Banner Portal
Identificação e caracterização do material geológico empregado em edificações e atrativos turísticos na área central do município de Florianópolis
PDF

Palavras-chave

Geologia
Turismo
Patrimônio histórico

Como Citar

ROCHA, Fernando Goulart; TOMAZZOLI, Edison Ramos; MENDES, Beatriz Regina; CASTRO, Dirceu de Lima; CÂNDIDO, Jennifer Patrício. Identificação e caracterização do material geológico empregado em edificações e atrativos turísticos na área central do município de Florianópolis. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 18, n. 00, p. e022006, 2022. DOI: 10.20396/td.v18i00.8667673. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8667673. Acesso em: 24 abr. 2024.

Resumo

O trabalho identificou o material geológico empregado na pavimentação, ornamentação, sustentação e/ou revestimento de dez edifícios e atrativos turísticos localizados no Centro Histórico de Florianópolis. Os locais pesquisados foram selecionados por critérios como facilidade de acesso, disponibilidade de visitação pública e proximidade dos atrativos entre si. A identificação e caracterização do material geológico foi realizada através de trabalhos de campo e análise de mostras em gabinete por meio da confecção de lâminas delgadas de rocha padrão e posterior descrição petrográfica. Os resultados apontam para o uso majoritário de granitos na pavimentação e revestimento, enquanto mármores, gnaisses e quartzitos são empregados em geral na ornamentação e sustentação das edificações. Constatou-se ainda que o material geológico catalogado no Centro Histórico provém na maior parte das vezes de outras cidades e Estados, sendo os granitos minerados localmente empregados apenas de maneira pontual.

https://doi.org/10.20396/td.v18i00.8667673
PDF

Referências

Amora, A. M. G. A., & Agostinho, M. G. (2009, setembro). Edifícios para a Saúde e o Processo de Modernização em Florianópolis, um Passo para a Consolidação da Preservação do Patrimônio Moderno. Anais do Seminário Docomomo Brasil, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 8. URL: https://docomomo.org.br/course/8-seminario-docomomo-brasil-rio-de-janeiro. Acesso 23.11.2021

Chiodi Filho, C. (2018). O setor brasileiro de rochas ornamentais. Brasília: Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais.

Costa, A. C. D., Nascimento, M. A. L., & Silva, C. H. (2021). Roteiro geoturístico pels edifícios históricos do centro de Cuiabá (MT). In: Del Lama, E. A. (Org.). (2021). Patrimônio em pedra. São Paulo: Instituto de Geociências, USP, CAPES, CNPq, FAPESP. p. 212-225. Disponível em: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/631/562/2126. Acesso em: 18 jan. 2022.

Del Lama, E. A. (Org.). (2021). Patrimônio em pedra. São Paulo: Instituto de Geociências da USP, CAPES, CNPq, FAPESP. 361p. Disponível em: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/631/562/2126. Acesso em: 18 jan. 2022.

Hering, F. A. (1988). Hercílio Luz e a reforma do Palácio do Governo (1894-1898). Blumenau em Cadernos, 1(11), 34-46.

Mansur, K. L., Carvalho, I. S., Delphim, C. F. M, & Barroso, E. V. (2008). O gnaisse facoidal: a mais carioca das rochas. Anuário do Instituto de Geociências UFRJ, 31(2), 9-22. Disponível em: http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/anigeo/article/view/5378. Acesso em: 27 nov. 2021.

Municivuna, V. C., Queiroz, D. S., Garcia, M. G. M., & Del Lama, E. A. (2021. Patrimônio construído do litoral paulista. In: Del Lama, E. A. (Org.). (2021). Patrimônio em pedra. São Paulo: Instituto de Geociências, USP, CAPES, CNPq, FAPESP. p. 59-76. Disponível em: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/631/562/2126. Acesso em: 18 jan. 2022.

Neves, J. H., Godefroid, L. B., & Cândido, L. C. (2011). Avaliação da integridade estrutural do quartzito Itacolomi empregado em monumentos históricos de Ouro Preto sem e com colagem usando diferentes resinas. Revista Escola de Minas, 64(4), 493-498. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=56421349015. Acesso em: 28 set. 2021.

Nogami, L. (2013). Investigação da Influência das características petrográficas e da rugosidade de placas de “granitos e mármore” fixadas com argamassas. São Carlos: Univ. de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos. (Tese Dout.). Disponivel em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-22052013-102402/pt-br.php. Acesso em: 30 set. 2021.

Norat, R. C. C., Costa, M. L. (2021) As rochas como materiais construtivos nas fortificações da Amazônia. In: Del Lama, E. A. (Org.). (2021). Patrimônio em pedra. São Paulo: Instituto de Geociências USP, CAPES, CNPq, FAPESP. p. 59-76. Disponível: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/631/562/2126 Acesso em: 18 jan.2022.

Oliveira, M. M. O.; Machado, E. J. A. (2021). Rochas ornamentais na arquitetura antiga de Salvador (BA). In: Del Lama, E. A. (Org.). (2021). Patrimônio em pedra. São Paulo: Instituto de Geociências USP, CAPES, CNPq, FAPESP. p. 189-212. Disponível em: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/631/562/2126 Acesso em: 18 jan. 2022.

Piekarz, G. F., Liccardo, A., & Mantesso-Neto, V. (2012). Geoturismo urbano: educação e cultura. Anuário do Instituto de Geociências UFRJ, 35(1), 133-141. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/aigeo/article/view/6918. Acesso em: 18 jan. 2022.

Santos, A. L. (2009). Do mar ao morro: a geografia histórica da pobreza urbana em Florianópolis. (Tese (Doutorado). Departamento de Geociências, Univ. Fed. de Santa Catarina, Florianópolis. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/92552. Acesso em: 30 set. 2021.

Teixeira, L. E. F.., Yunes, G. S., Souza, R. R. (2015). Edifícios Institucionais Modernos em Florianópolis. INSITU, v. 01, 23-40. Disponível em: http://revistaseletronicas.fiamfaam.br/index.php/situs/article/view/324

Tomazzoli, E. R., Pellerin J. R. G. M., & Horn Filho, N. O. (2018). Geologia da Ilha de Santa Catarina, Brasil. Geociências, 37(4), 715-731. Disponível em: http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/GEOSP/article/view/12880. Acesso em: 30 set. 2021.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Terrae Didatica

Downloads

Não há dados estatísticos.