Metodologia para estudos da qualidade das águas subterrâneas e sua aplicação para caracterização hidrogeoquímica do Aquífero Guarani

  • Heraldo Cavalheiro Navajas Sampaio Campos Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Metodologias. Qualidade. Águas subterrâneas. Aquífero Guarani.

Resumo

O Aquífero Guarani é um dos maiores reservatórios de águas subterrâneas do planeta e representa uma reserva estratégica para os quatro países da América do Sul – Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai – onde ele ocorre. O município de Ribeirão Preto, localizado na região Nordeste do Estado de São Paulo, com uma população de mais 600 mil habitantes, é suprido inteiramente pelas águas do aquífero. Nesse município e região vem ocorrendo o uso intensivo de água subterrânea e uma numerosa quantidade de poços em atividade já evidenciam problemas de interferência entre eles. Ao mesmo tempo, percebe-se o aumento do risco de contaminação das águas subterrâneas por incremento de fontes instaladas sobre as partes aflorantes do aquífero (principalmente as relacionadas ao uso de agrotóxicos na agricultura), que são de alta vulnerabilidade. Este trabalho apresenta metodologia para investigação de dados de qualidade química de águas subterrâneas e sua aplicação para a caracterização hidrogeoquímica do Aquífero Guarani, no âmbito do território ribeirão-pretano e região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heraldo Cavalheiro Navajas Sampaio Campos, Universidade Estadual de Campinas
Geólogo - Doutor em Ciências - Centro de Apoio Operacional à Execução - CAEx - Ministério Público do Estado de São Paulo

Referências

ArcGIS. 2009. Geographic Information System Software. Environmental Systems Research Institute, Inc. (ESRI), Redlands, California, USA. URL: http://www.esri.com. Bonotto, D.M. 2006. Hydro(radio)chemical relationships in the giant Guarani aquifer, Brazil. Journal of Hydrology, 323:353-386.

CAMPOS, H.C.N.S. e CERÓN-GARCIA, J.C. 1998. Algunos aspectos de la hidroquímica del sistema acuífero Botucatu (Cuenca del Paraná, Estado de São Paulo, Brasil). Sociedad Geológica de España, Revista Geogaceta, 23:23-25.

CAMPOS, H.C.N.S. 1987. Contribuição ao estudo hidrogeoquímico do Grupo Bauru no Estado de São Paulo. São Paulo: Inst. Geoc., USP. 160p. (Dissert. Mestrado).

CAMPOS, H.C.N.S. 1993. Caracterização e cartografia das províncias hidrogeoquímicas do Estado de São Paulo. 1 mapa na escala 1:1.000.000. São Paulo: Inst. Geoc., USP. 177p. (Tese Dout.).

CAMPOS, H.C.N.S. 2000 a. Mapa hidrogeológico do Aqüífero Guarani. São Leopoldo: Acta Geologica Leopoldensia. 4. Anexo.

CAMPOS, H.C.N.S. 2000 b. Modelación conceptual y matemática del Acuífero Guaraní, CONO SUR. São Leopoldo: Acta Geologica Leopoldensia. 4:3-50.

CAMPOS, H.C.N.S. 2003. Termos de Referência Para o Apoio Técnico ao Projeto Piloto Ribeirão Preto (São Paulo, Brasil). Projeto Proteção Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do Sistema Aqüífero Guarani. Argentina-Brasil-Paraguai-Uruguai. GEF/BIRF/OEA. (Rel. Final). URL: http://www.sg-guarani.org.

CAVICCHIA, M.E. 2007. Desenvolvimento de modelo numérico para gerenciamento de recursos hídricos subterrâneos na área do Projeto Piloto Ribeirão Preto. São Carlos: Esc. Eng. São Carlos, USP. 169 p. (Dissert. Mestrado).

DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica). 1974. Estudo de águas subterrâneas da região administrativa 6 (Ribeirão Preto). São Paulo: Geopesquisadora & Tahal. 2v.

DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), IG (Instituto Geológico), IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), CPRM (Serviço Geológico do Brasil). 2005. Mapa de Águas Subterrâneas do Estado de São Paulo. São Paulo: DAEE. (3v, mapa e CD-ROM).

FIPAI (Fundação Para o Incremento da Pesquisa e Aperfeiçoamento Industrial). 2009. Desenvolvimento de modelo numérico para gerenciamento de recursos hídricos subterrâneos na área do Projeto Piloto de Ribeirão Preto. Relatório 2, Etapa: Elaboração do modelo conceitual. Características hidrogeológicas regionais, modelo conceitual preliminar e modelo numérico. Projeto 2007-Pardo-135 SE-COFEHIDRO 322/2007.

GALLO, G., SINELLI, O. 1980. Estudo hidroquímico e isotópico das águas subterrâneas de Ribeirão Preto (SP). Rev. Bras. Geoc., 10(2):129-140.

GALLO, G. 1977. Utilization complementaire de l’hydrochimie et de la geochimie isotopique em hydrogeologie: application aux eaux souterraines de la region de Ribeirão Preto, état de São Paulo, Brésil. Lyon: Univ. Claude Bernard. (Thése Dipl. Doucter de 3éme Cycle).

GASTMANS, D., VEROSLAVSKY, G., KIANG CHANG, H., CAETANO-CHANG, M.R., PRESSINOTTI, M.M.N. 2012. Modelo hidrogeológico conceptual del Sistema Acuífero Guaraní (SAG): una herramienta para la gestión. Boletín Geológico y Minero, 123(3):249-265.

IG (Instituto Geológico), Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica). 1997. Mapa de Vulnerabilidade e de Risco de Poluição das Águas Subterrâneas no Estado de São Paulo. São Paulo, IG/Cetesb/IPT. 2 vol.

INVERNIZZI, A.L. 2001. Caracterização hidrogeoquímica do Aquífero Botucatu, no setor médio da Bacia Hidrográfica Mogi-Pardo. São Paulo: Inst. Geoc., USP. 103p. (Dissert. Mestrado).

LOGAN, J. 1965. Interpretação de análises químicas de água. Recife: U.S. Agency for International Development. 75p.

MASSOLI, M. 2007. Caracterização litofaciológica das formações Pirambóia e Botucatu, em subsuperfície, no município de Ribeirão Preto (SP), e sua aplicação na pospecção de águas subterrâneas. 174 p. Rio Claro: Inst. Geoc. Ciênc. Exatas, Univ. Est. Paulista. (Tese Dout.).

PAULA E SILVA, F., KIANG CHANG, H., CAETANO-CHANG, M.R., SINELLI, O. 2008. Arcabouço geológico e hidrofácies do Sistema Aquífero Guarani, no município de Ribeirão Preto (SP). Rev. Bras. Geoc., 38(1):56-67.

PSAG (Proyecto para la Protección Ambiental y Desarrollo Sostenible del Sistema Acuífero Guarani). 2008b. Hidrogeologia del área Piloto Ribeirão Preto. Sistema Acuífero Guarani. Contrato No. LPI/03/05. Servicios de Inventario, Muestreo, Geología, Geofísica, Hidrogeoquímica, Isótopos e Hidrogeología Localizada de las Áreas Operativas Norte y Sur del Sistema Acuífero Guarani. Montevidéu: OEA. (mayo 2008).

SILVA, R.B.G.S. 1983. Estudo hidroquímico e isotópico das águas subterrâneas do aqüífero Botucatu no Estado de São Paulo. São Paulo: Inst. Geoc., USP. 133p. (Tese Dout.).

SOUZA, W.V.V., CAMPOS, H.C.N.S. 1993. Sistema de informações químicas de águas subterrâneas-SIQUIM. In: Simpósio Sul-Brasileiro de Geologia, 5, Curitiba: SBG-Núcleo Paraná.

Golden Software Inc., 2009. Surfer (Surface Mapping System). Colorado, USA. URL: http://www.goldensoftware.com.

Publicado
2015-06-25
Como Citar
Campos, H. C. N. S. (2015). Metodologia para estudos da qualidade das águas subterrâneas e sua aplicação para caracterização hidrogeoquímica do Aquífero Guarani. Terrae Didatica, 9(2), 114-131. https://doi.org/10.20396/td.v9i2.8637400
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)