As Ciências da Terra na disciplina de Ciências Naturais do ensino básico em Portugal

Autores

  • Jorge Bonito Universidade de Évora
  • Margarida Morgado Instituto Politécnico de Castelo Branco

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v13i3.8651220

Palavras-chave:

Literacia. Educação em ciências da Terra. Metas curriculares. Ensino básico

Resumo

A literacia em Ciências da Terra do cidadão que conclui o ensino básico é, atualmente, considerada como um objetivo essencial para formular juízos de valor e tomar decisões acerca dos problemas que surgem quotidianamente na sociedade onde vive. Partindo das ideias-chave de uma Comissão Espanhola, criada para identificar os conhecimentos básicos em Ciências da Terra, faz-se uma sinopse com as metas curriculares para o ensino básico português relativas a conteúdos de Ciências da Terra. A análise efetuada permite constatar que Portugal tem definidos objetivos de aprendizagem para o ensino básico que o posicionam na vanguarda das propostas enquadradas nas ideias-chaves estabelecidas pela referida Comissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Bonito, Universidade de Évora

Doutoramento: Ciências da Educação (Universidade de Coimbra, 2006). Mestrado: Geociências (Universidade de Coimbra, 1997). Licenciatura: Ensino de Biologia e Geologia (Universidade de Évora, 1993).

Margarida Morgado, Instituto Politécnico de Castelo Branco

Margarida Morgado completou seus mestrados e doutorados em literatura inglesa na Universidade de Lisboa, Portugal. Ela é professora coordenadora de estudos culturais ingleses no Instituto Politécnico de Castelo Branco no Departamento de Ciências Sociais e Ciências Humanas desde 1995.

Referências

Barton C.C., La Pointe P.R. 1995. Fractales in Earth Sciences. New York: Springer Science-Business Media.

Bonito J. 2012. Panoramas atuais acerca do ensino das ciências. Boa Vista: Univ. Fed. Roraima.

Bonito J. 2014. Reorganização das metas curriculares no ensino básico Português: o caso das Geociências. Terrae Didatica, 10(3):227-239. (Anais Interfaces Geociências e Ensino: 40 anos de experiências (1973-2013), 23 e 24 de agosto de 2013, Campinas, SP, Brasil). URL: http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8637327. Acesso 16.05.2017.

Despacho n.º 5306/2012, de 18 de abril, do Ministro de Estado e das Finanças e do Ministro da Educação e Ciência. Diário da República, II Série, 77, 18 de abril de 2012. URL: http://dre.pt/pdf2sdip/012/04/077000000/1395213953.pdf. Acesso 05.02. 2014.

Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho. Diário da República, I Série, 129, 5 de julho de 2012. URL: https:// dre.pt/application/file/a/178607. Acesso 21.01.2015.

GSA. The Geological Society of America. 2016. The importance of teaching Earth science. URL: https://www.geosociety.org/documents/gsa/positions/pos4_TeachingEarthScience.pdf. Acesso 5.06.2016.

Hargreaves A. 1998. Os professores em tempos de mudança: Trabalho e cultura dos professores na idade pós-moderna. Lisboa: McGraw-Hill.

Ministério da Educação. 2013. Metas curriculares. Ensino básico. Ciências Naturais. 5.º, 6.º, 7.º e 8.º anos. URL: http://dge.mec.pt/metascurriculares/index.php?s=directorio&pid=22. Acesso: 05.02. 2014.

Ministério da Educação. 2017. Aprendizagens essenciais. URL: http://www.dge.mec.pt/aprendizagens-essenciais. Acesso: 21.08.2017.

NESTA. National Earth Science Teachers Association. 2015. The importance of Earth science Education K-12. URL: http://www.nestanet.org/cms/content/policy/nestaposition#imp. Acesso 14.9.2016.

Pedrinaci E., Alcaide S., Alfaro P., Almodóvar G., Barrera J.L., Belmonte A., Brusi D., Calonge A., Cardona V., Crespo-Blanc A., Feixas J.C., Fernández-Martínez E., González-Díez A., Jiménez-Millán J., López- -Ruiz J., Mata-Perelló J.M., Pascual J.A., Quintanilla L., Rábano I., Rebollo L., Rodrigo A., Roquero E. 2013. Alfabetizazión en Ciencias de la Tierra. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 21(2):117-129. URL: http://www.raco.cat/index.php/ECT/article/view/274145/362238. Acesso 20.10.2014.

Rebelo D., Bonito J., Marques L., Morgado M., Trindade, V. Perspetivas sobre o ensino das Geociências no terceiro ciclo do ensino básico. 2017. In F. Veiga (coord), O Ensino como Fator de Envolvimento numa Escola para Todos. Lisboa: Climepsi Editores (em publicação).

Srivastava A., Nemani R., Steinhaeuser K. 2017. Largescale machine learning in the Earth Sciences. Florida: Taylor & Francis Group.

Stewart S., Gill J. C. 2017. Social geology. Integrating sustainability concepts into Earth sciences. Proceedings of the Geologist’s Association, 128(2):165-172.

UNESCO, 2008 Declaración presentada en el Acto Mundial de Inauguración del Año Internacional del Planeta Tierra (AIPT). URL: http://yearofplanetearth.org/content/GLE/declaration/Declaration_Spanish.doc. Acesso 05.02. 2015.

Downloads

Publicado

2018-01-22

Como Citar

BONITO, J.; MORGADO, M. As Ciências da Terra na disciplina de Ciências Naturais do ensino básico em Portugal. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 13, n. 3, p. 258–270, 2018. DOI: 10.20396/td.v13i3.8651220. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8651220. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos