LETRAMENTOS DIGITAIS – A LEITURA COMO RÉPLICA ATIVA

Autores

  • Roxane Rojo

Resumo

O artigo inicialmente resume rapidamente algumas das características mais freqüentemente apontadas do texto eletrônico e algumas das decorrências dessas características para as práticas de leitura e para os letramentos digitais. A seguir, busca contrastar duas propostas de leitura em esfera didática ou escolar, de divulgação da ciência, uma em ambiente digital e outra em mídia impressa, sobretudo para avaliar o lugar que é designado ao leitor-aluno em cada uma delas e os tipos de atuação lingüístico-discursiva que lhe são solicitados, de maneira a discutir as práticas de letramento (crítico) que se dão nesses contextos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-10-19

Como Citar

ROJO, R. LETRAMENTOS DIGITAIS – A LEITURA COMO RÉPLICA ATIVA. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 46, n. 1, 2011. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8639443. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos