Banner Portal
A Olimpíada Brasileira de Geociências: contribuição para a popularização das Ciências da Terra
PDF

Palavras-chave

Geociências. Olimpíada de ciência. Divulgação científica. Educação em museus

Como Citar

CASTRO, A. R. de S. F. de; ARACRI, E. M. R. P.; DIOGO, M. C.; GRECO, P. D.; MANSUR, K. L.; CARVALHO, I. de S. A Olimpíada Brasileira de Geociências: contribuição para a popularização das Ciências da Terra. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 11, n. 2, p. 108–116, 2015. DOI: 10.20396/td.v11i2.8640715. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8640715. Acesso em: 29 fev. 2024.

Resumo

A questão ambiental assumiu importância fundamental no final do século XX, época na qual em muitos lugares da Terra despertou-se a consciência para os problemas globais de poluição e deterioração ambientais. Ciente disso, o Museu da Geodiversidade, pertencente ao Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio de Janeiro, procura contribuir com atividades educativas sobre temas das Ciências da Terra, sob um viés valorativo e preservacionista. A 1ª Olimpíada Nacional de Geociências ocorreu no ano de 2011, sob o tema "Geodiversidade: conhecer e conservar". Reuniram-se alunos e professores do Ensino Médio de todo o país, que puderam aprender mais sobre o planeta e as melhores formas de utilizar seus recursos de modo consciente. A Olimpíada, financiada pelo CNPq e patrocinada pela Petrobras, desenvolveu-se online nas três primeiras fases e presencial na última, realizando integração de representantes deste imenso país. Apesar das dificuldades encontradas, os resultados da atividade foram excelentes: maior problematização e diálogo sobre a temática ambiental relacionada às Geociências em território nacional, além de uma grande oportunidade de divulgação somada ao incentivo dos jovens em seguir carreiras científicas.

https://doi.org/10.20396/td.v11i2.8640715
PDF

Referências

Castro A.R.S.F.de, Greco P.D., Pereira E.M.R., Diogo M.C., Carvalho I.S. 2011. O Museu da Geodiversidade (MGEO - IGEO/UFRJ) nos desafios

da sociedade contemporânea. In: Ismar de Souza Carvalho, Naendra Kumar Srivastava, Oscar Strohschoen Jr., Cecília Cunha Lana. orgs. 2011.

Paleontologia: cenários de vida. Rio de Janeiro: Interciência. v. 4, p. 829-842.

Castro A.R.S.F.de, Mansur K.L., Greco P.., Pereira E.M.R., Diogo M.C., Carvalho I.S. 2012. A museografia como ferramenta para a divulgação das Geociências: a experiência do Museu da Geodiversidade (MGeo - IGEO/UFRJ). In: Henriques M.H., Andrade A.I., Quinta-Ferreira M., Lopes F.C., Barata M.T., Pena dos Reis R., Machado A. orgs. 2012. Para aprender com a Terra. Coimbra: Imprensa da Univ. Coimbra. v. 2, p. 185-193.

Morin E. 2011. Introdução ao Pensamento Complexo. 4ª ed. Ed. Sulina. 120 p.

Terrae Didatica utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Terrae Didatica, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.