Trajetória profissional J.J. Coury e a difusão do ideário moderno arquitetônico no triângulo mineiro

Autores

  • Maria Eliza Alves Guerra Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.20396/urbana.v5i2.8635080

Palavras-chave:

História da cidade e do urbanismo. Arquitetura e urbanismo modernos. Espaços públicos. Urbanização regional.

Resumo

O trabalho objetiva abordar e demonstrar a importância da produção urbanísticas do arquiteto João Jorge Coury (1940/1970), nos projetos de espaços públicos para a cidade de Uberlândia/MG e região do Triângulo Mineiro, em um período de euforia nacional, com a construção de Brasília. Destaca-se a influência de Lúcio Costa, Corbusier e Roberto Burle Marx na formação de Coury. Pretende-se assim contribuir para ampliar a análise e compreensão da construção do pensamento moderno não só das “obras representativas” de nossos arquitetos da “fase heróica” dos centros hegemônicos do Brasil, mas do interior do país, onde muitos profissionais através da arquitetura, urbanismo e paisagismo acrescentaram elementos conceituais, formais e estruturais que o moderno instaurou em um contexto preciso: o do processo de modernização.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Eliza Alves Guerra, Universidade Federal de Uberlândia

Arquiteta e Urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Silva e Souza/RJ (1985), Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela EESC-USP (1998) e Doutora em Geografia pela UFU (2008). Professora Adjunta da Universidade Federal de Uberlândia, tendo sido Diretora da FAUeD (2009/2013). Ministra as seguintes disciplinas: Atelier de Projeto Integrado,Teoria do Urbanismo, Planejamento Urbano e Urbanização Brasileira. Desenvolve as linhas de pesquisa: Arquitetura e urbanismo modernos ,Planejamento e Projeto do Espaço Urbano e Análise urbana com ênfase em cidades médias. Desenvolveu pesquisa de Mestrado em Arquitetura e urbanismo modernos no Triângulo Mineiro/MG e Doutorado sobre as Vilas Operadoras da Empresa FURNAS nas bacias do Rio Grande e Paranaíba (1957/1987). 

Referências

ARANTES, Otília B. (1993). O lugar da arquitetura depois dos modernos. São Paulo: Nobel/Edusp.

GOMES, M. A. de F. (ORG.) (2009). Urbanismo na América do Sul: circulação de idéias e constituição do campo, 1920 – 1960. Salvador: EDUFBA.

GUERRA, M. E. A. (1998). As “Praças Modernas de João Jorge Coury no Triângulo Mineiro, Dissertação de Mestrado, EESC/USP, São Carlos.

GUERRA, M. E. A. (2011). A Praça Tubal Vilela em Uberlândia/MG em três Momentos. Colóquio As Praças nas cidades de origem portuguesa: Perspectivas históricas e contemporâneas, In anais, ISCSP, Lisboa, Portugal14 e 15/nov/2011.

GUERRA, M. E. A. (2008) Vilas Operadoras de Furnas nas bacias dos Rios Grande e Paranaíba – da concepção à atualidade, Tese de Doutorado, IG/UFU, Uberlândia.

GUERRA, M.E.A. & RIBEIRO, P.P.A. (2002). Arquiteto João Jorge Coury, In: Revista Aqui, no 3, abril/2002, p.16 – 26, IAB- Instituto de Arquitetos/MG, Belo Horizonte: AP Cultural.

LOPES, Valéria M. Q. C.(2006). Caminhos e trilhas: Transformações e apropriações da cidade de Uberlândia, Uberlândia: EDUFU

MACHADO JUNIOR, Juscelino H. C. (2011). Sob a Perspectiva de síntese das Artes: a obra de J.J. Coury e Geraldo Queiróz no Triângulo Mineiro, In anais: 2o Seminário Ibero-americano – Arquitetura e Documentação, UFMG, Belo Horizonte, 02 a 04 de nov/ 2011.

MESQUITA, Adaílson P. & SILVA, Hermilton Q. (2006). As linhas do tecido urbano: o sistema de transportes e a evolução urbana de Uberlândia/MG. Uberlândia: G. Roma.

PAIVA, K. F. & CAPELLO, M.B. C. A Praça Sérgio Pacheco: uma proposta de Ary Garcia Roza e Roberto Burle Marx para o “Coração da cidade” de Uberlândia/MG. Colóquio As Praças nas cidades de origem portuguesa: Perspectivas históricas e contemporâneas, ISCSP, Lisboa, 14 e 15 de nov/ 2011.

RIBEIRO, P.P.A. (1998). A Difusão da Arquitetura Moderna em Minas – O arquiteto J.J. Coury em Uberlândia, Dissertação de Mestrado, EESC/USP, São Carlos.

SALGUEIRO, H. A. (1997). Engenheiro Aarão Reis: O Progresso como Missão. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro.

Downloads

Publicado

2013-11-06

Como Citar

GUERRA, M. E. A. Trajetória profissional J.J. Coury e a difusão do ideário moderno arquitetônico no triângulo mineiro. URBANA: Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos sobre a Cidade, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 155-177, 2013. DOI: 10.20396/urbana.v5i2.8635080. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/urbana/article/view/8635080. Acesso em: 26 nov. 2020.