Gêneros textuais e língua inglesa em uso: uma análise das coleções aprovadas pelo pnld/le no brasil

  • Ana Larissa A. M. Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Gênero textual. Língua em uso. Oralidade e escrita

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar dois livros de inglês aprovados no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/LE/2011) para o Ensino Fundamental II nas escolas públicas brasileiras, comparando-as com outras duas coleções, publicadas em período anterior ao documento, e bastante utilizadas nas escolas brasileiras. A análise aqui apresentada centrase na abordagem dos gêneros textuais orais e escritos presente nestas obras, uma vez que essa abordagem encontra-se no cerne da proposta de incorporar uma visão de ensino de LE centrada na língua em uso, como prática social. Os resultados demonstraram uma tendência positiva de mudança, resultante da inserção das línguas estrangeiras no PNLD. Essa tendência poderá compor um novo domínio discursivo para o livro didático de língua estrangeira brasileiro, incluindo a reafirmação dos conceitos de gênero textual, tipo textual, oralidade e escrita, por muito tempo, bastante negligenciados.

Abstract

This article aims at analyzing the two English textbooks approved by the National Textbook Program (PNLD/LE/2011) in Brazil. They have been compared to two other textbooks, published in the period prior to the implementation of the Program, and very widely used in Brazilian schools. The present analysis focuses on the spoken and written text genres of the textbooks in focus, since this pedagogical approach lies at the heart of the proposal to incorporate language in use as social practice in the teaching of English. The results showed a trend of positive change, after foreign languages textbooks were incorporated in the National Textbook Program. This trend can help reshape the discourse domain of English textbooks in Brazil, which includes the concepts of text genre and text type, in spoken and written language, which had been neglected for some time.

Keywords: text genre; language in use; orality and writing

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAKHTIN, M. (1977). Os gêneros do discurso. Estética da criação Verbal. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes.

BRASIL (MEC). Guia Nacional do Livro Didático/2011. Disponível em: http://www.portal.mec.

gov.br. Acesso em: fev. 2011.

COX, M. I. P.; ASSIS-PETERSON, A. A. (2008). O drama do ensino de inglês no Brasil.

In: ASSIS-PETERSON, A. A. Línguas estrangeiras: para além do método. São Carlos: Pedro &João Ed./Cuiabá: EdUFMT, p. 97-113.

COX, M. I. P. (2010). Quem tem medo do Latim? In: ASSIS-PETERSON, A. A; BARROS, S. (Org.). Formação crítica de professores de línguas: desejos e possibilidades. São Paulo: Pedro e João Ed.

HALLIDAY M. A. K. Halliday An introduction to functional grammar. rev. ed. London: Hodder Arnold Publication, 2004.

JESUS, A.; MELLO, H.; DUTRA, D. (2007). Reflective collaborative partnership enlightening new classroom practices. In: Language teacher research in the Americas.

McGarrell, H. (Ed.). TESOL Publications, p. 209-217.

MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais: definições e funcionalidade. Disponível em: http:// www.proead.unit.br/professor/linguaportuguesa/arquivos/textos/Generos_ textuias_definicoes_funcionalidade.rtf. Acesso em: 2 dez. 2009.

MIRANDA, A. (2010). Texto jornalístico. Revista Caros Amigos, out.

OLIVEIRA, A. L. A. M. (2010). Gêneros textuais orais e escritos no ensino de português como língua estrangeira: um estudo colaborativo em situação de formação docente inicial. Anais do IV CIELLI.

PERINI, M. (2010). Gramática do português brasileiro. São Paulo: Parábola Editorial.

Publicado
2016-04-28
Como Citar
Oliveira, A. L. A. M. (2016). Gêneros textuais e língua inglesa em uso: uma análise das coleções aprovadas pelo pnld/le no brasil. Trabalhos Em Linguística Aplicada, 51(2), 305-317. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8645355
Seção
Artigos