Adaptação e aplicação de experimento de erosão do solo em escola pública: reflexões didático-pedagógicas.

  • Letícia Severina Quadros Universidade Estadual Paulista
  • José Eduardo Sartori Universidade Estadual Paulista
  • Nádia Regina Nascimento Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Experimentação. Erosão do solo. Geoética. Educação ambiental.

Resumo

A geoética é um campo interdisciplinar da ética aplicada às geociências, invocando uma atitude ética e responsável da humanidade para com a geosfera. Para isto, a formação de uma consciência ambiental e a difusão da educação ambiental são essenciais, especialmente nos jovens. Assim, a escola se torna o palco ideal para se discutir e desenvolver projetos de educação ambiental. No presente trabalho discute-se sobre a utilização da experimentação como ferramenta didática. Além disso, descreve-se a adaptação de um simulador portátil de erosão do solo, relatando os resultados obtidos da aplicação do experimento em uma aula prática em escola pública. A abordagem didática adotada foi a de estimular a participação ativa e o compartilhamento de experiências dos próprios alunos através de atividades interativas. Deste modo, buscou-se aprimorar a percepção, a capacidade analítica, bem como exercitar a reflexão e o senso crítico dos estudantes, desenvolvendo assim uma educação emancipatória. A avaliação preliminar e qualitativa das atividades mostrou um ganho efetivo de aprendizado. Assim, este trabalho contribuirá para a inclusão do ensino das Geociências nas Escolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Severina Quadros, Universidade Estadual Paulista
Possui Graduação em Geografia na modalidade Licenciatura Plena e na modalidade Bacharelado pelo Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus Rio Claro - SP - Brasil. Possui Especialização em Gestão Pública pela Faculdade Integrada Claretianas, Campus Rio Claro - SP - Brasil.
José Eduardo Sartori, Universidade Estadual Paulista
Possui graduação em Geologia pela Universidade Estadual Paulista e mestrado em Geociências (Geoquímica e Geotectônica) pela Universidade de São Paulo. Atualmente é aluno de pós-graduação (doutorado) no Programa de Geociências e Meio Ambiente da Unesp. Tem interesse pelos seguintes temas: zonas de cisalhamento, microtectônica, análise de vorticidade e neotectônica.
Nádia Regina Nascimento, Universidade Estadual Paulista
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestrado em Geociências pela Universidade Federal da Bahia e doutorado em Geociências (Geoquímica e Geotectônica) pela Universidade de São Paulo. Realizou pós-doutoramento no IMPMC/ Paris França.

Referências

Bertoni J. 1990. Conservação do solo. São Paulo: Ícone. 360 p.

Brady N.C., Weil R.R. 2013. Elementos da natureza e propriedades dos solos. Porto Alegre: Bookman, 3ª ed. 685p.

Brasil. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Fundamental. 2001a. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. 3. ed. Brasília, v.1. 126p.

Brasil. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria da Educação Fundamental. 2001b. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Naturais. 3. ed. Brasília, v.4. 136p.

Capeche C.L. 2009. Confecção de um simulador de erosão portátil para fins de educação ambiental. Rio de Janeiro: Embrapa Solos. 31 p. (Docs. 116).

Descartes R. 1996. Discurso do método. São Paulo: Martins Fontes. 102p.

Departamento de Solos e Engenharia Agrícola – UF-PR. Programa Solo na escola. Experimentoteca de solos. s.d. URL: http://www.escola.agrarias.ufpr.br/index_arquivos/experimentoteca.htm. Acesso 05.01.2015.

EACH-USP, UNIFESP. Ciência à Mão. s.d. URL: http://www.cienciamao.usp.br/tudo/indice.php. Acesso 05.01.2015.

ESALQ. Solo na Escola. ESALQ. s.d. URL: http://solonaescola.blogspot.com.br/p/experimentos.html. Acesso 05.01.2015.

