Alternativa de mobilidade urbana em Palmas-TO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/urbana.v12i0.8658550

Palavras-chave:

Mobilidade, Bicicleta, Aceitabilidade, Palmas-TO

Resumo

O objetivo do artigo foi investigar a percepção dos indivíduos com relação ao uso da bicicleta como meio de transporte no município de Palmas, capital do estado do Tocantins. O estudo utilizou uma pesquisa de atitude com alguns fatores relacionados a escolha da bicicleta como meio de transporte. A aplicação dos questionários ocorreu entre 29 e 31 de setembro de 2017 em três pontos distintos da cidade: Plano Diretor, Taquaralto e Aurenys, foram aplicados 400 questionários. Os principais resultados apontaram que as pessoas utilizam a bicicleta como meio de transporte; que o seu uso faz bem para a saúde e que é um transporte barato. O sexo masculino tem maior aceitabilidade quanto ao uso. Os entrevistados reclamam da falta de infraestrutura e segurança para a utilização da bicicleta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erisvaldo Alves, Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins

Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Tocantins - UFT.

Benvindo Queiroz, Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins

Mestre e Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Tocantins.

Nilton Oliveira, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Desenvolvimento Regional e Agronegócio pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Toledo - PR.  Professor do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional (PGDR/UFT) e do curso de Ciências Econômica da Universidade Federal do Tocantins . Membro do Conselho Editorial da Editora Universitária (EDUFT/ 2016-2019). Área de Pesquisa: Desenvolvimento Regional, Territorial e Local; Economia Regional e Urbana; Análise Regional e, Economia do Tocantins

João Bazzoli, Universidade Federal do Tocantins

Professor Adjunto na Universidade Federal do Tocantins (UFT) do Curso de Direito. Docente Permanente no Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional (PPGDR/UFT). Membro do Núcleo de Estudos Urbanos e das Cidades - Neucidades/UFT. Coordenador Regional (Norte) do IBDU - Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico. Membro da Comissão Especial de Planejamento Urbano e Ambiental (CEPUA) do CAU/TO.

