCID, endereço para correspondência do autor principal), seção de agradecimentos (que deve conter apenas agradecimentos técnico científicos, incluindo agradecimento por fomento à pesquisa) e informações éticas, quando cabível (nome do comitê de ética e número do projeto aprovado por ele – obrigatório para projetos envolvendo dados coletados com humanos e/ou animais). Em caso de estudos envolvendo organismos geneticamente modificados ou estudos ambientais apresentar a autorização da comissão técnica de biossegurança ou comitê ambiental de pesquisa, respectivamente.
  • Certificar-se de que foi realizado o registro para apresentação de iD ORCID. O registro é gratuito, caso não tenha feito, pode ser obtido na URL: https://orcid.org/register. Você deve incluir a URL completa, acompanhada da expressão "https://", no seu cadastro, logo após o e-mail (por exemplo: http://orcid.org/0000-0002-1825-0097).

Diretrizes para Autores

Critérios de autoria

A revista Segurança Alimentar e Nutricional  adota a recomendação do Comitê Internacional de Editores de Periódicos Médicos (ICMJE), que indicam quatro critérios que definem a autoria de um artigo científico:

  • (1) contribuições substanciais para a concepção ou delineamento do estudo; ou a aquisição, análise ou interpretação dos dados do trabalho;
  • (2) elaboração de versões preliminares do artigo ou revisão crítica de importante conteúdo intelectual;
  • (3) aprovação final da versão a ser publicada;
  • (4) concordância em ser responsável por todos os aspectos do trabalho, no sentido de garantir que as questões relacionadas à exatidão ou à integridade de qualquer parte da obra sejam devidamente investigadas e resolvidas

Organização

Página de título:

Devem constar:

  1. Título do trabalho.
  2. Título curto (no máximo 60 caracteres incluindo espaçamento).
  3. Nome(s) do(s) autor(es) por extenso, com indicação da afiliação institucional, resumo da biografia e ID ORCID.
  4. Autor de correspondência destacado, com inclusão de nome, endereço completo, telefone institucional e/ou e-mail, para contatos posteriores com a revista.
  5. Informar no mínimo três termos de indexação, no idioma original e em Inglês.
  6. Agradecimentos: Deve-se incluir agradecimentos a órgãos de fomento e/ou auxílios de pessoas físicas ou jurídicas que colaboraram de modo técnico-científico com o desenvolvimento da pesquisa, contudo não atingiram critérios de autoria. Em caso de não haver agradecimentos, incluir a frase: “nada a declarar”.
  7. Declaração de conflito de interesse: Deve-se incluir declaração de parcerias de qualquer natureza que gerem potenciais conflitos de interesse. Em caso de não haver qualquer tipo de conflito de interesse, incluir a frase: “nada a declarar”.
  8. Informações éticas: nome do comitê de ética e número do projeto aprovado por ele (obrigatório para projetos envolvendo dados coletados com humanos e/ou animais). Em caso de estudos envolvendo organismos geneticamente modificados ou estudos ambientais apresentar a autorização da comissão técnica de biossegurança ou comitê ambiental de pesquisa, respectivamente. Caso o projeto não envolva pesquisa com humanos ou animais, incluir a frase: “nada a declarar”.
  9. Financiamento: Indicar caso a pesquisa tenha sido financiada por algum órgão. Caso o projeto não envolva financiamentos, incluir a frase: “nada a declarar”.
  10. Funções dos autores: detalhar o papel de cada coautor no desenvolvimento do artigo.
  11.  


Resumo:

O resumo deve ser apresentado no idioma original e em Inglês. Os trabalhos submetidos em inglês devem conter resumo e termos de indexação também em português.

- Os resumos devem conter até 250 palavras.

 - O resumo deve ser estruturado, dentro da seguinte divisão: Introdução / Objetivo / Métodos / Resultados / Discussão.

- O estilo deve ser narrativo, com descrição dos objetivos e métodos básicos adotados. Ainda devem constar os resultados e as conclusões mais relevantes.

- O resumo não deve, em hipótese alguma, conter citações bibliográficas ou abreviaturas sem definição.

Palavras-chave: Informar no mínimo três palavras-chave no idioma original e em Inglês.

  • USO DE DESCRITORES EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (DeCS) para seleção de palavras-chave
  • vocabulário estruturado e trilíngue DeCS - Descritores em Ciências da Saúde foi criado pela BIREME para servir como uma linguagem única na indexação de artigos de revistas científicas, livros, anais de congressos, relatórios técnicos, e outros tipos de materiais, assim como para ser usado na pesquisa e recuperação de assuntos da literatura científica nas fontes de informação disponíveis na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) como LILACSMEDLINE e outras.
  • Além dos termos médicos originais do MeSH foram desenvolvidas as áreas específicas de Saúde Pública, Homeopatia, Ciência e Saúde e Vigilância Sanitária.
  • O DeCS é um vocabulário dinâmico totalizando 31.865 descritores, sendo destes 27.232 do MeSH e 4633 exclusivamente do DeCS. Existem 2.084 códigos hierárquicos de categorias DeCS em 1516 descritores MeSH. As seguintes são categorias DeCS e seus totais de descritores: Ciência e Saúde (218), Homeopatia (1.945), Saúde Pública (3.492) e Vigilância Sanitária (827). O número é maior que o total, pois um descritor pode ocorrer mais de uma vez na hierarquia. Por ser dinâmico, registra processo constante de crescimento e mutação registrando a cada ano um mínimo de 1000 interações na base de dados dentre alterações, substituições e criações de novos termos ou áreas. (Fonte: Biblioteca Virtual de Saúde/BIREME)
  • Acesso

 

Texto:
Os trabalhos deverão seguir a estrutura formal para trabalhos científicos.

