Três conceitos biológicos/paleontológicos que seguem as diretrizes dos PCN do ensino médio para aplicação em aulas de Biologia

  • Carolina Zabini Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Antônia Michels Souza Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Tempo profundo. Ciências. Ecologia.

Resumo

Este artigo visa apresentar três exemplos de aplicação de temas paleobiológicos aplicáveis a salas de aulas do Ensino Médio (EM), conforme as sugestões de interdisciplinaridade de conteúdo em Biologia encontradas nos parâmetros curriculares nacionais (PCNEM). O principal objetivo é fornecer, a professores do EM, exemplos de conceitos que não estão facilmente acessíveis a eles na bibliografia destes anos iniciais. O uso destes conceitos em aula visa não somente formar alunos com conhecimentos práticos e contextualizados (para a vida profissional), mas também conhecimentos mais amplos e abstratos, com o intuito de que adquiram uma visão cultural ampla e construam sua visão de mundo (formação do cidadão). Os conteúdos abordados são as mudanças ecológicas ocorridas no Éon Proterozoico, resultantes da atividade biótica, a evolução das ciências e o tempo profundo. Cada conceito é dividido em três partes: contextualização e aplicação, detalhamento da abordagem e atividade. Na contextualização o embasamento teórico e o referencial bibliográfico do assunto são fornecidos. No detalhamento sugerem-se as formas de abordagem do conteúdo em sala de aula, a união a conceitos de áreas externas à Biologia e os materiais necessários à aplicação da atividade. Por fim, há a explanação da atividade em si. Os três conceitos (mudanças ambientais passadas, desenvolvimento da ciência e tempo profundo) não se referem somente à Paleontologia, mas ao próprio desenvolvimento das Ciências em geral. Envolvem também contextos paleoambientais e questões centrais na evolução dos organismos e de nosso planeta, fornecendo uma visão ampla de assuntos que normalmente são vistos em sala de aula de maneira compartimentalizada. Tais exemplos em aula devem ser abordados de maneira interdisciplinar, devendo, sempre que possível, contar com a participação de mais de um professor

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Zabini, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2004), mestrado em Programa de Pós-Graduação em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007), doutorado em Programa de Pós-Graduação em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011) e pós-doutorado pela USP (2012-2014). Já atuou como docente da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2013-2016). Atualmente é professora doutora do Instituto de Geociências da Unicamp, no Departamento de Geologia e Recursos Naturais. Pesquisa os seguintes temas: Devoniano, Bacia do Paraná. tafonomia, taxonomia, lingulídeos, Raman, MEV-EDS
Maria Antônia Michels Souza, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999), mestrado em Zoologia pela Universidade Federal do Paraná (2003) e doutorado em Zoologia pela Universidade Federal do Paraná (2007). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ictiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia alimentar e reprodutiva de peixes marinhos, estuarinos e água doce
Publicado
2016-08-02
Como Citar
Zabini, C., & Souza, M. A. M. (2016). Três conceitos biológicos/paleontológicos que seguem as diretrizes dos PCN do ensino médio para aplicação em aulas de Biologia. Terrae Didatica, 12(2), 104-117. https://doi.org/10.20396/td.v12i2.8646319
Seção
Artigos