Banner Portal
HIPERTEXTO QUE TEXTO É ESSE?
PDF

Como Citar

FRAGA, D.; FLORES, T. HIPERTEXTO QUE TEXTO É ESSE?. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 44, n. 1, 2011. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8639417. Acesso em: 25 fev. 2024.

Resumo

Herdeiros da ciência moderna, os textos lingüísticos obrigam seus usuários a tratá-los analiticamente, partindo do todo para as partes ou das partes para o todo em seqüências que vão da esquerda para a direita, de cima para baixo, segundo um princípio de sucessão linear descontínua. O contexto informatizado nos apresenta uma outra concepção de conhecimento orientada por autores como Edgard Morin e Humberto Maturana, com implicações sobre lógica cultural que resulta em um novo modo de produzir texto: o “hiper” texto. Este artigo defende a idéia de que estrutura, interação e padrões de organização dos meios informatizados, na produção de sentido, são expressões de um novo ambiente cultural, que exige novos temas para a Lingüística como a compreensão de sujeito e de autoria, a serem revisitados na perspectiva da enunciação no ambiente informatizado. Almejamos a análise do processo de referenciação hipertextual através do estudo da natureza dos links associativos em sua função coesiva – natureza anafórica, catafórica, associativa e esquemática, a partir dos estudos de George Landaw (1995) e Ingedore Koch (2000), tendo reportagens on line como universo interpretativo. Propomos, com as verificações, que os links não têm a função de retomada linear como no texto impresso, mas que eles têm a função de continuidade semântica, não como um fenômemo de dependência interpretativa, conforme concepção de referente, mas como sendo um fenômeno de abertura e de independência, fazendo do texto um documento aberto. Palavras-chave: hipertexto, cultura, sentido.
PDF

O periódico Trabalhos em Linguística Aplicada utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Trabalhos de Linguística Aplicada, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.