Sistemática para abrir empresa de alimentos em São Paulo–SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v28i00.8660831

Palavras-chave:

Organizações, Documentação, Legislação, Alimentação

Resumo

O levantamento dos registros e dos documentos necessários para que uma nova empresa possa funcionar de forma a atender às legislações pertinentes ao setor se torna fundamental para que a mesma seja planejada e efetuada. Como tais informações não são encontradas de forma agrupada e objetiva, o intuito do presente trabalho é propor um guia, com toda a documentação necessária para a abertura de empresa na área de alimentação no município de São Paulo-SP. Após a coleta e análise das informações sobre empreendedorismo e segurança dos alimentos, o guia foi organizado por etapas com a descrição das atividades a serem desenvolvidas em cada uma delas. As legislações de boas práticas para serviços de alimentação também foram consideradas, uma vez que muitos empresários desconhecem sua obrigatoriedade e, principalmente, seu papel norteador para a elaboração de produtos alimentícios seguros. Dessa forma, a empresa estará legalizada e adequada não somente perante a lei, mas também no que diz respeito aos parâmetros a serem seguidos para se atingir o padrão de qualidade e segurança necessários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Milani, Instituto Racine

Nutricionista pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul, Pós-Graduação em em Gestão da Qualidade e Controle Higiênico – Sanitário de Alimentos pelo Instituto Racine. 

Janis Chen, Instituto Racine

 Nutricionista pelo Centro Universitário São Camilo, Pós-Graduação em Nutrição Clínica pelo Centro Universitário São Camilo e Pós-Graduação em Gestão da Qualidade e Controle Higiênico – Sanitário de Alimentos pelo Instituto Racine. 

Welliton Donizeti Popolim, Universidade Paulista

Nutricionista pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, Doutorado em Nutrição Humana Aplicada pela Universidade de São Paulo, Professor titular da Universidade Paulista. 

Referências

MattaV Importância do Empreendedorismo. São Paulo, 2017. [acesso em 11 jan 2018]. Disponível em: https://www.sbcoaching.com.br/blog/ empreendedorismo/

Dornelas J. Empreendedorismo transformando ideias em negócios. 6.ed. Rio de Janeiro: Empreende/LTC; 2014.

BarrosAA, Pereira CMMA. Empreendedorismo e Crescimento Econômico: uma Análise Empírica. 2008; 12(4):975-993 [acesso em 11 jan 2018]. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rac/v12n4/05.pdf/

Saccol ALF, Stangarlin L, Hecktheuer LH. Instrumentos de apoio para implantação das boas práticas em empresas alimentícias. Rio de Janeiro: Rubio, 2012 [Acesso em: 15 jan 2018]. Disponível em: https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=9MPDAwAAQBAJ&oi=fnd&pg=PA103&dq=rdc+implantacao+restaurantes&ots=DmFgtlsTpN&sig=riajnHZKOL49MUxCX5kd8YcDEj0#v=onepage&q=rdc%20implantacao%20restaurantes&f=false

Anjos CM, Santana LS, Souza TCB, Oliveira LC. Avaliação dos fatores que influenciam o consumidor na escolha de restaurante do tipo self-service. Rev Cont da Alim [periódico eletrônico]. 2014; 3(1):3 [acesso em 29 jan 2018]. Disponível em: http://www3.sp.senac.br/hotsites/blogs/revistacontextos/wp-content/uploads/ 2014/12/31_Revista-Contextos_ed-vol-3-n-1.pdf

Mata GMSC, Pinto CLO, Martino HSD, Pinheiro-Sant’Ana HM. A experiência extensionista na implementação de boas práticas em restaurante comercial: um projeto piloto. Rev Ciênc Ext [periódico eletrônico]. 2010; 6(1):83 [acesso em: 28 jan 2018]. Disponível em: http://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/article/view/339/342

Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas. Mercado Real. [acesso em 10 jun2018]. Disponível em: http://www.aberc.com.br/mercadoreal.asp?IDMenu=21.