Introdução:
Esta seção deve conter revisão da literatura atualizada e pertinente ao tema, buscando sempre que possível dialogar com a literatura nacional e internacional mais atual (dos últimos 5 anos) e relevante, apresentando o problema, os objetivos e as justificativas que conduziram ao trabalho. O estilo deverá ser direto e conciso.

Metodologia:
Deve conter descrição clara e resumida. Se as técnicas ou procedimentos utilizados já tiverem sido publicados, deverá ser mencionada a fonte bibliográfica, incluindo somente os detalhes que representem modificações substanciais ao procedimento original. A descrição deve conter: 
· procedimentos adotados ou citação da fonte bibliográfica do procedimento original;

  • universo da amostra, quando cabível;
  • instrumentos de medida e, se houver, o método de validação;
  • análise dos dados.

Resultados:
Os resultados devem ser apresentados, sempre que possível, mediante o uso de tabelas e figuras. Tabelas e figuras devem ser limitadas a 10 no conjunto, numeradas de forma sequencial com algarismos arábicos e obedecendo a ordem de menção dos dados. As tabelas e figuras devem ser apresentadas de forma que sejam legíveis e autoexplicativas, com título breve, inseridas logo após a citação das mesmas no texto. No caso de uso de dados secundários para construção de tabelas e figuras é obrigatório a apresentação da fonte em todas as figuras e tabelas (se do autor ou dados secundários). O autor deve se responsabilizar pela qualidade das figuras e tabelas.

Discussão:
Deve ser objetiva, procurando explorar de forma científica os resultados e suas implicações. As seções de “Resultados” e “Discussão” podem alternativamente ser apresentadas em conjunto, sob o título geral de “Resultados e Discussão”. 

Conclusões:
Nesta seção, deve ser apresentado o significado prático ou teórico dos pontos mais relevantes do trabalho desde que respaldado pelos resultados apresentados. Sugere-se apresentar as limitações da pesquisa, bem como os pontos fortes e sugestões para os futuros estudos. A conclusão deve apresentar claramente a interlocução com a área temática da segurança alimentar e nutricional. 

Referências
As referências devem seguir o estilo Vancouver, e, quando for o caso, ser devidamente complementada com o DOI e o endereço eletrônico de origem. Sua adequação e exatidão são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Citações no texto

As citações inseridas no texto do trabalho devem seguir o estilo Vancouver que, resumidamente contemplam:
· numeração sequencial das citações com algarismos arábicos, colocados entre colchetes, seguindo a ordem em que forem mencionadas.

 os números correspondentes devem também constar da lista bibliográfica no final do artigo.
Sobrenome e iniciais (sem pontos) de todos os autores devem figurar, até o sexto autor. A
partir daí, os nomes são omitidos e se escreve a expressão latina et al.


Citações na lista de referências

As referências citadas no texto devem ser colocadas em ordem numérica na lista de referências, devem obedecer ao estilo Vancouver e estar com a indicação de seu endereço eletrônico, para referências digitais/eletrônicas.

Exemplos:

Livros
Maluf RS. Segurança Alimentar e Nutricional. São Paulo: Vozes; 2011.

Belik W (org.) Políticas de Seguridad Alimentaria y Nutrición en América Latina. São Paulo: Hucitec; 2004.

Germano, MIS. Treinamento de Manipuladores de Alimentos: fator de segurança alimentar e promoção da saúde. São Paulo: Livraria Varela; 2003.


Capítulos de livros

Frozi DS. O papel do controle social nas Política Públicas de Alimentação e Nutrição. In: Jaime, PC (org.) Políticas Públicas de Alimentação e Nutrição. Rio de Janeiro: Atheneu, 2019.

Magalhaes R, Burlandy L, Frozi, DS. Programas de Segurança Alimentar e Nutricional: Experiências e aprendizados. In: Rocha C, Burlandy L, Magalhães R (org.). Segurança Alimentar e Nutricional: Perspectivas, aprendizados e desafios para as Políticas Públicas. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2013.

Artigos apresentados em congressos, simpósios, encontros científicos e outros eventos.