Referências

BRASIL. Lei Nº 9.503, de 23 de Setembro de 1997 que institui o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, DF, 1997. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/leis/L9503.htm>. Acesso em: 20 nov. 2018.
CRONBACH, Lee J. Coefficient alpha and the internal structure of tests. Psychometrika, v. 16, n. 3, p. 297-334, 1951. Disponível em: <https://link.springer.com/article/10.1007/BF02310555>. Acesso em: 19 ago. 2018.
CARLI, Maria Fernanda Nedochetko. O Uso da Bicicleta para Além do Esporte: Mobilidade Urbana nas Cidades. In: XIII CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO SUL, 2012, Chapecó. Anais... Chapecó/SC: INTERCOM, 2012. Disponível em: <http://www.intercom.org.br/papers/regionais/sul2012/resumos/R30-1560-1.pdf>. Acesso em: 06 jun. 2018.
CASTRO, Catarina Miranda Sampaio; BARBOSA, Heloisa Maria; OLIVEIRA, Leise Kelli de. Análise do Potencial de Integração da Bicicleta com o Transporte Coletivo em Belo Horizonte. Journal of Transport Literature, v. 7, n. 2, p. 146-170, 2013. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S223810312013000200008&script=sci_arttext>. Acesso em: 05 mai. 2019.
DA HORA, Henrique Rego Monteiro; MONTEIRO, Gina Torres Rego; ARICA, José. Confiabilidade em questionários para qualidade: um estudo com o Coeficiente Alfa de Cronbach. Produto & Produção, v. 11, n. 2, p. 85-103, 2010. Disponível em: < https://www.seer.ufrgs.br/ProdutoProducao/article/view/9321>. Acesso em: 03 abr. 2019.
FHWA. Reasons Why Bicycling and Walking Are and Are Not Being Used More Extensively as Travel Modes. FHWA-PD-92-041, 1992. Disponível em: <https://safety.fhwa.dot.gov/ped_bike/docs/case1.pdf>. Acesso em: 02 abr. 2019.
GUJARATI, Damodar N. Econometria Básica. 3. Ed. São Paulo: Makron Books, 2000, p. 846.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. IBGE - Cidades. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/to/palmas/panorama>. Acesso em: 24 nov. 2019.
LAGE, Luciana de Assis; BLACH, Matheus C. Os desafios impostos ao projeto de uma cidade amiga da bicicleta: estudo de caso de Belo Horizonte. Saberes Interdisciplinares, v. 17, 2016. Disponível em: < http://186.194.210.79:8090/revistas/index.php/SaberesInterdisciplinares/article/view/10>. Acesso em: 11 nov. 2019.
MAROCO, João; GARCIA-MARQUES, Teresa. Qual a fiabilidade do alfa de Cronbach? Questões antigas e soluções modernas?. Laboratório de Psicologia, p. 65-90, 2006. Disponível em: <http://publicacoes.ispa.pt/index.php/lp/article/viewFile/763/706>. Acesso em: 12 out. 2018.
MONTEIRO, Fernanda Borges; CAMPOS, Vânia Barcellos Gouvêa. Métodos de avaliação da qualidade dos espaços para ciclistas. In: Anais do XXV Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes, Belo Horizonte. 2011. p. 1242-1253. Disponível em: <http://aquarius.ime.eb.br/~webde2/prof/vania/pubs/2011/ciclistas-ANPET.pdf>. Acesso em: 14 ago. 2019.
MORAIS, Marcleiton Ribeiro; CRUZ, Viana Francisco; DALLABRIDA, João Rafael Rocha; ARAÚJO, Adriano Firmino V. Letalidade do acidente de trânsito na modernista Palmas/TO: uma abordagem econométrica. Informe GEPEC, v. 18, n. 1, p. 156-176, 2014. Disponível em: <https://search.proquest.com/openview/8a61b08a13f297367ad8f919402a33a6/1?pq-origsite=gscholar&cbl=2045959>. Acesso em: 11 nov. 2019.
OLIVEIRA, Lucimara Albieri de; CRUZ, Suheid Neves; PEREIRA, Ana Paula Borges. MOBILIDADE URBANA EM PALMAS–TO. Revista UFG, v. 14, n. 12. 2012. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/viewFile/48419/23753>. Acesso em: 15 dez. 2019.
OPPENHEIM, A. N. Questionnaire Design, Interviewing and Attitude Measurement. Continuum, London, 1992. Disponível em: < https://dimas0709.files.wordpress.com/2018/02/a-n-oppenheim-questionnaire-design-interviewing-and-attitude-measurement-1992.pdf>. Acesso em: 23 fev. 2020.
PARASURAMAN, A. Parsu; ZEITHAMI, Valarie; BERRY, Leonard. SERVQUAL: A multiple-item scale for measuring consumer perceptions of service quality. Journal of Retailing, v. 64, n. 1, p. 12-40, 1988. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/200827786_
SERVQUAL_A_Multipleitem_Scale_for_Measuring_Consumer_Perceptions_of_Service_Quality>. Acesso em: 03 jul. 2018.
PEZZUTO, Cláudia Cotrim. Fatores que influenciam o uso da bicicleta. 2002. 146 f. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, 2002. Disponível em: <http://bv.fapesp.br/pt/publicacao/5404/fatores-que-influenciam-o-uso-da-bicicleta/>. Acesso em: 20 dez. 2019.
PEZZUTO, Claudia Cotrim; SANCHES, Suely da Penha. Identificação dos fatores que influenciam no uso da bicicleta. In: XVIII Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes, ANPET. Florianópolis, SC. Anais..., p. 977-986. 2004. Disponível em: <https://www.researchgate.net/profile/Suely_Sanches/publication/268344106_IDENTIFICACAO_DOS_FATORES_QUE_INFLUENCIAM_NO_USO_DA_BICICLETA/links/56ec4cf508ae59dd41c4fa01/IDENTIFICACAO-DOS-FATORES-QUEINFLUENCIAM-NO-USO-DA-BICICLETA.pdf>. Acesso em: 13 nov. 2018.
PROVIDELO, Janice Kirner. SANCHES, Suely da Penha. Percepções de indivíduos acerca do uso da bicicleta como modo de transporte. Transportes, v. 18, n. 2. p. 53-61. 2010. Disponível em: <https://www.revistatransportes.org.br/anpet/article/view/424/345>. Acesso em: 21 ago 2019.
RIETVELD, Piet; DANIEL, Vanessa. Determinants of bicycle use: do municipal policies matter?. Transportation Research Part A: Policy and Practice, v. 38, n. 7, p. 531-550, 2004. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0965856404000382>. Acesso em: 28 dez. 2018.
SALOMI, Gilberto Gabriel Eid; MIGUEL, Paulo Augusto Cauchick; ABACKERLI, Alvaro José. SERVQUAL versus SERVPERF: a comparison of instruments for assessing internal service quality. Gestão & Produção, v. 12, n. 2, p. 279-293, 2005. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/gp/v12n2/26094.pdf >. Acesso em: 22 nov. 2019.
SEGADILHA, Ana Beatriz Pereira; SANCHES, Suely da Penha. Fatores que influenciam na escolha das rotas pelos ciclistas. Revista dos Transportes Públicos-ANTP-Ano, v. 36, p. 43-56. 2014. Disponível em: <http://files-server.antp.org.br/_5dotSystem/download/dcmDocument/2014/09/04/6A439B32-4BB2-4D5B-9E0A-E615CB65EA01.pdf>. Acesso em: 01 dez. 2019.
SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3. ed. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da Universidade Federal de Santa Catarina, 2005. Disponível em: <http://tccbiblio.paginas.ufsc.br/files/2010/09/024_Metodologia_de_pesquisa_e_elaboracao_de_teses_e_dissertacoes1.pdf>. Acesso em: 06 jan. 2020.
SILVEIRA, Mariana Oliveira da; MAIA, Maria Leonor Alves. Variáveis que influenciam no uso da bicicleta e as crenças da teoria do comportamento planejado. TRANSPORTES, v. 23, n. 1, p. 24-36, 2015. Disponível em: <https://www.revistatransportes.org.br/anpet/article/view/848>. Acesso em: 14 dez. 2018.
ZANDONADE, Patrícia; MORETTI, Ricardo. El patrón de movilidad de São Paulo y la suposición de la desigualdad. EURE (Santiago), v. 38, n. 113, p. 77-97, 2012. Disponível em: < https://www.eure.cl/index.php/eure/article/view/60>. Acesso em: 05 jan. 2020.

Downloads

Publicado

2021-02-02

Como Citar

ALVES, E.; QUEIROZ, B.; OLIVEIRA, N.; BAZZOLI, J. Alternativa de mobilidade urbana em Palmas-TO. URBANA: Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos sobre a Cidade, Campinas, SP, v. 12, 2021. DOI: 10.20396/urbana.v12i0.8658550. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/urbana/article/view/8658550. Acesso em: 11 ago. 2022.