Diagnóstico da relação da comunidade com o patrimônio geológico por meio de instrumento de coleta de dados

Autores

  • Aline Rocha de Souza Ferreira Castro Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Kátia Leite Mansur Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Ismar de Souza Carvalho Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v11i3.8643644

Palavras-chave:

Questionário. Pesquisa de público. Patrimônio geológico. Santana do Cariri. Ceará.

Resumo

A aproximação com a sociedade é fundamental para consolidar a geodiversidade como patrimônio. Este trabalho objetiva apresentar como a população residente no município de Santana do Cariri, Ceará, parte do Geopark Araripe, percebe e se relaciona com a geodiversidade ao seu entorno. Foi elaborado um questionário e apresentados os resultados de sua aplicação a 700 moradores. Foi possível verificar que a população conhece e se relaciona com o meio geológico, mas de forma distinta da relação que a comunidade geocientífica o faz. A geodiversidade está presente nas ações cotidianas e faz parte da identidade local, numa dinâmica própria de relações sociais e patrimoniais. Pôde-se aferir que a percepção patrimonial dos entrevistados foi abrangente e que o conceito patrimonial está fortemente relacionado à temporalidade e ao viés estético. A geodiversidade está presente no imaginário social dos respondentes, uma vez que as rochas e os fósseis foram considerados como patrimônio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Rocha de Souza Ferreira Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Bacharel em Museologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) (2006); Mestre em Museologia e Patrimônio pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) (2009); Especialista em Acessibilidade Cultural pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (2014) e Doutora em Ciências (Geologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (2014)

Kátia Leite Mansur, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981) e doutorado pela mesma universidade (2010). Desde maio de 2011 é Professor Adjunto do Instituto de Geociências / Departamento de Geologia da UFRJ, ministrando as disciplinas de Geologia Geral e Tópicos em Ciências da Terra para o Curso de Bacharelado em Ciências Matemáticas e da Terra - BCMT e Geoconservação para o Curso de Geologia. Desde 2010 é professor colaborador do Curso de Especialização em Geologia do Quaternário do Museu Nacional da UFRJ. 

Ismar de Souza Carvalho, Universidade Federal do Rio de Janeiro

UFRJ. Museu da Geodiversidade, Instituto de Geociências e Progr. Pós-Grad. Geologia, Depto. Geologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ.

Referências

Aguiar V.R.L., Medeiros C.M. 2009. Entrevistas na pesquisa social: o relato de um grupo de foco nas licenciaturas. In: Congr. Nac. Educação, EDUCERE, 9. Curitiba, 2009. Anais... Curitiba PUCPR, p. 10.710-8.

Babbie E. 1999. Métodos de pesquisas de Survey. Trad. G. Cezarino. Belo Horizonte: Ed. UFMG. 1999,. 513p.

Castro, A. R. de S. F. de. 2014. O patrimônio geológico sob a perspectiva da população residente no município de Santana do Cariri, Ceará. Tese (Doutorado em Geologia) apresentado ao Programa de Pós-graduação em Geologia, Rio de Janeiro: Universidade . Federal do . Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, xix, . 300f. (Tese Dout. Geol, PPG Geologia). Tese de doutorado Gil A.C. 1995. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo: Atlas. 200p.

IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Brasil 2010. Censo Demográfico 2010. URL: http:// censo2010.ibge.gov.br/. Acesso 06.2012.

Laville C., Dionne J. 1999. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Belo Horizonte: Ed. UFMG. p.183- 186.

Souza A.R.de. 2008. Geoconservação e musealização: a aproximação entre duas visões de mundo, os múltiplos olhares para um patrimônio. Rio de Janeiro: Univ. Fed. Rio de Janeiro. 146f. (Dissert. Mestr. Museologia e Patrimônio, MAST).

Teixeira I.S.N., Machado D.M.C., Castro A.R.S.F.de, Farias L.F. 2012. Uma ferramenta para compreender a apropriação do Patrimônio Geológico pela sociedade: um estudo sobre o Morro do Corcovado/Rio de Janeiro. Anuário Inst. Geociências UFRJ, 35(1):123-132. DOI: 2012_1_123_132.

Viana M.S.S. 1996. Patrimônio Fossilífero. Recife: Depto. Geol., Univ. Fed. Pernambuco1996. 3 pp. (mat. didát. inédito, notas de aula), Vieira A.C.M. 2009. O olhar da comunidade sobre o patrimônio: um estudo de caso no Parque Nacional da Tijuca. Rio de Janeiro: Univ. Fed. Rio de Janeiro. 96f. (Trab. Concl. Curso Bach. Museologia). , 96f

Downloads

Publicado

2016-02-26

Como Citar

CASTRO, A. R. de S. F.; MANSUR, K. L.; CARVALHO, I. de S. Diagnóstico da relação da comunidade com o patrimônio geológico por meio de instrumento de coleta de dados. Terræ Didatica, Campinas, SP, v. 11, n. 3, p. 162–172, 2016. DOI: 10.20396/td.v11i3.8643644. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8643644. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)