Gomes KS & Sagica L. A farinha de mandioca em forma de alimento na comunidade indígena manoa. In: Anais do IV Encontro Nacional de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar; Goiânia, Goiás. Campinas: Galoá proceedings; 2019. Disponível em: https://proceedings.science/enpssan-2019/papers/a-farinha-de-mandioca-em-forma-de-alimento-na-comunidade-indigena-manoa

Monteiro AL, Ruiz ENF, Barroso LS, Silva PF. As compras institucionais e sua relação com a dimensão social das dietas sustentáveis. In: Anais do IV Encontro Nacional de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar; Goiânia, Goiás. Campinas: Galoá proceedings; 2019. Disponível em: https://proceedings.science/enpssan-2019/papers/as-compras-institucionais-e-sua-relacao-com-a-dimensao-social-das-dietas-sustentaveis

Artigos em periódicos

Tsironi, T., Koutinas, A., Mandala, I., Stoforos, N.G.        Current and new Green Deal solutions for sustainable food processing. Current Opinion in Environmental Science and Health, vol. 21, article 100244. 2021. https://doi.org/10.1016/j.coesh.2021.100244

Rigaud JP de O, Verthein Úrsula P, Amparo-Santos L. Fome em tempos de pandemia de COVID-19: uma análise crítica aos sentidos (re)produzidos pela mídia. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 4º de março de 2021; 28(00):e021009. https://doi.org/10.20396/san.v28i00.8662059


Dissertações, teses e relatórios

Martins APB. Impacto do Programa Bolsa Família sobre a aquisição de alimentos em famílias brasileiras de baixa renda [tese]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública; 2013. doi:10.11606/T.6.2013.tde-25062013-155356.

Duran, ACFL. Ambiente alimentar urbano em São Paulo, Brasil: avaliação, desigualdades e associação com consumo alimentar [tese]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública; 2013. doi:10.11606/T.6.2013.tde-02102013-164136.

Documento em formato eletrônico

PENSSAN R. VIGISAN Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil. [relatório eletrônico] 2021 [citado em 2021 jun 1]. Disponível em http://olheparaafome.com.br/


CADASTRO NO ORCID

Como forma de padronização de autoria, o Comitê da revista Segurança Alimentar e Nutricional tornou obrigatória a inclusão do iD do ORCID no ato da submissão.
O identificador ORCID pode ser obtido gratuitamente no endereço: https://orcid.org/register. O(a) autor(a) deve aceitar os padrões para apresentação de iD ORCID, e incluir a URL completa, acompanhada da expressão "http://", no seu cadastro (exemplo: http://orcid.org/0000-0002-1825-0097).

 

PREPRINTS

A revista Segurança Alimentar e Nutricional aceita artigos depositados em servidores de preprints, desde que: (1) não estejam em processo de avaliação em outro periódico para ser publicado como completo; e, (2) seja informado na carta-apresentação, ou na Página de Título.

 

REGISTROS PRÉVIOS

É obrigatório a apresentação das declarações e comprovantes de registros no momento da submissão, nos casos de:

  • ensaios clínicos
  • revisões sistemáticas (no banco de dados PROSPERO)

 

RECOMENDAÇÃO CHECKLIST STROBE

Recomendamos aos autores o uso da iniciativa STROBE na realização de checklist para cada estudo. O documento com a lista pode ser acessado aqui.


IDENTIFICAÇÃO DE PLÁGIO

A revista Segurança Alimentar e Nutricional utiliza, antes de iniciar os processos de pré-avaliação, a ferramenta anti-plágio Turnitin. Os artigos com taxa de semelhança de até 32% vão automaticamente para as etapas de pré-avaliação. Extrapolando a referida taxa, o artigo é enquadrado como contendo plágio. Diante disso, os autores são contactados para que lhes seja comunicada e detalhada a identificação de plágio antes da submissão ser rejeitada. Em casos específicos de identificação de autoplágio, é solicitada uma revisão da versão enviada, com reformulação textual obrigatória e posterior ressubmissão.

Artigos Originais

Artigos Originais: Compreendem trabalhos de cunho científico com uma temática inédita e original, nas seguintes áreas: Segurança Alimentar e Nutricional, Ciência e Tecnologia de Alimentos, e Nutrição em Saúde Pública (Até seis mil palavras).

Artigos de Revisão

Artigos de Revisão: Incluem trabalhos que apresentem discussão ampla e de natureza crítica, com contribuições do autor ao debate, sobre um tema específico relacionado às áreas de interesse da SAN (Até oito mil palavras).

Dossiê

Os dossiês devem ter um caráter interinstitucional e abordar temáticas de relevância para a área da segurança alimentar e nutricional, de forma a ampliar o debate acadêmico, fomentar intercâmbios de pesquisa e/ou adensar as experiências formativas em investigação e/ou ensino.

Relatos de Experiência

Relatos de Experiência: Compreendem textos que relatem trabalhos e experiências profissionais no campo da pesquisa, ensino, extensão e/ ou serviço que apresentem diálogo com literatura científica (Até seis mil palavras).

Comunicação

Comunicação: Esta seção destina-se a publicação de textos convidados oriundos de conferências, palestras, ensaios ou resenhas que não foram publicados na forma integral (Até três mil palavras).

Notícias e Informações

Notícias e Informações: Seção destinada à publicação de comentários científicos sobre: (i) artigos científicos de grande impacto, (ii) publicações de dados, leis ou instruções de órgãos governamentais (índices diversos, guias para a população, instruções normativas), (iii) dados publicados em mídia comum com grande repercussão (Até duas mil palavras).

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.