O parque moscoso como espaço-memória da cidade de Vitória: trabalhando com leitura de imagens

  • Larissa Pinheiro Instituto Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Educação na cidade. Memória. Educação não-formal. Imagens. Leitura de imagem.

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar o potencial educativo da cidade, tendo como enfoque a memória constituída no Parque Moscoso, localizado em Vitória/ES, através da leitura de imagem de suas fotografias. Para tanto, dentro da abordagem do materialismo histórico-dialético, trabalhamos com leitura de imagens com a finalidade de desvelar contradições sociais e compreender o Parque Moscoso como uma totalidade, mostrando que novos espaços de sociabilidade não foi apropriado por toda população, aprofundando a segregação socioespacial de uma cidade marcada por uma modernização excludente. Constatamos que experiências educativas nesse sentido são importantes para valorizarmos espaços das nossas cidades e ampliarmos as possibilidades do fazer pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Pinheiro, Instituto Federal do Espírito Santo

Mestre em Ciências Sociais e mestranda em Ensino de Humanidades.

Referências

A GAZETA. Parque Moscoso: os problemas da única área de lazer de Vitória. A Gazeta, Vitória, ES, 07 ago. 1983, Cad. 2, c. 1-5.

ACHIAMÉ, Fernando Antônio de Moraes; BETTARELLO, Fernando Augusto de Barros; SANCHOTENE, Fernando Lima (Orgs). Catálogo de bens culturais tombados no Espírito Santo. São Paulo-Vitória: Massao Ohno Editor/Secretaria de Estado de Educação e Cultura/Conselho Estadual de Cultura/Universidade Federal do Espírito Santo, 1991.

ARGAN, Giulio Carlo. História da arte como história da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

ART-NOUVEAU. In: ALBERNAZ, Maria Paula de; LIMA, Cecília Modesto. Dicionário Ilustrado de Arquitetura. São Paulo: ProEditores, 1997, p. 76, Volume 01.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

CHISTÉ, Priscila de Souza. Leitura lenta da obra de arte como proposta para educação estética: contribuições de Marx e Vigotski. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 23, n.1, p. 276-302, jan./jun. 2015.

CHISTÉ, Priscila de Souza. Momentos pedagógicos da pedagogia histórico crítica. Vitória, 2016. No prelo.

CAMPOS JUNIOR, Carlos Teixeira de. A construção da cidade: formas de produção imobiliária em Vitória. Vitória: Floricultura, 2002.

CANAL FILHO ET AL, Pedro (Org.). Parque Moscoso. Vitória: Instituto Goia, 2012.

CARNICEL, Amarildo. Em novo suporte de memória. Resgate, vol. XVIII, nº19, jan/jul, 2010, p. 07-08.

CIAVATTA, Maria. Mediações históricas de trabalho e educação: gênese e disputas na formação dos trabalhadores (Rio de Janeiro, 1930-60). Lamparina: Rio de Janeiro, 2009.

CIAVATTA, Maria. Memória e temporalidades do trabalho e da educação. Lamparina: Rio de Janeiro, 2007.

DIÁRIO DA MANHÃ. Actos officiaes. Diário da Manhã, Victoria, Estado do E. Santo, 4 mar. 1912a, Anno VII, Num. 63, p. 02.

DIÁRIO DA MANHÃ. Ainda a successão presidencial. Diário da Manhã, Vitória, Espírito Santo, 1912b, p. 02.

DERENZI, Luiz Serafim. Biografia de uma ilha. Vitória: PMV, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, 1995[1965].

FREIRE, Paulo. Educação permanente e as cidades educativas. São Paulo, Vila das Letras, 1993.

GADOTTI, Moacir. A escola na cidade que educa. Cadernos Cenpec: educação e cidade, 2006, n. 1, p. 133-139. Disponível em: file:///D:/Documentos/Downloads/caderno-cenpec-1.pdf. Acesso em: 10 jun. 2016.

GOMBRICH, Ernst Hans. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Campinas: Unicamp, 1992.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Moraes, 1991.

LINDENBERG, Maria Alice. O parque Moscoso está de roupa nova. A Gazeta, Vitória, ES, 30 jan. 1984, p. 01, Cad. 2, c. 1-5.

MACÊDO, Érika Sabino de. Pelos muros da cidade: uma leitura de imagem do Grafitti de Vitória. Vitória: FAPES, 2016.

MACEDO, Silvio Soares. Quadro do paisagismo no Brasil 1783-2000. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2015.

MAUAD, Ana Maria. Fotografia e História: possibilidades de análise. In: CIAVATTA, Maria; ALVES, Nilda (Orgs). A leitura de imagens na pesquisa social: história, comunicação e educação. São Paulo: Cortez, 2008.

MUNIZ, Maria Izabel Perini. Parque Moscoso: documento de vida. Vitória: IHGES, 2001.

PINTO JUNIOR, Arnaldo. Modernização urbana e educação das sensibilidades na cidade de Vitória (1890-1912). Resgate, vol. XX, nº23 – jan/jun., 2012, p. 108-118.

REVISTA VIDA CAPICHABA. Alfinetadas, Vitória, Espírito Santo, 1932, p. 15.

REVISTA VIDA CAPICHABA. Carta aberta. Revista Vida Capichaba, Vitória, Espírito Santo, 1933, p. 08.

REVISTA VIDA CAPICHABA. Alfinetadas. Revista Vida Capichaba, Vitória, Espírito Santo, 1935, p. 10.

RODRIGUEZ, Margarita Victoria. Pesquisa social: contribuições do método materialista histórico-dialético. In: CUNHA, Célio da; SOUZA, José Vieira de; SILVA, Maria Abádia. O método dialético na pesquisa em educação. São Paulo: Autores Associados, 2014.

SCHAMA, Simon. Paisagem e Memória. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SGARBI, Antonio Donizetti; CHISTÉ, Priscila de Souza. Cidade educativa: reflexões sobre educação, cidadania, escola e formação humana. Revista Debates em Educação Científica e Tecnológica, Vitória, v. 6, n. 1, out. 2015.

SIQUEIRA, Maria da Penha Smarzaro; FERREIRA, Gilton Luís. O lugar da opinião. A cidade e os espaços de produção social da opinião pública. Cad. Metrop. São Paulo, v. 17, n. 33, pp. 225-242, maio 2015.

SILVA, Edlene Oliveira. Relações entre imagens e textos no ensino de História. sÆculum - Revista de História [22]; João Pessoa, jan./ jun. 2010.

SOUSA, Everaldo Simões. Espaço de memórias coletivas. A Gazeta, Vitória, ES, 19 mai. 2012, Cad. Pensar, p. 6-7.

TACCA, Fernando de. Fotografia e memória. Resgate, vol. XVIII, nº 19, jan/jul, 2010, p. 09-10.

TATAGIBA, Fernando. Parque Moscoso: 67 anos (I): no início, o lugar mais bonito. A Tribuna, Vitória, ES, 12 fev. 1978.

Publicado
2018-07-14
Como Citar
Pinheiro, L. (2018). O parque moscoso como espaço-memória da cidade de Vitória: trabalhando com leitura de imagens. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 9(3), 540-571. https://doi.org/10.20396/urbana.v9i3.8650213