Banner Portal
Estudo comparativo das atitudes avaliativas de oscar wilde na carta de profundis e sua tradução para o português brasileiro
PDF

Palavras-chave

De Profundis
Avaliatividade
Tradução.

Como Citar

SILVA MACIEL, Tamyres Fernanda; RODRIGUES-JÚNIOR, Adail Sebastião. Estudo comparativo das atitudes avaliativas de oscar wilde na carta de profundis e sua tradução para o português brasileiro. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 56, n. 3, p. 935–954, 2018. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8648363. Acesso em: 18 jun. 2024.

Resumo

Esse artigo constitui-se de uma investigação acerca dos recursos avaliativos (MARTIN e ROSE, 2003; MARTIN e ROSE, 2007; MARTIN e WHITE, 2005; MUNDAY, 2012; RODRIGUES-JÚNIOR, 2016) utilizados por Oscar Wilde em seu manuscrito De Profundis e sua tradução para o português brasileiro. A carta, escrita num contexto expecífico da vida de Wilde, quando fora aprisionado por cometer atos considerados criminosos pela sociedade da época, apresenta diversas manifestações linguísticas de cunho avaliativo. Os objetivos do trabalho foram verificar como as escolhas lexicais que exprimem afeto, julgamento e apreciação aparecem nos textos original e traduzido (doravante TO e TT), contribuir com as análises tradutológicas por meio de uma abordagem de base sistêmico-funcional acerca das atitudes avaliativas presentes no TO e TT e investigar a presença do sujeito social Oscar Wilde em sua carta De Profundis. Os procedimentos metodológicos utilizados foram: a construção de dois quadros de ocorrências de atitudes avaliativas presentes no TO e no TT, em seguida a comparação dessas ocorrências por meio de marcações das diferenças em equivalência (CATFORD, 1965), análises dessas diferenças e reflexões acerca das mudanças encontradas no corpus. Foi possível identificar três tipos de mudanças no que se refere às construções linguísticas de Avaliatividade: as que não modificam os significados semânticos presentes no TO, as que modificam esses significados e as omissões. Este trabalho propiciou o desenvolvimento de uma nova categoria de mudança em equivalência no âmbito das atitudes avaliativas: é o que chamamos de Mudanças Atitudinais.

PDF

Referências

BAKER, M. (2001). In Other Words - a coursebook on translation. London and New York: Routledge,.

BÁRBARA, L.; RODRIGUES-JÚNIOR, A. S. (janeiro/março 2013). Linguistic constructions of appraisal in the novel The Picture of Dorian Gray and its brasilian translation and adaptations: an exploratory analysis. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 229 - 255.

CATFORD, J. C. (1965). A Linguistic Theory. LONDON: Oxford University Press.

ELLMANN, R. (1988). Oscar Wilde. São Paulo: Schwarcz.

GOLVEIA, C. A. M. (janeiro/junho 2009). Texto e gramática: uma introdução à linguística sistêmico funcional. Revista Matraga, Rio de Janeiro, v. 16.

HALLIDAY, M. (1998). On the grammar of Pain. In: BEDNAREK, M.;

HILPERT, M.; MACKENZIE, J. L. Functions of Language. Australia: John Benjamins Publishing Company. p. 1 - 32.

HALLIDAY, M. A. K. . M. C. (2014). Introduction of Funcional Grammar. Forth Edition. ed. London and New York: Routledge.

HALLIDAY, M. A. K. (2001). Towards a theory of good translation. In: STEINER, E.; YALLOP, C. Exploring Translation and Multilingual Text Production: Beyond Content. Berlin: Mouton de Gruyter. p. 13 - 18.

HALLIDAY, M. A. K.; HASAN, R. (1985). Language, context and text: Aspects of language in a socio-semiotic perspective. Victoria: Deakin University Press.

HORNBY, A. S. (2005). Oxford Advanced Learner’s Dictionary: of Current English. 7ª. ed. New York: Oxford University Press.

HOUAISS, A. (2009). Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. 1. ed. Rio de Janeiro: Objetiva.

LÍSIAS, R. (2009). Introdução. In: WILDE, O. O Retrato de Dorian Gray (tradução de João do Rio). São Paulo: Hedra. p. 9 - 22.

MARTIN, J. R.; ROSE, D. (2003). Working with discourse. Londres: Continuum.

MARTIN, J. R.; ROSE, D. (2007). Working with discourse: meaning beyond the clause. 2ª. ed. New York: Continuum.

MARTIN, J. R.; WHITE, P. R. R. (2005). The language of evaluation: appraisal in English. New York: Palgrave Macmillan.

MOUKA, E.; SARIDAKIS, I.; FOTOPOULOU, A. (2015). Racism goes to the movies: A corpus-driven study of cross-linguistic racist discourse annotation and translation analysis. In:

MUNDAY, J. (2001). Introducing to Translation Studies: Theories and Applications. Londres e Nova York: Routledge.

MUNDAY, J. (2008). Introducing Translation Studies. 2ª. ed. London and New York: Routledge.

MUNDAY, J. (2012). Evaluation in Translation: critical points of translator decision-making. London & New York: Routledge.

RODRIGUES-JÚNIOR, A. S. (2004). Gender-bend(er)ing male identity: first steps in search of a critical-discursive approach to gay literature translation. Cadernos de tradução, Mariana. 55-79.

RODRIGUES-JÚNIOR, A. S. (2010). Representação gay em corpus literário paralelo. Revista Brasileira de Linguística Aplicada (Impresso), Belo Horizonte, v. 10, n. 3, p. 603 - 624.

RODRIGUES-JÚNIOR, A. S. (2016). Tradução e Literatura Gay: formas de se fazer pesquisa no campo dos estudos da linguagem. Belo Horizonte: Mercado de Letras.

RODRIGUES-JÚNIOR, A. S.; OLIVEIRA, S. G. (agosto/janeiro 2015). Mudanças ideacionais das representações linguísticas do heterônimo Álvaro de Campos na obra literária de Fernando Pessoae em sua tradução para a língua inglesa. D.E.L.T.A, v. 31, n. 2, p. 391-410.

VINAY, J.-P.; DARBELNET, J. (2000). A Methodology for Translation. In: VENUTI, L. The Translation Studies Reader. London/New York: Routledge. p. 84-93.

WILDE, O. (1962). De Profundis. New York: The Modern Library Classics.

WILDE, O. (2011). De Profundis e outros escritos do cárcare/ tradução de Júlia Tettamanzy Maria Angela Saldanha Vieira de Aguiar. Porto Alegre: L&PM.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Trabalhos em Linguística Aplicada

Downloads

Não há dados estatísticos.