Falconi S. 2004. Produção de material didático para o ensino de solos. Rio Claro: Inst. Geoc. Ciênc. Exatas, Univ. Est. Paul. (Dissert. Mestr. Geografia).

Falconi S., Nascimento N.R. 2005. Produção de material didático para o ensino de solos. In: Mendes A.A., Lombardo M.A. eds. 2005. Paisagens Geográficas e Desenvolvimento Territorial. Rio Claro: AGE-TEO/UNESP. p. 289-301.

Falconi S., Athayde B.A.C.C. 2009. O projeto ABC da educação científica – mão na massa: aproximações e distanciamentos com o cotidiano escolar. In: Encontro Nacional de Prática de Ensino em Geografia, n.10, Porto Alegre. URL: http://www.agb.org.br/XENPEG/artigos/Poster. Acesso 05.01.2015.

Geologist’s Association. Earth Learning Idea. 2007. URL: http://www.earthlearningidea.com. Acesso 03.05.2015.

Imbernon R.A.L., Toledo M.C.M., Honório K.M., Tufaile A.P.B., Vargas R.R.S., Campana P.T., Falconi S. 2009. Experimentação e interatividade (hands-on) no ensino de ciências: a prática na praxis pedagógica. Experiências em Ensino de Ciências, 4(1): 79-89. Maio 2009.

Laboratório de Recursos Didáticos em Geociências – UNICAMP. Geoideias. s.d. URL: http://www.ige.unicamp.br/lrdg/geoideias.html. Acesso 03.05.2015.

Lepsch I.F. 2010. Formação e conservação dos solos. São Paulo: Ofic. Textos, 2a ed. 216p.

Lima V.C. 2009 Contribuição do Projeto de Extensão Universitária Solo na Escola do Departamento de Solos da Universidade Federal do Paraná para o ensino de solos. Synergismus scyentifica, 4(1): 85-87. Anais da I Reunião Paranaense de Ciência do Solo. Núcleo Regional Paraná da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Pato Branco: UTFPR.

Magagna A., Ferrero E., Giannatempo C. 2012 Interactive activities to stimulate debate and critical thinking about issues related to Earth sciences and sustainable development. Annals of Geophysics, 55(3): 453-460. Geoethics and geological culture. Reflections from the Geoitalia Conference 2011.

Miranda G.A., Matrangolo W.J.R., Moreira, J.A.A., Rezende, M.Q. 2010. Utilização de um simulador de erosão como ferramenta de educação ambiental. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo. 38 p. (Docs. 116).

Pavani M.R. 1997. A Geografia e o trabalho em sala de aula: o real e o necessário. Rio Claro: Inst. Geoc. Ciênc. Exatas, Univ. Est. Paul. (Dissert. Mestr. Geografia).

Sánchez L.E. 2013. Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. São Paulo: Ofic. Textos, 2a ed. 583p.

Vale J.M.F. 1998. Educação Científica e Sociedade. Módulo 3: O Conhecimento em cada área: significado, procedimentos e reorientação do cotidiano: área de Ciências. Bauru: Unesp, SEE, Delegacia de Ensino. Bauru, 1998. Proj. Educ. Contin. 1996-1998.

Vasconcelos C.M., Almeida A. 2014. Sustentabilidade e questões de (Geo)ética. Revista de Ciência Elementar, 2(3): 86-89.

Vasconcelos C.M., Imbernon R.A.L. 2015. Geoética no caminho da educação para o desenvolvimento sustentável. In: 6° EnsinoGEO. Campos do Jordão, Out. 2015. Anais... SBG – Núcleo São Paulo.

Publicado
2016-12-15
Como Citar
Quadros, L. S., Sartori, J. E., & Nascimento, N. R. (2016). Adaptação e aplicação de experimento de erosão do solo em escola pública: reflexões didático-pedagógicas. Terrae Didatica, 12(3), 231-239. https://doi.org/10.20396/td.v12i3.8647900
Seção
Artigos