Santos MOB, Rangel VP, Azeredo DP. Adequação de restaurantes comerciais às boas práticas. Higiene Alimentar [periódico eletrônico] 2010; 24(190/191):44. [acesso em 29 jan 2018]. Disponível em: http://bvs.panalimentos.org/local/File/Bol_Mar_2011_HigAlimentarNovDez4449AdequacaoRestaurantesComerciaisBoasPraticas.pdf

Couto SRM, Lanzillotti HS, Carvalho RAWL, Lugo DR. Diagnóstico higiênico-sanitário de uma unidade hoteleira de produção de refeições coletivas. Rev Hig Alim [periódico eletrônico]. 2005; 19(141):15-18. [acesso em 31 ago 2018]. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=410740&indexSearch=ID

Salim CS, Salim HK, Ferreira CFC. Implantando uma empresa a partir do plano de empreendimento. Elsevier; 2011.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.Cartilha do empreendedor. 3ª edição. Salvador, 2009 [acesso em 20jan 2018]. Disponível em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/F896176A3D895B71832575510075D2DB/$File/NT0003DCB6.pdf

Cecconelo AR, Ajzental A. A construção do plano de negócios: percurso metodológico para: caracterização da oportunidade, estruturação do projeto conceptual, compreensão do contexto, definição do negócio, desenvolvimento da estratégia, dimensionamento das operações, projeção de resultados, análise de viabilidade. São Paulo: Saraiva, 2008.

PereiraJR, Ribeiro ALS, Saraiva ACC, Garcia DG. A importância do planejamento no ato de empreender: vantagens trazidas pela elaboração de um plano de negócios inovador em uma empresa do setor de hortifrúti.XXXIII Encontro Nacional de Engenharia de Produção – ENEGEP:A Gestão dos Processos de Produção e as Parcerias Globais para o Desenvolvimento Sustentável dos Sistemas Produtivos.Salvador, 08 a 11 de out. 2013 [acesso em 1 jun 2018]. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2013_tn_stp_183_046_23269.pdf

Hashimoto M. Empreendedorismo: plano de negócios em 40 lições. São Paulo: Saraiva; 2014.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - Comissão Nacional de Classificação – CONCLA [acesso em 2 jun 2018]. Disponível em: https://concla.ibge.gov.br/busca-online-cnae.html?view=subclasse&tipo=cnae&versao=9.1.0&subclasse=5611201&chave=alimenta%C3%A7%C3%A3o

Governo do Brasil. Trabalho, emprego e previdência [acesso em 7 jun 2020]. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/servicos/acessar-o-esocial

Prefeitura de São Paulo. Portal Empreenda Fácil [acesso em 08 jun 2020]. Disponível em: http://empreendafacil.prefeitura.sp.gov.br/

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Como montar um restaurante self-service. Série Empreendedorismo. Ideias e Negócios [acesso em 08 jun 2020]. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-um-restaurante-self-service,8c287a51b9105410VgnVCM1000003b74010aRCRD

São Paulo (Estado). Decreto n° 63.911, de 10 de dezembro de 2018. Institui o Regulamento de Segurança Contra Incêndios das edificações e áreas de risco no Estado de São Paulo e dá providências correlatadas. Diário Oficial Executivo. 11 ago 2018 p.1. [acesso em 10 jun 2020]. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/2018/decreto-63911-10.12.2018.html

Mafra K. Entenda a Importância dos Documentos Exigidos pela Vigilância Sanitária: Entrevista com a COVISA [acesso em 31 ago 2018]. Disponível em: https://trofitic.com/entrevista-covisa-documentos/

Agência Nacionalde Vigilância Sanitária. Boas práticas de fabricação - regulamentos gerais e específicos. [acesso em 11 jun 2018]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/resultado-de-busca?p_p_id=101&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_101_struts_action=%2Fasset_publisher%2Fview_content&_101_assetEntryId=364770&_101_type=content&_101_groupId=33916&_101_urlTitle=legislacao-boas-praticas-regulamentos-gerais-e-especificos&inheritRedirect=true

Cintra P. Legislações sanitárias em alimentos. [periódico eletrônico] 2013;7(1):3. [acesso em 31 ago 2018]. Disponível em: https://www.unigran.br/interbio/paginas/ed_anteriores/vol7_num1/arquivos/editorial.pdf

Ferrão LL, Moraes ICL, Ferreira EHR. Portaria CVS no 5/2013 como ferramenta de prevenção e controle de doenças transmitidas por alimentos. Segurança Alimentar e Nutricional. [periódico eletrônico]. 2016; 23(1):874-882. [acesso em 11 jun 2018]. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8647236/14197

São Paulo (município). Portaria nº 2619, de 06 de dezembro de 2011 – SMS. Diáro Oficial. 06 dez 2011. [acesso em 10 jun 2020]. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/chamadas/portaria_2619_1323696514.pdf

Silva FT, Farias AX, Nascimento Neto F, Machado RLP. Boas Práticas de Fabricação em Laticínios: principais não conformidades. Rev Hig Alim, [periódico eletrônico]. 2010; 24(180/181):52-57 [acesso em 31 ago 2018]. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/26064/1/2010-046.pdf

Michels E. Análise da Adequação ao RDC 216/04 da Anvisa em uma unidade de alimentação e nutrição do município de Sapiranga – RS. [acesso em 31 ago 2018] Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/67687/000870158.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.Guia de Boas Práticas para Serviços de Alimentação – Programa Qualidade na Mesa. Ituporanga, 2006. [acesso em 31 ago 2018]. Disponível em: http://www.ituporanga.sc.gov.br/arquivos/vigilancia-sanitaria/guia_boaspraticasalimentos.pdf

Cunha FM, Magalhães MBH, Bonnas DS. Desafios da gestão de segurança dos alimentos em unidades de alimentação e nutrição no Brasil: uma revisão. Contextos da Alimentação [periódico eletrônico]. 2012; 01:14-24 [acesso em 05 nov 2020]. Disponível em: http://www3.sp.senac.br/hotsites/blogs/revistacontextos/wp-content/uploads/2013/04/Revista_Vol1_N24a14.pdf

Almeida KM, André MCP, Campos MRH, Díaz MEP. Hygienic sanitary, physical, and functional conditions of brazilian public school food services. Rev Nutr [periódico eletrônico]. 2014; 27(3):343-356 [acesso em 16 out 2018]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rn/v27n3/1415-5273-rn-27-03-00343.pdf

Araújo LMP, Nascimento BM, Honorato IR, Castro TDS, Lima AP, Chaud DMA. Condições higienicossanitárias de pontos de venda de pastéis localizados em feiras livres do município de São Paulo. Rev Uni Vale Rio Doce [periódico eletrônico]. 2018; 16(2):01-07 [acesso em 05 nov 2020]. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/revistaunincor/article/ view/4955/10951147

Spinelli MGN, Coelho JM, Saccol ALF. Comparação das boas práticas entre restaurantes comerciais da região central e região sul da cidade de São Paulo (SP). Rev Univap [periódico eletrônico]. 2014; 20(35): [acesso em 05 nov 2020]. Disponível em: file:///C:/Users/Escola/Downloads/121-1726-1-PB%20(1).pdf

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (BR). Resolução – RDC ANVISA nº 216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação. Diário Oficial da União,16 set 2004. [acesso em 10 jun 2020]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/388704/RESOLU%25C3%2587%25C3%2583O-RDC%2BN%2B216%2BDE%2B15%2BDE%2BSETEMBRO%2BDE%2B2004.pdf/23701496-925d-4d4d-99aa-9d479b316c4b#:~:text=RESOLU%C3%87%C3%83O%2DRDC%20N%C2%B0%20216,que%20lhe%20confere%20o%20art.

Food Safety Brazil. Manual de boas práticas de fabricação x POPs – procedimento operacionais padronizados. Divulgação no portal em 11 de setembro de 2014 [acesso em 31 ago 2018]. Disponível em: https://foodsafetybrazil.org/manual-de-boas-praticas-de-fabricacao-x-pops-procedimentos-operacionais-padronizados/

Stangarlin L, Serafim AL, Saccol ALF, Hecktheuer LH. Instrumentos e apoio para implantação das boas práticas em serviços de nutrição e dietética hospitalar. Rio de Janeiro: Rubio, 2013.

Pinto SHB, Carvalho MM, HOLL. Implementação de programas de qualidade: um survey em empresas de grande porte no Brasil. Gestão & Produção. [periódico eletrônico]. 2006; 13(2):191-203. [acesso em 16 out 2018]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gp/v13n2/31167.pdf

Saccol ALF, Serafim AL, Hecktheuer LH, Medeiros LB, Spinelli MGN, Abreu ES, et al. Hygiene and sanitary conditions in self-service restaurants in São Paulo, Brazil. Food Control [periódico eletrônico]. 2013; 33(1):301-305 [acesso em 16 out 2018]. Disponível em:https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0956713513001060.

Prefeitura de São Paulo. Vigilância de Alimentos. [acesso em 11 jun. 2018]. Disponível em: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/vigilancia_sanitaria/alimentos/index.php?p=7035

Tondo EC, Bartz S. Microbiologia e sistemas de gestão da segurança dos alimentos. Porto Alegre: Sulina, 2011.

Downloads

Publicado

2021-04-06

Como Citar

1.
Milani F, Chen J, Popolim WD. Sistemática para abrir empresa de alimentos em São Paulo–SP. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 6º de abril de 2021 [citado 20º de setembro de 2021];28(00):e021015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8660831

Edição

Seção

Artigos Originais